Categorias: Gastronomia Lifestyle

Rigatoni com molho de linguiça à moda toscana

Embora tenhamos muitos registros sobre a origem das receitas no mundo, uma das que faz mais sentido, para mim, com relação aos molhos é que eles nasceram por volta do ano 500 a.C, na Grécia. O seu objetivo era tirar o mau cheiro das carnes preparadas à aristocracia, pois um assunto como este não resolvido naquela época poderia até levar à morte do cozinheiro. Felizmente, a solução deu certo e ela começou a ser apreciada por muitas culturas.

Os italianos, com o seu faro gastronômico infalível, ajudaram a aperfeiçoar o paladar das receitas com a utilização de especiarias italianas. Hoje o mundo tem este país como referência à ótima alquimia dos molhos e à gastronomia como um todo, já que muitas receitas têm também este componente.

O prato de hoje, o rigatoni ao molho de linguiça, carrega os grandes elementos da toscana, como o azeite de qualidade, o molho de tomate, as azeitonas, o vinho e a linguiça (à moda toscana). Por isso, a receita toda faz jus a esta região da Itália.

Ingredientes

  • 1 cebola picada
  • 1 linguiça suína defumada
  • 3 colheres de sopa de azeite
  • 200 g de linguiça toscana fresca
  • 3 dentes de alho ralado
  • 150 g de tomate cereja
  • 1 lata de tomate pelado
  • 1 xícara de chá de vinho tinto
  • 100 g de azeitonas
  • Ervas frescas a gosto (tomilho, alecrim e manjericão)

Dica: Os ingredientes são bem salgados. Não recomendo a utilização de sal.

*** Esta receita serve até 2 pessoas.

Como preparar

Massa

  • Colocar em uma panela com água, azeite e sal.
  • Quando estiver fervendo, acrescentar o rigatoni.
  • Estando a massa molinha, desligue o fogo.

Molho

  • Refogar a cebola no azeite em uma panela.
  • Adicionar as linguiças e deixar por 5 minutos na mistura.
  • Colocar alho e vinho tinto.

  • Quando o álcool evaporar, acrescentar os tomates cerejas e a lata de tomate pelado.
  • Esperar ferver por 10 minutos, para então adicionar as azeitonas e ervas frescas.

Somente adicione o molho à massa e pronto! É só servir. 

*Texto sobre cultura de Leda De Luca.

Comente! via Facebook