O que fazer em Capri, como chegar e dicas

O que fazer em Capri e Anacapri em 1 ou 2 dias de viagem? Como chegar e conhecer a ilha? Onde se hospedar? Essas são perguntas comuns de quem quer conhecer um dos destinos naturais mais bonitos da Itália.

Na minha viagem por Capri passei por desafios comuns de turistas que vão à ilha, mas conheci um dos lugares que mais gostei no país também.

Neste post-guia vou lhe dar todas as informações úteis e necessárias para você planejar da melhor forma a sua viagem ao destino, saindo de Nápoles ou de cidades da Costa Amalfitana. Vamos lá!

Paisagem de Capri com relevo ao fundo
Vista de Capri com relevo ao fundo

O que saber sobre Capri

A Ilha de Capri, também conhecida apenas por Capri, é uma pequena ilha italiana, localizada no Golfo de Nápoles.

Com apenas 10,4 km de extensão, é um dos destinos de luxo mais procurados por celebridades de Hollywood e turistas afortunados durante o verão na Itália.

As ruas cheias de curvas, em meio ao azul turquesa do mar Mediterrâneo, não conseguem esconder as belíssimas paisagens da ilha e o persistente aroma de limão siciliano, da extensão de terras.

Um lugar inesquecível, sem sombra de dúvidas, que, se você tiver a oportunidade, precisa conhecer!

Quando ir

Como a ilha fica absolutamente lotada no verão e não é tão grande assim para caber tanta gente, recomendo fazer esta viagem no finzinho do inverno para a primavera, durante a primavera ou bem no comecinho do outono.

Assim dá para aproveitar o bom tempo (temperatura média de 24°C), sem ter tantas filas nos pontos turísticos.

No verão, a entrada na Gruta Azul, um dos principais pontos turísticos da ilha, por exemplo, pode demorar até duas. Pense bem quando deseja visitá-la.

Pôr do sol em Capri
Pôr do sol inesquecível em Capri

Quantos dias ficar em Capri

Tudo depende do seu rítmo de viagem. Eu costumo recomendar 2 dias, um inteiro para Capri e outro para Anacapri (que é outra comuna, mas fica do outro lado da ilha).

Como ir a Capri

Como Capri é uma ilha, só é possível chegar a ela de barco. Você pode encontrar transfers e tours que saem de Nápoles e também de cidades da Costa Amalfitana.

Entendendo as distâncias a Capri:

De Nápoles, a distância a Capri é de 42,5 km. De Positano, 31 km. De Sorrento, 17,4 km. E de Roma, 255 km.

Qual a distância de Capri
Distância da Ilha de Capri à Costa Amalfitana, Nápoles e Roma (Google Maps)

Onde está a Ilha de Capri no mapa da Itália

Onde é Capri no mapa da Itália
Onde fica Capri no mapa da Itália (Google Maps)

Os melhores transfers e tours para Capri, saindo de Nápoles:

Transfer privativo do aeroporto de Nápoles: o serviço inclui todos os transportes necessários até a porta do hotel em Capri. Valor: 160 euros.

Tour de 1 dia para Capri e Anacaprium tour de 1 dia pela ilha de Capri, com retorno a Nápoles posteriormente. O passeio inclui a Gruta Azul. Valor: 92 euros.

Passeio de 1 dia para Capri com paisagens e almoço incluído: ida e volta em balsa rápida, passeio com guia caprese. Não inclui ingresso da Gruta Azul. Valor: 110 euros.

Balsa regular que saí de Nápoles: dos transfers, é o que menos recomendo. Demora mais devido às longas filas e tempo para a lotação dos barcos.

No caso, não há guia, explicações e nem passeios, somente o transfer de barco à Capri, da Porta di Massa ou de Beverello. Valor: de 14,80 a 23 euros, por pessoa.

O preço varia de acordo com a velocidade, local de embarque e rota do barco.

Capri vista de cima
Ilha de Capri vista de cima

Os melhores transfers e tours para Capri, saindo de cidades da Costa Amalfitana:

De Positano, tour de 1 dia para Capri e Sorrento: o passeio de 8 horas passa por 2 destinos, inclui a visitação aos principais pontos turísticos de Capri e degustação do famoso limoncello. Valor: 129 euros.

A partir de Sorrento, tour de 1 dia a Capri, com tudo incluído: o passeio inclui tour completo, com visitação à Gruta Azul e almoço. Valor: 165 euros.

Também há barcos regulares que saem das cidades da Costa Amalfitana para a ilha, contudo, é importante comprar os ingressos com antecedência, principalmente, se for alta temporada.

Compre no guichê de cada destino.

Como se locomover dentro de Capri

Dá para se locomover de várias formas em Capri: a pé, de ônibus, taxi e barco.

