Categorias: Barcelona Espanha Europa

Praia, curtição e a arte que encanta em Barcelona

Eu fui para Barcelona para terminar o meu curso de espanhol, mas não imaginava que iria gostar tanto da cidade e me sentir tão em casa, morando lá.

Barcelona, para mim, é uma cidade completa e tudo nela me satisfaz 100%. É muito difícil mesmo escrever este post, porque somente tenho amor pela cidade e isso me “cega” de certa forma, às vezes.

Começando a minha declaração de amor…

A história da cidade é incrível! Ela tem mais de 3500 anos, muitos povos passaram por lá e deixaram o seu vestígio cultural. Pela própria arquitetura da cidade é possível sentir isso. Cada bairro carrega uma essência e algum marco, do gótico ao modernista.

Marcas da Segunda Guerra Mundial nas paredes do Bairro Gótico

Marcas da Segunda Guerra Mundial nas paredes do Bairro Gótico

O bairro Gótico, por exemplo, carrega uma história de lutas. Este antigo bairro judeu tem ruelas estreitas, diabos nas janelas para afastar os inimigos e santinhos católicos em pedestais, trazidos por outras gerações.

016 (2)

Na cidade, os prédios são na sua maioria baixinhos e de cor bege, mas também, eles mostram sempre um detalhes que os diferencia. Para os observadores, é fácil distinguir, mas para um turista com olhos comuns, talvez seja fácil se perder entre eles.

Andar pela cidade de Barcelona chega a ser mágico, porque, de repente, depois de uma caminhada, nos deparamos com arte.

E o mais puro da arte tem nome: Antoni Gaudí.  Tem também obras do grande Miró e Picasso, mas o que mais caracteriza a cidade são as obras de Gaudí.

Eu sou apaixonada pelo estilo arquitetônico modernista de Gaudí e, para mim, ele tinha uma sensibilidade única.

210

Um dos marcos da cidade e também deste arquiteto incrível é a Igreja Sagrada Família. A igreja, mesmo não tendo sida finalizada (porque Gaudí faleceu antes), é linda e esplendorosa. A prefeitura tem há anos planos para finalizar a obra – antes diziam que ela seria finalizada em 2014, agora já tem um plano novo para 2026. Mas isso divide bastante a opinião pela cidade. Alguns acham que a obra deveria ser finalizada sim, porque o desenho do projeto é de Gaudí. Outros não concordam, pois a herança do arquiteto é aquilo ali, do jeito que está. Mesmo inacabada é incrível e totalmente de Gaudí.

As torres da igreja representam velas sendo derretidas quando vistas por fora. Por dentro da igreja existem mosaicos que refletem as suas cores de acordo com a posição do sol.

Outra obra visitadíssima é o Parc Guel. Gente, que lugar encantador!

Parc Guel

Gaudí criou pelo parque vários pontos que mesclam a natureza e a arte. Por todos os pontos existe algo incrível para observar.

Nesta mistura de natureza e arte aparece também em uma das avenidas principais da cidade, a La Pedrera. Este prédio parece ter raízes e ter sido construído a partir de uma pedra no meio da cidade. É possível visitá-lo por dentro também. Gaudí e alguns influentes da época chegaram a morar no prédio, mas ele funciona como um centro de exposições do arquiteto.

008 (2)

Vista do topo da La Pedrera

Vista do topo da La Pedrera

Também existem outros pontos na cidade, como Casa Vicens e Casa Batlló, de Gaudí, mas os meus preferidos são estes acima.

Para quem visita a cidade e quer apreciar tudo da arte na essência, precisa também visitar o Museu do Pablo Picasso, que também morou na cidade, e o primeiro museu de arte contemporânea de Barcelona, a Fundació Joan Miró. São 14 mil obras disponíveis, e o museu fica ali dentro do Parc MontJuïc, outro lugar maravilhoso para conhecer por estar no lado mais verde da cidade.

A região de MontJuïc estava bem abandonada de Barcelona receber os Jogos Olímpicos de 1992. Mas obras de revitalização transformaram o local em um dos pontos mais valorizados da cidade.

042 (4)Uma ótima forma de chegar ao Parc de MontJuïc é pegar o teleférico na região portuária. Dá para ver a cidade toda lá de cima.

Ah, a zona portuária também foi toda refeita para receber o evento esportivo e hoje a praia de Barceloneta é super visitada pela população local e por turistas de todo o mundo.

É muito gostoso andar ali pela região, tomar um solzinho na praia, apreciar as águas do Mediterrâneo, almoçar em um dos belos restaurantes espanhóis e curtir a vibe alegre da cidade.

Barceloneta

Barceloneta

A praia não é maravilhosa e muito distante de qualquer praia que temos no Brasil, mas a vibe em si é legal.

O que eu sempre recomendo fazer é partir ali da Praça da Catalunha, descer pelas Ramblas andando, passar pelo Mercat de la Boqueria para comprar umas coisas gostosas de comer e então chegar na praia.

