4 dias na Costa Amalfitana: atrações, transporte e dicas

Considerada como Patrimônio Mundial da Humanidade, a Costa Amalfitana é um conjunto de treze comunas voltadas para o Mar Mediterrâneo.

As pitorescas casas coloridas encravadas no relevo, aliadas à bonita natureza da região e à história com mais de dez séculos, fazem desta parte da Campânia um dos melhores roteiros de luxo da Itália.

Em uma viagem de 4 dias pelas sinuosas curvas da estrada SS 163, preparei um guia completo com dicas sobre transporte, hospedagem e as melhores atrações no destino.

Casas de frente para o mar e montanha ao fundo
Vista panorâmica da Costa Amalfitana

A estrada cheia de curvas

A estrada SS 163 é mesmo estreita. De duas mãos, uma para vir e outra para voltar, apresenta curvas fechadas e altos precipícios – uma dose de adrenalina a mais para quem opta por fazer o trajeto de ônibus. A descrição pode soar assustadora, mas a experiência dirigindo nela é bem menos tensa do que o propagado.

Primeiramente, não é possível que nenhum veículo aumente muito a velocidade, já que costuma ter bastante trânsito, principalmente nas estações mais quentes do ano.

Além disso, há vários pontos onde turistas estacionam seus carros para tirar fotos ou paradas de ônibus locais.

Então, a todo o momento, sempre há um ponto de lentidão ou de parada mesmo. A minha velocidade durante todo o percurso, por exemplo, foi de 0 a 25km/h, em carro alugado.

A distância entre as comunas

Outro fator a ser considerado é a distância entre as comunas, que é bastante curta. De Amalfi a Sorrento, por exemplo, é de apenas 32 km.

Foi tão rápido que, quando me senti um pouco mais experiente dirigindo por lá, cheguei ao meu destino.

Também é possível fazer o percurso entre as comunas de ônibus (como mencionado acima) ou barco, contudo, recomendo atenção, pois o transporte terrestre local costuma ser bastante cheio e, em locais mais remotos, mal tem uma vez por dia.

Os barcos costumam ser mais caros, mas são eficientes, se o tempo estiver bom.

Consulte a linha Circumvesuviana e a empresa de ônibus Sita, para informações sobre transportes públicos.

Onde se hospedar

É muito comum escolher um único ponto para se fixar na Costa Amalfitana e, a partir do local, fazer viagens diárias para as outras comunas.

Muitos turistas optam por se hospedar em Amalfi (a mais popular e mais bem localizada), mas a paisagem que mais me agradou foi a de Positano, a 17 km.

Casas em montanhas e mar com diferentes tons de azul
Vista do hotel Villa Franca Positano
Costa Amalfitana: Casas coloridas nas montanhas de Positano
Casas de luxo em Positano

Em ambas as comunas, contudo, é possível ter boas experiências com a hospedagem.

No caso, recomendo fortemente o hotel boutique Villa Franca Positano, em Positano, e o reduto de luxo Santa Caterina, em Amalfi.

Vista para piscina e mar ao fundo
Piscina de água salgada do Mediterrâneo e praia particular no hotel Santa Caterina

Investir em um bom hotel faz a diferença, pois nenhuma das comunas tem uma extensa variedade de atividades turísticas.

Uma experiência de conforto e relaxamento diante da bela paisagem da região faz bastante sentido em uma passagem pela Costa Amalfitana.

As melhores atrações da Costa Amalfitana

Sorrento

Brindar o pôr do sol

O pôr do sol sorrentino é famoso na região e o melhor local para observar o evento natural é na Villa Comunale.

O luxuoso hotel Bellevue Syrene tem um restaurante e um bar com uma vista perfeita para o adeus ao sol. Diariamente, ele é aberto para hóspedes e clientes externos.

Degustar o famoso limoncello ou produtos derivados do limão local

O limoncello é um licor feito com água, limão, álcool e açúcar. É originalmente produzido no golfo de Nápoles e em outras regiões do sul da Itália.

Muitas lojas oferecem a degustação do licor, mas o ideal é experimentá-lo bem gelado e como aperitivo antes de uma refeição.

Outras alternativas à forte bebida alcoólica seriam a spremutta de limão siciliano (suco de limão maravilhoso) ou o sorvete artesanal da fruta.

Costa Amalfitana: Garrafas de Limoncello e temperos em cestas
Limoncello e especiarias no comércio de Sorrento

Conhecer o trabalho dos artesãos da comuna

A partir da Piazza Tasso é possível explorar toda a zona de comércio sorrentina, que é composta por lojas de pintura, escultura e costura.

Além disso, também há vários estabelecimentos que vendem massas artesanais e doces de limão siciliano, dos mais variados tipos.

Costa Amalfitana: Lojas de rua com produtos diversos em Sorrento
Típicas lojas de Sorrento, em rua comercial

Ver o vulcão Vesúvio bem de perto

O Vesúvio, quando entrou em erupção no ano 79, transformou a população de Pompéia e Herculano em pedra.

Como Sorrento é muito perto do perigoso vulcão, é possível vê-lo de vários cantos da cidade, principalmente do Parque Nacional do Vesúvio (que não fica exatamente em Sorrento, mas é possível fazer um tour de um dia até lá).

Próximo ao vulcão, também há uma farta zona de cultivo, pois especialistas dizem que as terras são mais férteis.

É muito comum notar empresas oferecendo tours para conhecer os vinhos, azeites e os famosos tomates San Marzano, por exemplo.