  • A pé

Eu confesso que é possível, mas complicado. São muitas ladeiras e as ruas não têm calçada (o mesmo estilo de alguns pontos da Costa Amalfitana).

Os carros e ônibus passam bem rentes aos pedestres. A gente, literalmente, quase abraça a parede das casas.

  • Taxi

É caro, contudo são charmosos. Os carros são, na maioria, conversíveis e, como a ilha é perfumada e cheia de paisagens bonitas, garantiria uma experiência especial.

Carros conversíveis na Itália
Táxis conversíveis em Capri
  • Ônibus

Andar de ônibus em Capri também é caro e não é confortável. Custa 2,50 euros por pessoa, qualquer pequeno percurso.

Dá para gastar facilmente mais de 20 euros por dia e a maioria das viagens é em pé mesmo, porque está sempre cheio.

Neste sentido, o que eu acho que vale mais a pena é contratar um minibus semi-privado, porque ele passa por todos pontos turísticos de Capri, é mais confortável e tem o preço fixo de 15 euros por dia.

Os italianos que visitam a ilha costumam usar este transporte, por sinal.

O que fazer em Capri

Tour de barco ao redor da ilha com visita à Gruta Azul

A primeira coisa que fiz foi o famoso tour de barco com ida à Gruta Azul (18 euros).

Este passeio só é realizado se as condições climáticas forem favoráveis. Por sorte, o dia estava lindo e pude fazer o passeio.

Cerca de 15 pessoas entraram em uma lancha robusta e um guia italiano começou a mostrar as paisagens da ilha e o Vulcão Vesúvio, não tão distante dali.

Barco na ilha de Capri
Tour de barco ao redor da ilha

O meu barco, primeiramente, contornou a ilha toda, de onde pude ver parte dos pontos principais pontos turísticos da cidade: Gruta Verde, Faraglioni de Capri, Estátua do Scugnizzo, Gruta Branca e a Gruta Azul.

Detalhes de cada ponto turístico

A Gruta Verde é a primeira parte do passeio, que impressiona de verdade.

O mar mostra tons muito bonitos de azul, que mudam de acordo a claridade do dia. Ali também dá para ver os corais em cor lilás, que brilham, como diamantes, com a luz do sol.

Rochas e as águas verdes em Capri
Visita à Gruta Verde durante tour de barco

Os Faraglioni de Capri são rochas tidas como cartão-postal da cidade. Passar pelo buraco da pedra, de barco, é muito legal.

Apenas a título de curiosidade, nestas rochas já foram gravadas propagandas da Dolce & Gabbana, para o perfume Light Blue.

Barco passando pelo buraco da rocha
Faraglioni de Capri
Barco passando pelo buraco da rocha
Barco passando pelo buraco dos Faraglioni de Capri

A estátua do Scugnizzo, feita em bronze, mostra um rapaz, com a mão estendida, dando as boas-vindas aos visitantes da ilha.

É tão pequena, que chega a ser difícil encontrá-la. Confesso que é engraçado ver os turistas dando um tchauzinho para ela.

Estátua do Scugnizzo, em Capri
A pequena estátua do Scugnizzo na rocha

A Gruta Branca fica na encosta. Há uma formação rochosa que dizem ser parecida com Nossa Senhora.

Quando você escutar os marinheiros italianos falando para procurar a Madonna, procure por ela.

Rochas da ilha de Capri e o Mediterrâneo
Vista da Gruta Branca
Formações rochosas em Capri
À procura de Nossa Senhora no interior da Gruta Branca

A Gruta Azul é maravilhosa, mas vou começar com uma crítica. É preciso pagar mais 14 euros para entrar nela (valor pago na hora) e o passeio adicional dura 5 minutos.

Você sabia que o seguro viagem é obrigatório na Itália? 

Evite problemas com as autoridades e viaje com tranquilidade.

Escolha agora a melhor opção de seguro viagem para você, por um custo bem baixo por dia e garanta um excelente desconto com o cupom ARESDOMUNDO.

Seguro Viagem: Europa
GTA 75 EUROMAX GTA 75 EUROMAX Assistência médica USD 75.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 26/dia*
Intermac EUROPROMO 40 (Exceto EUA) Intermac EUROPROMO 40 (Exceto EUA) Assistência médica EUR 40.000 Bagagem extraviada EUR 500 (SUPLEMENTAR) R$ 19/dia*
TA 100 MUNDO (exceto EUA) TA 100 MUNDO (exceto EUA) Assistência médica USD 100.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 24/dia*
Como funciona o passeio à Gruta Azul

Lá há vários barcos pequenos conduzidos por marinheiros, que retiram as pessoas dos barcos grandes, que iniciamos o tour. Eles as acomodam nas pequenas embarcações.

Em cada uma delas entra no máximo 4 pessoas, já que a abertura da gruta é bem pequena e o barco também precisa ser.

Barcos no mar Mediterrâneo
Mudança de barco para entrar na Gruta Azul

Quando a gente entra neste barco e já está sentado de forma confortável, passa numa fila para pagar o passeio.

Muita atenção nesta hora, porque tentaram me dar o troco em Lira, moeda antiga da Itália (obviamente, não aceita em lugar nenhum).

Se não tivéssemos gritado para parar o barco, o marinheiro não teria voltado para corrigirem “o erro”. Se possível, leve já trocado.

Quando tudo foi acertado e já mais perto da entrada da Gruta, quase deitamos no barco, como o marinheiro pediu, para conguir entrar no minúsculo orifício da gruta.

Quando entramos, estava muito escuro, não via nada, mas dai o barquinho começou a dar meia volta e dai vi a maravilha natural que tanto queria!

Para dar mais vida à experiência, como se não faltasse nada, o marinheiro começou a cantar músicas italianas, que ecoavam nas paredes das rochas. Veja o vídeo de como foi a experiência.

Mar turquesa dentro da Gruta Azul
Interior da Gruta Azul
Intensidade do mar na Gruta Azul
Beleza do Mar Mediterrâneo dentro da Gruta Azul

O marinheiro cantarolando deu duas voltas na pequena gruta e saiu pelo mesmo buraco que entrou.

Deixou-nos de volta na lancha, pediu ainda mais dinheiro (gorgeta), mas nem eu e nem o casal de ingleses contribuímos.

Quando retornamos à lancha do tour, várias pessoas que não quiseram fazer o passeio à Gruta Azul estavam com trajes de banho tomando sol.

Entramos no clima para aguardar o término do passeio de todos que estavam na nossa embarcação.

Marina Grande

De volta às terras capreses, seduzida pelo sol, que fazia um certo tempo que não via no norte da Itália, procurei pelo Porto e praia Marina Grande.

Vista panorâmica da Marina Grande
Praia Marina Grande, em Capri

O mar era geladíssimo e não tinha areia (somente pedras que machucavam bastante os pés sem sapatos).

Apesar de não ser uma praia daquelas que costumo gostar, era o suficiente para europeus, carentes de sol, estenderam as suas toalhas e permanecerem por horas ali.

Confesso que não fiquei muito tempo e fui buscar outros atrativos da ilha.

Turistas na Marina Grande, em Capri
Turistas carentes de sol nas pedras desconfortáveis da Marina Grande

Piazzeta de Capri

Que lugar encantador! Cheio de mirantes voltados para o mar, vários tipos de flores, pés de limão siciliano e laranjas por todos os lados. Quis por um momento ter uma casa ali.

Prédios da Piazzeta de Capri
Centro da Piazzeta de Capri

As ruas do centro, além de serem muito charmosas, têm restaurantes bonitos, lojas de grife e produtos artesanais perfumados.

Confesso que andei sem qualquer mapa e percorri cada canto seguindo o que mais me interessava.

Comércio no centro de Capri
Ruas do centro de Capri
Limão siciliano na janela
Pé de limão siciliano na casa

Villa Jovis e Jardins de Augusto e Via Krupp

Próximo à praça principal há dois grandes atrativos: Villa Jovis, residência do antigo Imperador Tibério, construída no século I, e os Jardins de Augusto e Via Krupp, formados por vários terraços floridos que garantem ótimas fotos com os Faraglioni de Capri, ao fundo.

A Via Krupp é um extenso caminho, que segue a curvatura das rochas até a Marina Piccola, outro pequeno e famoso porto da cidade.

Como é a Via Krupp
O labirinto da Via Krupp

Marina Piccola

A praia com vista para os Faraglioni é a preferida entre muitos habitantes de Capri. Diz a lenda que Ulisses foi encantado pelo canto das sereia neste local.

Flores e barcos na Marina Piccola
Beleza da praia de Marina Piccola

O lugar é aconchegante, muito bonito, perfumado, mas também não tem areia. Somente pedras.

Praia e rochas da Marina Piccola
Praia Marina Piccola

Não fique sem internet de qualidade no exterior e nem pague pelos altos custos de roaming internacional!

Compre seu chip internacional de celular e receba em casa já programado, antes mesmo de viajar.

Assim você poderá garantir internet e telefone no exterior, sem se preocupar!

USE O CUPOM DE DESCONTO “PROMO10” E GARANTA O SEU CHIP INTERNACIONAL COM O MELHOR CUSTO-BENEFÍCIO.

