Categorias: América do Sul Argentina Buenos Aires Destinos

Buenos Aires: Como aproveitar o melhor da cidade sem cair em roubada

Buenos Aires, em uma primeira vista, lembra muito a Europa. Isso pelas suas construções, pela beleza dos parques, pela riqueza cultural e pela história marcante, nostalgicamente, sempre lembrada pelos argentinos.

A cidade é muito bonita mesmo e o vinho e o tango, muito mais do que símbolos, eternizam em sintonia a boa fama boêmia do lugar.

Apesar destes aspectos positivos, sempre que visito Buenos Aires, eu fico com aquela sensação de que ela parou no tempo, sabe. Economicamente é visível que a cidade ficou para trás. Muitos carros velhos pelas ruas, algumas linhas de metrô com trens de madeira. Não se vê muito os portenhos fazendo compras pela cidade também e, de fato, o luxo de duas décadas atrás, não está presente com o mesmo peso atualmente; grandes marcas, como Louis Vuitton, por exemplo, fecharam suas lojas nas imponentes ruas da Recoleta.

Outro aspecto que é impossível passar desapercebido são os 4 câmbios trabalhados diariamente pelos estabelecimentos comerciais na cidade. Por causa da desvalorização do peso argentino, muitos lugares aceitam euro, dólar americano, real ou peso argentino, como pagamento. Uma loucura.

De qualquer forma, não deixa de ser um lugar interessante para visitar.

O básico de Buenos Aires é o que todo bom roteiro propaga, não tem muito segredo. Precisa visitar a Plaza de Mayo e a Casa Rosada, sede da Presidência Argentina. A última vez que fui para esta região conversei com dois soldados que combateram na Guerra das Malvinas. Foi muito legal o nosso bate-papo.

O Caminito, com suas casas de lata coloridas e o tango nas ruas, é outro ponto que precisa ser visitado. Logo ali pertinho, tem o estádio La Bombonera, do Boca Juniors, para quem gosta de futebol. Só vale uma atenção especial com a região em 3 aspectos:

1: Não fale e nem vista nada de outros times de futebol (muito menos no que diz respeito ao River Plate).

2: Não dance e nem tire fotos com qualquer dançarina de tango que fica nas ruas antes de saber quanto elas cobram. Elas muitas vezes fazem poses sorridentes com você nas fotos e depois cobram fortunas.

3: Não visite a região pela noite. Alguns portenhos já me disseram que é perigoso.

BUENO115

BUENO128

Vale também uma visita à Floralis Generica, a flor de metal criada pelo arquiteto Eduardo Catalano. As pétalas da flor se abrem durante o dia e de noite fecham.

generic-flower-949178_640

Um passeio pela região portuária revitalizada Puerto Madero, além de muito gostoso, tem restaurantes ótimos e baratos.

Vista do Puerto Madero

Puente de la Mujer, Puerto Madero

O Teatro Cólon, lindamente construído e orgulhosamente apresentado pelos portenhos também é uma visita bacana de se fazer. Falando em espetáculo, apesar do preço BEM salgado do Señor Tango, o show é maravilhoso e foi o melhor que já assisti na cidade. Vale a pena o investimento e jantar á la Carlos Gardel.

Tem quem goste de dar uma volta na Florida, a rua de compras mais famosa de Buenos Aires, eu não gosto muito, mas confesso que já andei bastante por lá. Os preços das coisas são altos por ser lotado de brasileiros e outros turistas, mas tem uma loja de departamento que até tem uns achados de vez em quando – chama Falabella.  Ah, claro…Tem um shopping que vira e mexe tem umas coisas mais diferenciadas também. Ele se chama Galerías Pacífico.

Do meu ponto de vista, desde que deu esse “boom” de brasileiros em Buenos Aires, os preços das coisas só aumentaram nestes lugares mais turísticos. Quando vou para lá, confesso que faço umas compras num supermercado chamado Coto, que tem bons vinhos, produtos premium de cozinha, chocolates que eu gosto e ótimos alfajores.

Todo mundo ama os alfajores da Havanna e obviamente, sendo a marca argentina, lá é barato mesmo. Compre e traga caixas se você gostar muito, inclusive como lembrança da viagem para alguém que queira presentear, geralmente agrada todo mundo. Ou, se você quiser algo mais diferenciado, recomendo uma passagem no Cotto mesmo. Lá tem ótimos alfajores locais tão bons quanto o Havanna e mais barato. Tem um da Milka que eu super recomendo, inclusive.

O melhor sorvete da cidade é o Freddo e indico experimentar o de doce de leite. É bom mesmo.

Tem um pessoal que adora falar do Café Tortoni, porque é uma cafeteria histórica da cidade e apesar dos churros e do café serem muito bons, o atendimento é bem meia boca e sempre tem longas e demoradas filas de espera.

Outra coisas que os turistas adoram é visitar o Cemitério da Recoleta pela beleza e arquitetura dos túmulos. Sinceramente, nunca me interessei pelo passeio. Prefiro mil vezes tomar um solzinho nos gramados do Jardim Japonês, que é muito mais revigorante. Aliás, recomendo fortemente uma caminhada pelo bairro de Palermo – meu bairro preferido. Lá, em quase todo lugar, tem a boa empanada argentina para você se deliciar também.

Dicas importantes dentro da cidade 

Dentro da cidade, apesar das corridas de táxi serem baratas, recomendo MUITA atenção com os taxistas. Como os turistas nunca têm notas pequenas de dinheiro em mãos, muitas vezes eles dão notas falsas ao dar o troco para os turistas ou eles usam taxímetros adulterados. Por isso, somente pegue táxi de rede, tipo rádio-táxi ou Uber.

Sobre trocar dinheiro, não troque no Brasil, nos aeroportos ou na região de comércio da Florida, em Buenos Aires. Leve em real ou dólar e troque nas casas de câmbio distantes das partes turísticas. Você vai fazer seu dinheiro render muito mais assim.

Não ande pelo Caminito e nem pelo centro de noite. Conselhos de portenhos isto. O centro esta cada vez mais perigoso, com relação a roubos e assaltos.

* Sugestão nos arredores de Buenos Aires

Passeio pelo Delta do Tigre: Você pode ir na Estação Retiro de trem e de lá ir até a estação Mitre/Maipú. Em Maipú, você tem a opção de pegar um barco e passar o dia navegando pelo Rio Tigre e visitando as comunidades e condomínios que beiram as margens do rio. Tem várias lojas de artesanato diferentes para conhecer, boa comida e diversão. Muitos portenhos costumam ir para lá de fim de semana para curtir a família e a paz que o lugar oferece.

Passeio pelo Rio Tigre

😉


Leia Mais

Aprenda espanhol AQUI

Comente! via Facebook