O que fazer em Pisa em 1 ou 2 dias: guia grátis completo

O que fazer em Pisa em 1 ou 2 dias e como ir para lá, a partir de Florença, são perguntas clássicas.

Se você se interessa em conhecer o destino, mas quer saber mais detalhes sobre a cidade, dê uma lida neste guia prático que preparei, pois vou te ajudar a planejar esta viagem, da melhor forma.

O que saber sobre Pisa

Pisa é uma cidade bem pequena, de 185 km², na região da Toscana, na Itália.

Nela moram cerca de 90 mil pessoas, que basicamente vivem de atividades associadas ao turismo e gastronomia.

Pisa ou Piza?

Primeiramente, é Pisa com “s”.

Muita gente acha que Pisa é com “z” e que até mesmo ela tem alguma possível associação com a deliciosa pizza italiana.

Mas esqueça isso tudo, porque não tem relação alguma.

Pisa tem este nome porque, no passado, os etruscos a chamavam de Pise.

O tempo foi passando e o nome da cidade virou Pisa.

Que tal fazer um dos melhores tours para Pisa, Siena e San Gimignano, a partir de Florença, que inclui almoço e degustação de vinhos?

O passeio completo, de 12 horas, é um dos mais bem avaliados da região, pela experiência e organização.

Nele você poderá:

  • Contar com um guia local
  • Fazer uma excursão a pé em Siena
  • Garantir o ingresso para a Catedral de Siena
  • Almoçar em uma vinícola de Chianti (caso opte pelo tour com gastronomia)
  • Experimentar 4 vinhos deliciosos da Toscana (caso opte pelo tour com gastronomia)
  • Ter um tempo livre em Siena, Pisa e San Gimignano para fotos e descobertas
Pisa tours
Cidade de Pisa

O tour custa 79 euros por pessoa. 

QUERO SABER MAIS SOBRE O TOUR PARA PISA, SIENA e SAN GIMIGNANO

Atenção: o preço do tour pode sofrer alterações por parte do fornecedor.

Onde fica Pisa

Pisa fica em uma posição estratégica no mapa da Itália.

A cidade é muito próxima de:

  • Lucca, cidade medieval a 23 km

E até mesmo de Roma (a 348 km).

Pisa no mapa
Pisa fica em uma região central no mapa da Itália (Google Maps)

Quando ir a Pisa?

É possível visitar a cidade em qualquer época do ano.

Contudo, recomendo conhecê-la fora do verão, pois, além do calor ser incômodo, há um número muito grande de visitantes e, consequentemente, filas imensas para entrar nas principais atrações.

No inverno, apenas fique atento às possíveis nevascas, pois, como a principal área turística é descampada, pode ser um tanto complicado andar na neve e ter que aguentar os ventos frios.

Centro de Pisa
Centro de Pisa, com as principais atrações turísticas

Quanto tempo é necessário para conhecer Pisa?

Para visitar as principais atrações de Pisa, acredito que, em até 6 horas, dê para fazer tudo.

Já no verão, reserve umas 8 ou 9 horas.

Como ir a Pisa  

Fazendo um tour

Fazer um tour, do meu ponto de vista, é a melhor opção para conhecer Pisa, pois os passeios na região costumam ser bem completos, animados e confortáveis.

Os melhores tours:
  • De Florença para Pisa, Siena e San Gimignano: tour original, altamente bem qualificado, de 12 horas, com visitação aos destinos turísticos, almoço típico (massa, carnes curadas e queijos) e degustação de 4 vinhos toscanos.

Preço: cerca de 79,20 euros por pessoa.

Como é Siena
A beleza medieval de Siena

Preço: 50 euros.

  • Também há tours para quem sai de Montecatini, Roma e Livorno (o que é excelente para quem está em um cruzeiro e passa pela cidade).

No caso, consulte as opções na Get Your Guide.

Montecatini
Tour a Pisa a partir de Montecatini

De carro

Outra forma de ir até Pisa é alugando um carro.

Essa foi a minha opção preferida, no caso, pois já sabia que as estradas italianas eram ótimas e que não iria demorar muito em Pisa.

Depois de Pisa, segui viagem para outros cantos da Toscana e ainda aproveitei o pôr do sol da região.

Estrada da Toscana
Paisagem em estrada da Toscana

Apenas como referência, a diária de um SUV, com pedágio e gasolina, considerando uma viagem a partir de Florença, custaria, em média, 60 euros.

Atenção: se você for de carro a Pisa, terá que estacionar fora do centro histórico, assim como em Florença e Lucca.

Se ir de carro for a sua opção, recomendo esse tour guiado de 2 horas, pois é uma passeio dedicado a grupos pequenos e passa pelos principais pontos turísticos de Pisa.

O preço, no caso, é de cerca de 29 euros por pessoa.

De trem

Também é possível ir de trem até Pisa, a partir de Florença ou outros pontos da Itália.

Mas esta é a opção que menos recomendo, pois envolve um maior tempo com deslocamento e organização para pegar o trem no horário certo.

A estação que você deve descer é a Pisa S. Rossore.

Ela fica a 5 minutos a pé da Piazza dei Miracoli, que é onde estão os principais pontos turísticos da cidade.

Onde se hospedar em Pisa

Pode valer bastante a pena se hospedar em Pisa, pois os hotéis de luxo chegam a custar até 25% mais barato que em Florença.

Duas boas opções que recomendo são:

Hotel 5 estrelas, localizado a 15 minutos a pé da Praça dos Milagres.

A maioria dos quartos têm vista para a Torre de Pisa e o hotel oferece piscinas, com jatos de hidromassagem, e um café da manhã, com os melhores produtos da Toscana.

O valor da diária custa, em média, 100 euros, para 2 pessoas.

Hotel em Pisa
Um dos melhores hotéis de Pisa (divulgação)

Com um grande spa, que conta com fontes termais naturais, o Bagni di Pisa fica a 6 km da cidade, mas o considero como uma excelente opção para quem viaja de carro.

O hotel está localizado em uma propriedade histórica e apresenta ótimas suítes de luxo.

Bagni di Pisa
Hotel Bagni di Pisa (divulgação)

Caso prefira analisar outras opções de hospedagem, veja o mapa interativo abaixo.

As propriedades disponíveis de Pisa estão todas listadas por localização e preço.

Booking.com

As top atrações de Pisa

As principais atrações de Pisa são possíveis de conhecer em 1 dia.

E elas estão todas localizadas em um mesmo lugar, na Piazza dei Miracoli (ou Praça dos Milagres).

Piazza dei Miracoli
Piazza dei Miracoli
  • Torre de Pisa

É uma torre inteirinha feita de mármore.

Ela foi construída entre o século de XII e XIV e, por um erro na sua engenharia, passou a inclinar logo depois que subiu.

Vira e mexe vários engenheiros analisam a inclinação da Torre, de um pouco mais de 55 metros, para ver como ela anda.

Torre de Pisa
Torre de Pisa, na cidade de Pisa, região da Toscana, na Itália

Algumas medidas foram tomadas para ela permanecer em pé, mas, há pouco tempo, ela precisou ser reavaliada de novo.

Tiraram os seus pesados sinos, removeram mais de 70 toneladas de terra e a prenderam com cabos para uma melhor sustentação.

Com essas contenções, os engenheiros estimam que ela ficará estável por, pelo menos, mais 200 anos.

Entrada na Torre de Pisa

Para tirar fotos com a Torre de Pisa, não é necessário pagar nada.

Contudo, se você quiser conhecer a Torre por dentro e subir até o seu topo, é necessário pagar o ingresso.

Para subir, você precisa ter apenas disposição, pois são cerca de 300 degraus.

subir na torre de pisa
É possível subir no topo da Torre de Pisa

A subida costuma acontecer de forma lenta, devido à fila de pessoas que se forma.

Para evitar as longas da bilheteria, recomendo comprar o ingresso antecipadamente.

Na verdade, o combo de ingressos para as principais atrações turísticas de Pisa garante a entrada na Torre de Pisa, Catedral e Batistério.

Ele custa cerca de 29 euros por pessoa e é o mesmo combo de ingressos que recomendei acima, para quem vai de carro até a cidade.

Além dos ingressos dos pontos turísticos, tem um guia explicando tudo sobre os locais visitados, vale bastante a pena.

  • Catedral 

A Catedral, também conhecida como Duomo, é uma construção católica, dedicada à Virgem Maria.

Ela foi criada pelo arquiteto Buscheto e o estilo da arquitetura segue o padrão Românico Toscano da região.

Frente da Duomo de Pisa na Itália
Detalhes da fachada da Catedral de Pisa

Algumas evidências históricas mostram que as cidades italianas tinham uma imensa rivalidade entre si e, para demonstrar o seu poder, criavam construções gigantescas e cheias de detalhes.

Interior da igreja Duomo de Pisa
Interior da Catedral

Um fato curioso sobre a Catedral é que, na Segunda Guerra Mundial, durante forte bombardeamento, a Força Expedicionária Brasileira rezou uma missa junto com os italianos.

  • Batistério de Pisa

O Batistério, local em que é feito o batismo de cristãos, também é outro lugar que não passa despercebido.

Detalhes da arquitetura do Batistério em Pisa
Topo do Batistério

O que mais é interessante, a meu ver, é a proteção que a construção toda faz à pia batismal e os diferentes materiais que foram usados, pois foram necessários vários investimentos para o financiamento da obra toda.

Interior do Batistério em Pisa
Interior do Batistério
  • Camposanto Monumentale

O Camposanto Monumentale é o cemitério da cidade e um dos mais importantes da Itália.

Talvez já dê para entender pela palavra “Monumentale”, que não se trata de um cemitério qualquer, né?

Eu não costumo visitar cemitérios quando viajo, mas, neste caso, só descobri que era um lá dentro, risos.

Achei atrativa a arquitetura por fora e entrei.

E é bonito mesmo!

Camposanto Monumentale
Interior do Camposanto Monumentale

Tudo de mármore e com jardins internos.

O que fazer em Pisa Itália
Arquitetura dentro do cemitério
  • Campo dei Miracoli

Ao redor de todos estes pontos turísticos, concentrados na Piazza dei Miracoli, há extensas áreas gramadas, onde as pessoas podem deitar, comer algum petisco, relaxar e caprichar na foto com a Torre.

Piazza dei Miracoli
Área para descanso na Piazza dei Miracoli

Não paga nada para utilizar esta área e é bem agradável passar certo tempo.

Piazza dei Miracoli
Detalhes sobre a Piazza dei Miracoli

>>> Leia também! O que fazer em Bolonha, guia com o Mundo da Ferrari

Outros pontos turísticos de Pisa

Se você resolver permanecer na cidade por mais de um dia, também há outras atividades interessantes para conhecer, como:

  • Santa Maria della Spina: pequena igreja em estilo gótico, do século XXII
  • Palazzo della Carovana: antigo quartel-general, mas hoje é uma escola
  • Orto Botânico: jardim botânico da Universidade da cidade
  • Palazzo Blu: centro de atividades culturais e exposições, localizado no Palazzo Gualandi
  • Corso  Itália e Borgo Stretto: ruas de compras

Gostou do guia prático, com dicas sobre o que fazer em Pisa, melhores tours e hotéis? 

Conte para a gente a sua experiência na cidade ou diga como podemos te ajudar! Logo respondemos 🙂

Também recomendo na Itália

As 7 cidades mais românticas da Itália: como e quando ir

O que fazer em Roma e Vaticano: guia completo e dicas

Carnaval na Itália: onde ir, dicas e bailes

Arena de Verona: óperas e shows nas quatro estações do ano

Onde ficar em Milão: 5 hotéis que vão além do conforto

O que fazer em Bérgamo: guia gratuito para 1 ou 2 dias

Veneza de noite: top 7 atrações e dicas

Burano, Murano e Torcello: como ir e top atrações

O que fazer em Verona: top atrações, mapa e dicas

Tour para Pompeia, de Roma ou Nápoles: vale a pena?

Curiosidades de Nápoles: 15 verdades e mentiras

Roteiro pela Costa Amalfitana para 1, 2, 3 ou 4 dias + mapa

O que fazer em Milão, onde dormir e fazer compras

O quê falta para a sua viagem?

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se na nossa newsletter e ganhe um incrível e-book sobre turismo de luxo!