Se você não for chegado em praia, recomendo ir ao Mercat de la Boqueria e seguir então para o Parc de La Ciutadella, para fazer um picnic ou uma caminhada. Lá tem a sede do Parlamento da Catalunha, o zoológico da cidade e os museus de geologia e zoologia.

040 (3)

O Mercat de La Boqueria é uma experiência sensorial maravilhosa, do meu ponto de vista. Tem muitas frutas locais, chegadas pelos portos, temperos típicos da região da Catalunha e comidas exóticas também, como escorpião no espeto, por exemplo.

043 (2)

Todas as vezes que fui neste mercado, passei a valorizar mais as nossas frutas. Gente, pagar 5 euros em 2 maças não é muito divertido, mesmo as frutas sendo saborosas.

A culinária da região costuma agradar os paladares mais sofisticados. Paella e a bebida “sangria”, são famosas pela cidade, mas claro, por ser uma cidade com quase 2 milhões de habitantes, tem opções internacionais de restaurantes também e com preços razoáveis.

7 perguntas que sempre me fazem…

1- As Ramblas é legal mesmo?

R: Eu sinceramente não vi nada de diferente. É uma rua larga com comércio. Tem homens-estátua, vendedores de roupas, bijuterias, artesanato, até “sexo” sendo oferecido em determinadas horas. Mas acho que tem que passar, sim, para conhecer, sabe.

 015

2- A cidade é segura?

Absolutamente. Pode andar tranquilamente a qualquer hora do dia pela cidade. Alguns residentes pedem mais atenção com o bairro de Ravel, mas no geral é segura sim.

Eu particularmente recomendo atenção com seus pertences e com malas nas costas, por exemplo, em estações de metrô e em lugares mais cheios, como nas Ramblas. Assim como em qualquer lugar no mundo, existe gente oportunista e estas aproveitam os mais desligados para roubar. Tem muito ladrãozinho pela cidade, mas desses que roubam os mais desatentos. Nada com agressividade.

Uma vez me disseram que lá na cidade tem uma política que, se a pessoa rouba até 400 euros, não é crime. Estas pessoas tomariam apenas uma advertência da polícia, se pegas no ato. E que depois de 3 advertências, dai sim seriam presas. Até fazíamos piadas com a regra na época, porque falávamos que se estivéssemos com 500 euros, por exemplo, o bandido devolveria o troco, rs.

3- Fazem mesmo topless?

Nas praias, sim. Topless e nudismo, por completo também. Mas se você quiser fazer topless ou nudismo, escolha a praia certa de acordo com o seu objetivo.

Tem praias com públicos mais jovens, e esses querem ver pessoas peladas, mesmo. Tem também as praias familiares, onde se aprecia ser naturalista e ninguém fica instigado para ver outras pessoas peladas, apenas querem estar como vieram ao mundo.

 Dica: Não ande pelado e nem fazendo topless nas ruas. Você pode ser preso.

Tinha um senhor tatuado que gostava de andar pelado pela cidade. E toda as vezes que ele via polícia por perto, entrava em alguma loja, porque a tal da regra tem algumas brechas e somente seria válida para as ruas, não para as lojas, rsrs.

4- Quais são as melhores praias da cidade?

Brasileiros gostam muito da Marbella e Nova Marbella. Os desavisados vão também a Barceloneta. Mas eu também recomendo a Bogatell, que é bem menos turística que as demais.

Todas estas praias acima são banhadas pelas águas claras, calmas e frias do mar Mediterrâneo.

5- Eu quero assistir a um jogo no Camp Nou, como faço?

042 (5)

Fica de olho no calendário do Campeonato Espanhol, Copa do Rey e na Liga dos Campeões. Mas, se você for visitar a cidade em uma época fora do calendário de jogos, faça um tour pelo estádio, pois é sempre possível. É muito legal e a estrutura impressiona.

6- Falam espanhol?

Os catalães são super separatistas. Há anos eles tentam separar o estado da Espanha. Nas ruas é comum falar o catalão (uma mistura de espanhol com francês). Na cidade todos são bilíngues e falam espanhol também, mas você pode sentir alguma resistência, em lugares pouco turísticos.

De qualquer forma, acho válido você garantir pelo menos o nível básico da língua espanhola, que é fácil de aprender, inclusive – CLIQUE AQUI e aprenda o idioma de forma rápida. 😉

7- É bom fazer compras em Barcelona?

É sim. Marcas europeias, como Zara e Mango, sempre oferecem coisas lindas a preços ótimos.

Você pode encontrar coisas diferentes também na Desigual e na famosa loja de departamento El Corte Inglés.

Ah, tem H&M também e algumas lojas de rua que vendem umas coisas bonitinhas ou de artesanato local.

Recomendo uma visita também na Outlet La Roca Village, da rede Premium Outlets. Achei uma calça linda da Versace uma vez por 40 euros e um óculos da Dolce & Gabanna por 60 euros.

 Ah, não esquece de ler este post sobre tax free, que fiz outro dia. Você pode receber parte dos impostos das compras de volta e isso costuma render um bom dinheiro.

😉

Comente! via Facebook