O que saber sobre Anacapri  

Anacapri é outra comuna, contudo, faz parte da ilha como um todo.

Ela fica a apenas 8 km de Capri e é bem simples de ir até lá, já que algumas linhas de ônibus regulares vão para este lado da ilha (ou mesmo táxi, se você quiser).

Anacapri é uma versão mais simples e barata de Capri e também a parte mais alta da ilha.

As paisagens de lá são belíssimas e mostram os contornos geográficos por diferentes perspectivas.

Compre souvenirs em Anacapri

Em Anacapri é possível ver muitas lojas de souvenir, assim como em Capri. Contudo, o preço é um pouco menor que em Capri.

Tendo interesse em comprar, por exemplo, limoncello, artesanatos ou enfeites para casa, é possível encontrar boas opções neste lado da ilha.

limoncello
Limoncello, a popular bebida da região italiana

Monte Solaro

O mais conhecido de todos é o Monte Solaro que, por si só, já vale a experiência.

É necessário pegar um teleférico, que demora 17 minutos para chegar ao cume. Infelizmente, o tempo fechou no dia que fui, mas é um lugar interessante, sim.

Arquitetura do Monte Solaro e vista para Capri
Monte Solaro, em Anacapri

O teleférico pode assustar quem tem medo de altura, pois se trata de uma cadeirinha para uma pessoa apenas e sobe um monte bem alto, mas a altura entre os pés e o chão não passa de 3 andares, se comparado com um prédio, por exemplo.

Teleférico subindo o Monte Solaro
Teleférico ao Monte Solaro
Vista panorâmica de Anacapri do teleférico
Paisagem vista do teleférico ao Monte Solaro

Eu não fui ao Farol e nem à Villa Damecuta, pois toda Capri oferece perspectivas diferentes de paisagens, mas se você busca novas vistas, vale a pena ir a estes locais.

Centro histórico de Anacapri

O centro histórico de Anacapri é bem mais simples que o de Capri, mas bonitinho também. Vale a pena reservar uma hora para o passeio.

Rua comercial de Anacapri
Centro histórico de Anacapri

Se hospedar em Capri ou Anacapri

Há mais opções de hotéis em Capri e, como os principais pontos turísticos estão lá, recomendo que se hospede por lá.

Quando for escolher uma hospedagem, opte por duas localizações: centro de Capri, ali nas imediações da Piazzeta ou próximo ao porto.

Eu me hospedeu no Relais Maresca, um incrível hotel de luxo, com excelente custo-benefício, na região do Porto.

Acho bem adequado para casais, inclusive, em lua de mel.

Relais Maresca
Suíte confortável do Relais Maresca, em Capri

Caso você queira analisar outras opções de hotéis, veja abaixo o mapa interativo, com todos os estabelecimentos da ilha sendo apontados por localização e preço.

Booking.com

 

Nos arredores de Capri

Assim como é fácil chegar a Capri, é muito fácil ir parra outros destinos também.

Tendo um tempo livre, visite Pompeia, a cidade em que pessoas foram petrificadas quando o vulcão Vesúvio entrou em erupção.

Outra sugestão que dou é conhecer um dos incríveis hotéis de Positano. Vale muito a pena investir no dolce far niente da bonita cidade da Costa Amalfitana!

Se tiver dúvidas sobre a Ilha de Capri, assista esta vídeo abaixo, pois é bem esclarecedor 😉

vídeo principais atrações de Capri
Vídeo Youtube: 2 dias na Ilha de Capri, como são as principais atrações e curiosidades

E conte para a gente a sua experiência na ilha, vamos gostar de saber como foi a sua viagem! 🙂

Também recomendo na Itália

O que fazer em Nápoles: top 13 das atrações e pizza

Museu do Vaticano e Capela Sistina: dicas e ingressos

Cidades românticas da Itália: top 7 para 2021!

Um hotel perfeito, com praia particular em Amalfi

Roma e Vaticano em 4 dias: atrações, hotéis e segurança

O que fazer em Florença: guia e tour 100% gratuitos

O que fazer em Milão, onde dormir e fazer compras

Tour para Lucca: como ir, o que fazer e onde comer

O que fazer em Pisa: tour de Florença, atrações e dicas

Carnaval na Itália: onde ir, dicas e bailes

3 dias em Veneza: tour de gôndola, onde dormir e dicas

O que fazer em Bérgamo: guia gratuito para 1 ou 2 dias

O quê falta para a sua viagem?

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários

  1. Avatar
    Angela
    16/09/2018

    A gruta azul é linda! Adorei o seu site!

    • Leda De Luca
      12/11/2018

      Muito obrigada, é feito com bastante carinho.
      A Gruta Azul é um espetáculo. Capri toda é, na verdade.
      🙂