Pessoa petrificada em Pompéia
Pessoa petrificada pelo vulcão Vesúvio, em Pompéia

Você sabia que o seguro viagem é obrigatório na Itália? 

Evite problemas com as autoridades e viaje com tranquilidade.

Escolha agora a melhor opção de seguro viagem para você, por um custo bem baixo por dia e garanta um excelente desconto com o cupom ARESDOMUNDO.

Seguro Viagem: Europa
GTA 75 EUROMAX GTA 75 EUROMAX Assistência médica USD 75.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 26/dia*
Intermac EUROPROMO 40 (Exceto EUA) Intermac EUROPROMO 40 (Exceto EUA) Assistência médica EUR 40.000 Bagagem extraviada EUR 500 (SUPLEMENTAR) R$ 19/dia*
TA 100 MUNDO (exceto EUA) TA 100 MUNDO (exceto EUA) Assistência médica USD 100.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 24/dia*

Fiordo di Furore

Desvendar o charme da pequena praia

Um canto muito charmoso, beirando a estrada, é uma popular atração da Costa Amalfitana.

A pequena praia, onde barcos estão estacionados e uma ponte suspensa no alto, compõe a paisagem. A faixa de areia é realmente muito pequena, por isso, é recomendado chegar cedo.

Positano

Um momento “Dolce Far Niente”

Positano tem um comércio farto, mas não muitos pontos turísticos. Com exceção da Igreja Santa Maria Assunta, símbolo cultural de Positano, do século XVII, há lojas de arte, roupas em tom pastel, souvenirs e restaurantes, que disputam a melhor vista para o Mediterrâneo.

Entre um estabelecimento e outro, vale a pena parar em um lugar bonito, desconectar do mundo e ler um bom livro.

Costa Amalfitana: Loja de roupas e rua de comércio italiana
Roupas em tons pasteis em lojas de Positano
Vista panorâmica de Positano
Conhecendo os encantos de Positano

Amalfi

Passear pelo comércio popular

Esta é a mais popular cidade do perímetro e também a que dá nome à Costa.

Os poucos quilômetros que separam Positano de Amalfi revelam uma grande diferença, em termos de exclusividade, valor dos restaurantes e atrações.

Enquanto Positano é bem mais cara e com poucas atividades turísticas e movimento, Amalfi é repleta de crianças locais correndo pelas ruas e lojas com preços populares abarrotadas de gente.

Costa Amalfitana: casas em rua de Amalfi e produtos diversos a venda
Rua comercial e típica loja de souvenirs em Amalfi

A meu ver, a praia e a paisagem não são tão bonitas, quanto as de Positano, mas é também um local culturalmente interessante para explorar.

A catedral que demorou 10 séculos para ser construída

A lindíssima Catedral de Amalfi, localizada na Piazza del Duomo, é uma construção católica romana medieval dedicada ao apóstolo André.

Ela começou a ser construída no século IX e somente foi finalizada no século XIX. Por ter demorado tanto tempo para a sua finalização, ela passou por vários períodos da história da arte e tem traços do estilo barroco, bizantino e árabe-normando.

É realmente muito bonita e destoa facilmente de qualquer outra construção na rua.

Frente de igreja em Amalfi e turista na escada
Catedral que demorou 10 séculos para ser construída em Amalfi

Conhecer o papel que era usado no século XIV

Originalmente, desde o século XIV, o Museo della Carta é um moinho medieval que fabrica papel.

Com maquinários do período, ainda em funcionamento, é possível conhecer mais sobre a técnica de produção do antigo papel e também as primeiras folhas da Europa.

Ravello

A mais bela vista panorâmica

A mais de 300 metros de altura, este é o melhor lugar para se ter uma vista panorâmica da Costa Amalfitana. Dá para se perder no tempo facilmente com o visual.

Caminhar pelos jardins floridos da Villa Cimbrone

A Villa Cimbrone é uma mansão com histórico desde a Era do Ouro, no século XI, embora hoje funcione como um hotel de luxo.

Os seus jardins são considerados públicos e são tão grandes, que há tours para explicar os detalhes das plantas, fontes e estátuas. Todo o percurso leva o visitante até o mirante Terrazzo dell’Infinito.

Costa Amalfitana: Rua com esculturas e mar e montanha ao fundo
A vista para o Mediterrâneo e as esculturas da Villa Cimbrone
Costa Amalfitana: Mirante com esculturas e mar ao fundo
Um dos mirantes da Villa Cimbrone

Vietri Sul Mare

Os azulejos com a essência amalfitana pintados à mão

Quase no extremo da Costa está Vietri Sul Mare, local conhecido pelos azulejos coloridos pintados à mão.

Várias residências e hotéis da Itália usam este azulejo, pois são de extrema qualidade e passam a essência viva e única da região.

O trabalho é realmente bonito. Veja este hotel que fiquei hospedada em Capri e como eles fizeram a aplicação dos azulejos por todo o banheiro da minha suíte.

Se tiver dúvidas sobre a Costa Amalfitana, deixe abaixo a sua mensagem, que logo te retornamos 😉

Também recomendamos

O que fazer em Capri, como chegar e dicas

Curiosidades de Nápoles: 15 verdades e mentiras

O que fazer em Verona, a cidade do Romeu e Julieta: top atrações, mapa e dicas

Um petisco italiano fácil de fazer para surpreender as visitas

Como harmonizar vinhos: guia rápido e necessário

O quê falta para a sua viagem?

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *