7 Castelos de Nápoles: localização, horário e ticket

Em meio ao caos urbano, pizzas saborosas, um lindo litoral e uma população amistosa, os Castelos de Nápoles trazem à cidade italiana um ar medieval, que poucos conhecem.

Desde o início de sua história, no século VIII a.C., Nápoles já foi uma colônia grega, passou pelo domínio do Império Romano e Angevino, fez parte do Reino das Duas Sicílias e até foi dominada por Napoleão.

Com esse grande contexto histórico, não seria surpresa se eu dissesse que ela tem 7 castelos, né?

E tem mesmo! Dentro dos seus limites urbanos estão os castelos:

  • Sant’Elmo
  • Dell’Ovo
  • Nuovo
  • Capuano
  • Aselmeyer
  • Nisida
  • Palazzo donn’Anna
foto do castelo nouvo
Entrada do Castelo Nuovo e a suas três torres

Por isso, se você tem interesse em conhecer essas grandes construções do sul da Itália, bem próxima ao incrível sítio arqueológico de Pompeia, leia este post com bastante atenção.

Nele, contarei a história de cada um deles e darei todas as informações para a sua visita, como: endereço, horário de visitação e preço dos melhores ingressos.

O que saber sobre os 7 castelos de Nápoles

1) Castel Sant’Elmo

História

As primeiras notícias que se tem da construção do Castel Sant’Elmo são do ano de 1275.

Ele foi erguido a cerca de 250 metros acima do mar e tem uma linda vista para o centro histórico da cidade, vulcão Vesúvio e o Golfe de Nápoles.

Vista do Castelo de Sant'Elmo
Vista do centro de Nápoles, a partir do Castelo de Sant’Elmo

O seu nome é uma homenagem a igreja de Sant’Erasmo, que se transformou em “Elmo”. Ela ficava na parte superior da cidade, como o castelo.

Em 1329, o Castelo de SantÉlmo foi transformado em um Palácio Real. O Rei Roberto I o usou como residência. Desde então, muitos nobres passaram por lá.

Um terremoto derrubou algumas paredes e as duas torres da fortificação, em 1456, sendo necessário fazer a primeira restauração de sua história.

Castelo de Nápoles
Lateral do Castelo de Sant’Elmo, em Nápoles

Entre 1860 e 1952, o virou um presídio militar, ficando sob o comando das forças armadas até 1976.

Em 1982, transformou-se em museu, conhecido como “Novecento”. E hoje ele é um dos principais pontos turísticos de Nápoles e, é aberto para visitação.

Ingressos

Custa 2,50 euros, mas pode ser gratuito para quem tem o Naples Pass.

Horário de funcionamento

De quarta a segunda (das 8h30 às 19h30h).

O Museu Novecento está aberto nos mesmo dias, mas das 8h30 às 17h30.

Endereço

Via Tito Angelini, 20/A, 80129 Napoli NA, Itália.

Adquira o Naples Pass e obtenha acesso gratuito a mais de 100 atrações de Nápoles, inclusive a museus, a cidade subterânea e às catacumbas!

Algumas das atrações incluidas no Naples Pass:

  • Museu Arqueológico de Nápoles
  • Palácio Real de Caserta
  • Castelo do Ovo
  • Catacumbas de Nápoles: San Gennaro e San Gaudioso
  • Museu de Capodimonte
  • Parque Arqueológico de Pompeia
  • Museu Madre
  • Napoli Sotterranea
  • Teatro São Carlos

QUERO SABER MAIS SOBRE O NAPLES PASS

Naples Pass
O Naples Pass pode ser usado no celular

2) Castel dell’Ovo

História

Construído na ilha de de Megaride, o Castel dell’Ovo recebeu este nome por causa de uma lenda, do século VIII a.C.

Na história, o poeta Virgílio, considerado um mago, escondeu um ovo mágico que protegeria a fortaleza.

Como é o Castelo dell'Ovo
O Castelo dell’Ovo é bastante procurado pelos visitantes de Nápoles

Se ele quebrasse, o castelo entraria em colapso e a cidade sofreria uma série de catástrofes.

Até o início do século XVI, o castelo tinha a função de Palácio Real.

Rômulo Augusto, último Imperador de Roma, esteve no local em 476, porém, já não exercia mais esta função.

O Castelo dell´Ovo já foi uma prisão e a sede da Câmara Municipal.

Passou por diversas restaurações ao longo dos anos.

Castelo dell’Ovo é um dos castelos de nápoles
Lateral do Castelo dell’Ovo

Atualmente, ele é um dos Castelos de Nápoles aberto para visitações e exposições.

É bastante procurado por quem busca boas fotos, pela sua localização priveligiada, no Golfo de Nápoles.

Ingressos

Entrada gratuita.

Horário de funcionamento

De segunda a sábado (das 9h às 20h). Domingos e feriados (das 9h às 18h).

Endereço

Via Eldorado, 3, 80132 Napoli NA, Itália.

>>> Leia também! O que fazer em Capri, como chegar e dicas

3) Castel Nuovo

História

O Castel Nuovo foi erguido após um pedido de Carlos I de Anjou, a partir de 1279.

Ele achava que as outras fortificações da cidade não eram dignas de uma realeza.

visitar o Castelo nuovo
A entrada do Castelo Nuovo fica perto do Porto de Nápoles

Quando a cidade foi invadida pelos aragãos, no século XV, o Castelo Nuovo, também conhecido por “Maschio Angioino”, passou por uma grande transformação.

Ele tornou-se uma grande fortaleza, deixando de ter o status de uma residência real.

Atualmente, além de receber turistas interessados em conhecer as suas instalações, ele também abriga o Museu Cívico, outra das atrações curiosas de Nápoles.

Castelos de Nápoles: Castelo Nuovo
Castelo Nuovo e sua área externa vistos da rua

Ingressos

Custa 6 euros, mas também pode sair sem custo, caso você tenha o Naples Pass.

Horário de funcionamento

De terça a sábado (das 8h30 às 19h).

Endereço

Via Vittorio Emanuele III, 80133 Napoli NA, Itália.

4) Castel Capuano

História

Construído no século XII, por Guilherme I, filho de Rogério II da Sicília, o primeiro monarca do Reino de Nápoles, o Castel Capuano leva este nome por estar em uma parte das muralhas da cidade.

No caso, as muralhas ficavam no caminho para a cidade de Cápua.

Castelos de Nápoles
Fachada do Castelo Capuano (divulgação)

Durante o vice-reinado espanhol de Pedro Álvarez de Toledo, no século XVI, o castelo passou a abrigar vários escritórios administrativos da cidade, além de se transformar no Palácio da Justiça, conhecido localmente como “Vicaria” .

As suas caves, inclusive, serviam de prisão.

As armas do Imperador Carlos V, que esteve em Nápoles, no ano de 1535, ainda são visíveis na entrada do castelo.

Ao longo dos anos, ele passou por muitas transformações e já não conserva grande parte de sua estrutura original.

Recentemente, ele abrigou o Tribunal de Justiça da cidade e agora se prepara para se transformar em um museu.

Ingressos

Entrada gratuita.

>>> Leia também! Museu do Vaticano e Capela Sistina: guia e top ingressos

Horário de funcionamento

De segunda a sexta (das 8h30 às 18h30).

Endereço

Piazza Enrico de Nicola, 74, 80139 Napoli NA, Itália.

Já sabe onde vai se hospedar em Nápoles?

Garanta a sua hospedagem agora em Nápoles e conte com o suporte de uma empresa séria, sempre pronta para o atendimento, diante de qualquer necessidade.

Encontre a sua hospedagem ideal no mapa digital de Nápoles. É simples, rápido e prático!

Booking.com

5) Palazzo donn’Anna

História

Originalmente erguida por Dragonetto Bonifácio, no início do século XV, o Palazzo donn’Anna passou por diversas mãos, até ser herdado, em 1630, pela duquesa de Stigliano, Anna Carafa.

Por ordem da duquesa, a construção, que fica à beira do mar, passou por uma grande reforma, assim como outros Castelos de Nápoles.

Ao longo dos anos, segundo o folclore de Nápoles, o Palazzo donn’Anna foi o palco de assasinatos e episódios sórdidos.

Os eventos envolveram a rainha Joana I de Nápoles, e filha de Carlos, duque da Calábria.

Palazzo donn'Anna castelos de napoles
Palazzo donn’Anna visto da rua (google street view)

Infelizmente, não há passeios pelo local. Por ser uma construção privada, ele é aberto esporadicamente para visitas guiadas.

Por isso, o horário e o preço dos ingressos são definidos quando há algum evento definido.

Endereço

Largo Donn’Anna, 80123 Napoli NA, Itália.

>>> Leia também! Roteiro pela Costa Amalfitana de 1, 2, 3 ou 4 dias + mapa

6) Castello Aselmeyer

História

Assim como o Palazzo donn’Anna, o Aselmeyer é um dos Castelos de Nápoles que não recebe visitas, por ser uma construção particular. Inclusive é habitada por cidadãos locais.

Inaugurado em 1902, o Castello Aselmeyer é um exemplo da arquitetua neo-medieval.

O projeto foi do italiano Lamont Young, que o fez para ser a sua residência, mas dois anos depois vendeu para o banqueiro Carlo Aselmeyer.

Castelos de Nápoles: Castello Aselmeyer
Castello Aselmeyer, virou um edifício repleto de apartamentos (google street view)

Ao longo dos anos, as suas grandes salas foram sendo transformadas em apartamentos e vendidos para outras pessoas.

Que bom que pelo menos mais de uma família pode ter este privilégio, não?

Endereço

Corso Vittorio Emanuele, 165 – 80121 Napoli.

7) Castello di Nisida

História

Erguido no século XVI e localizado na ilha de Nisida, bem próximo ao sul de Nápoles, o Castello di Nisida é, atualmente, a sede do Instituto Penitenciário para Menores da cidade.

Por isso, assim como o Castello Aselmeyer e o Palazzo donn’Anna, é um dos Castelos de Nápoles que não pode receber visitantes em sua área interna, embora seja possível chegar até a ilha.

Ilha de Nisida
Ilha de Nisida onde está o castelo que leva o seu nome

No passado, na época se sua construção, ele serviu de fortaleza no sistema defensivo da cidade.

Em seguida, foi reformado para melhor atender o sistema de defesa contra os ataques do pirata Barbarossa, entre Calábria e Ischia.

No século XVIII, ele perdeu a sua função defensiva e foi utilizado como prisão para criminosos e presos políticos.

Endereço

Nisida, 80124 Napoli NA, Itália.

Ficou interessado em conhecer os Castelos de Nápoles, mais ainda tem alguma dúvida? Ou gostaria de compartilhar a sua experiência na cidade?

Deixe a sua mensagem que logo vamos te responder.

Também recomendo na Itália

Mapa da Itália com 15 guias gratuitos de cidades

Onde se hospedar na Costa Amalfitana: 5 top hotéis

Veneza de noite: top 7 atrações e dicas

Lido de Veneza: como é a praia, como ir e dicas úteis

O que fazer em Vicenza, onde comer e se hospedar

Cidades românticas da Itália: top 7 para 2021!

Tour para Lucca: guia com o que fazer e onde comer

O que fazer em Veneza, quando ir e onde se hospedar

Onde se hospedar em Milão: top 5 dos hotéis

Depósito de malas de Malpensa: tudo sobre o locker de Milão

O que fazer em Bolonha, onde comer e Mundo da Ferrari

Carnaval na Itália: onde ir, dicas e o baile em Veneza

O que fazer em Bérgamo: guia gratuito para 1 ou 2 dias

Arena de Verona: melhores tours, óperas e dicas

Burano, Murano e Torcello: como ir e o que fazer

O que fazer em Verona: top atrações, mapa e dicas

O quê falta para a sua viagem?

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *