Londres para principiantes: atrações e dicas completas

Afinal, quantos dias são necessários para conhecer uma grande cidade? Tratando-se de um destino como Londres, é possível ir à capital da Inglaterra quantas vezes quiser que sempre terá uma novidade. Moderna e ao mesmo tempo tradicional, a sede da Monarquia Britânica é um dos locais mais procurados do mundo.

+ Onde tomar chá das 5 em Londres

Por isso, preparei um guia com o que há de mais conhecido para desvendar. Mas prepare-se para horas intensas. Coloque um tênis bastante confortável e aproveite, já que cada esquina esconde uma história, um conto de Shakespeare ou uma investigação de Sherlock Holmes.

Arquitetura inglesa de Londres
Parte turística de Londres, com Big Ben ao fundo

Antes de começarmos, Londres é uma cidade cosmopolita, onde é possível encontrar pessoas de todo o mundo, mas o idioma oficial é o inglês. Então, se você não tem dificuldades com o “idioma universal”, será mais fácil se dar bem por lá. A moeda é a libra esterlina, que tem uma cotação superior ao dólar e ao euro.  

Guia completo de Londres

Um pouco sobre a história da cidade  

Capital do Reino Unido, Londres foi fundada pelos romanos, no ano 43, com o nome de Londinium. Cercada por uma muralha, ela foi a capital Roma Britânica, no Século II e não parou de crescer. Nos anos seguintes, chegou a ter cerca uma população de 50 mil pessoas.

A sua primeira crise aconteceu após a queda do Império Romano, no século V. A cidade perdeu muitos habitantes, com a saída das tropas romanas. Além disso, os locais também ficaram desacreditados com a situação e migraram para outras regiões.

A partir do século IX, a história começou a mudar, com a construção da Torre Londres, que passa sobre o Rio Tâmisa. Ela voltou a atrair pessoas e tornou-se uma região comercial importante. Com o Rei Etelredo, ela passou a ser a capital da Inglaterra.

Após anos de crescimento, ela voltou a sofrer, desta vez com uma grande epidemia de Peste bubônica. Quase um quarto da população morreu por conta desta doença. Um ano depois nova catástrofe. Um incêndio destruiu grande parte da cidade, que precisou de 15 anos para se reconstruir.

Por conta de Revolução Industrial, no Século XVIII, Londres ficou bastante atraente para muitos imigrantes, principalmente os judeus. Muitos moradores das regiões rurais da Inglaterra também se mudaram para a capital atrás de melhores condições de vida.

A cidade também teve parte destruída pelos alemães durante a Segunda Guerra Mundial, mas hoje é considerada uma das maiores e mais importantes do planeta. Atualmente, cerca de oito milhões de pessoas moram na capital do Reino Unido.

Melhor preço garantido para a sua hospedagem! Seja em hotéis, resorts, casas de temporada ou apartamentos.

A Booking.com é um dos maiores buscadores de hospedagens do mundo, presente em mais de 70 países. Ela tem como missão garantir o menor preço de hospedagem e não cobrar taxa de reserva . O atendimento é excelente e a viagem pode ser feita com segurança, pois diante de qualquer problema com a hospedagem, a empresa se coloca à disposição para solucionar.

Pela ferramenta é possível reservar hotéis, casas de temporada, apartamentos, resorts ou pousadas em qualquer destino.

Quando ir a Londres

Londres é uma cidade que dificilmente será muito calor ou muito fria. As chuvas, no entanto, aparecem com uma grande frequência, independente de como está a temperatura do dia.

O mês mais seco é o de fevereiro e agosto é o mais chuvoso. Dificilmente neva na capital inglesa e, quando acontece este fenômeno, sempre fica entre dezembro e março.

As épocas mais agradáveis para visitar são na primavera londrina, entre abril e junho, no verão e no início do outono, em outubro, quando as temperaturas são mais amenas.

Como aproveitar Londres sem preocupações

Como na cidade de Londres é comum chover e fazer sol no mesmo dia, nada melhor do que estar bem amparado e segurado diante de alguma forte gripe, ou qualquer contratempo relacionado ao clima.

Saiba como encontrar o melhor seguro viagem para a sua estada em Londres

O seguro viagem não é obrigatório em território inglês, mas com ele você é amparado em diversas situações, como cancelamento de voos, reembolso com despesas médicas e hospitalares, apoio odontológico, atraso e extravio de bagagens, entre outros.

Como chegar a Londres

Partindo do Brasil, por exemplo, um voo direto de São Paulo a Londres dura cerca de 12 horas. Porém, estando na Europa existem diversas formas de chegar a capital inglesa.

De Paris, a melhor opção é usar o Eurostar, um trem que percorre o canal da Mancha, em pouco mais de duas horas. Ainda na Europa, existem as companhias Low Costs de avião.

Melhores preços de passagens aéreas para Londres
Passagens aéreas saindo de
KLM GIG Rio de Janeiro LHR Londres 17 Mar 26 Mar R$ 2545 British Airways GIG Rio de Janeiro LHR Londres 10 Abr 30 Abr R$ 3147 United Airlines GRU São Paulo LHR Londres 04 Fev 13 Fev R$ 3436 British Airways CWB Curitiba LHR Londres 13 Jun 09 Jul R$ 3438 Tap BSB Brasília LHR Londres 20 Out 03 Nov R$ 3671 KLM GRU São Paulo LCY Londres 04 Fev 13 Fev R$ 3703 Ver mais ofertas

Onde ficar em Londres

Mayfair é um dos melhores bairros de Londres para se hospedar. É bastante exclusivo e fica em uma área central da cidade, sendo demarcado pela Oxford Street, Piccadilly, Green Park, Regent Street e o Hyde Park.

As sugestões para uma hospedagem inesquecível são: The Ritz London, o Royal Lancaster London, Claridge’s e o The Beaumont Hotel.

Caso você queria avaliar outras opções, escolha no mapa interativo da cidade, que apresenta diversas possibilidades por localização e preço.

Booking.com

Principais pontos turísticos

London Bridge, London Tower e a Catedral de São Paulo

Os pontos turísticos de Londres, na sua maioria, ficam bem próximos uns dos outros. A Torre de Londres (London Tower), castelo que foi construído pelo Rei Guilherme I em 1078 e abriga as famosas Joias da Coroa Britânica, a Ponte da Torre (London Brigde), ponte-báscula construída sobre o rio Tâmisa e cenário de filmes, como  ‘O Diário de Bridget Jones’, ‘O Retorno da Múmia’ e ‘Sherlock Holmes’, e a Catedral de São Paulo (St Paul`s Cathedrall), que tem a segunda maior cúpula do mundo e foi o local do casamento de Charles, Príncipe de Gales, com Lady Diana Spencer, em 1981, ficam na mesma região. O trajeto entre os três pode ser feito a pé e é possível chegar a qualquer um deles de metrô.

Arquitetura da Torre e rio, em Londres
A bonita arquitetura da London Tower

Confira os ótimos preços dos ingressos para a exibição da London Tower e para a St Paul´s Cathedral.

Museu de Londres

Na mesma região ainda está o Museu de Londres, que conta, com muita interatividade e tecnologia, toda a história da cidade, desde a sua fundação até os dias de hoje. Ou seja: muita a fazer e tudo localizado na mesma região.

Big Ben, Palácio e Abadia de Westminster

Às margens do Tamisa também está o Big Ben, um dos símbolos da Inglaterra. Apesar de popularmente ser conhecida  como a torre do relógio onde o sino está localizado, a estrutura tem como nome oficial Elizabeth Tower, rebatizada para comemorar o Jubileu de Diamante da Rainha Isabel II do Reino Unido (até 2012 ela era conhecida como “Clock Tower”).

A construção tem 106 metros e faz parte do Palácio de Westminster, a casa do Parlamento Britânico, e foi concluída em 1858. É possível visitar todo o complexo, mas fotos são proibidas.

Na mesma região, está também a Abadia de Westminster, a igreja mais importante de Londres. Local de cerimônias da Família Real (e também do casamento do Príncipe William com Kate Middleton, em 2011), foi construída em estilo gótico (este local é possível conhecer sem filas).

Arquitetura inglesa e rio
Palácio de Westminster e o Big Ben iluminados
Relógio iluminado em Londres
Detalhes do imponente Big Ben

London Eye

A poucos metros do Parlamento, também às margens do Tamisa, está o London Eye (Olho de Londres). Uma roda gigante (135 m), conhecida como Roda do Milênio (Millennium Wheel). Inaugurada na passagem de 1999 para 2000, ela é importante ponto de observação da cidade.

Desde 2006, ela deixou de ser a maior do mundo, com a construção da Estrela de Nanchang (160 m), localizada em Nanchang, na China. Atualmente, a maior roda gigante do mundo é a High Roller (167 m), que fica em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Estrutura da roda gigante e céu azul
Embaixo da London Eye
Turistas observando a vista panorâmica de Londres
Vista panorâmica de Londres, do topo da London Eye

Palácio de Buckingham e a Troca da Guarda Real

Outro local inesquecível na Terra da Rainha é o Palácio de Buckingham, residência oficial, construído em 1703 por John Sheffield, o primeiro Duque de Buckingham. A construção é a residência da monarquia britânica e também uma galeria de arte. Está enganado quem acha que é uma propriedade privada. O Palácio e a sua coleção pertencem à nação.

Flores e arquitetura do Palácio de Buckingham
Jardins em frente ao Palácio de Buckingham

Diariamente, entre maio e junho, acontece a Troca da Guarda Real, evento que dura cerca de 45 minutos e reúne milhares de pessoas em frente ao Palácio de Buckinghamm (a pouco mais de 1 km do Big Ben). No resto do ano, o evento acontece a cada dois dias, mas em manhãs chuvosas pode ser cancelado.

Guardas e turistas em Londres
Troca da Guarda Real, em Londres

Parque St. James

Ainda em frente à residência real está o Parque St. James (St. James’s Park). Inaugurado em 1603, ele é o mais antigo da cidade e possui cerca de 23 hectares.

Não fique sem internet de qualidade no exterior e nem pague pelos altos custos de roaming internacional!

Contrate agora mesmo seu chip internacional de celular e receba em casa já programado, antes mesmo de viajar. Assim você poderá garantir internet e telefone no exterior, sem se preocupar!

QUERO SABER MAIS SOBRE O CHIP INTERNACIONAL

Museu Britânico, Galeria Nacional e o Museu Imperial de Guerra

Alguns dos museus que mais atraem os turistas em Londres são: O Museu Britânico, que mostra a trajetória da civilização e possui um dos maiores acervos do planeta, a Galeria Nacional (National Gallery), onde é possível encontrar obras de Van Gogh, Picasso, Botticelli, Caravaggio, Raphael e Michelangelo e o Museu Imperial de Guerra (Imperial War Museum), local inesquecível para quem gosta de estudar a história dos conflitos mundiais.

Você também pode tomar um chá das 5 no Museu Britânico

Museu de História Natural e Victoria and Albert Museum

Não podemos esquecer do Museu de História Natural, um dos mais famosos do mundo, e o Victoria and Albert Museum, um dos maiores de artes decorativas e design, com uma coleção permanente superior a 4,5 milhões de objetos.

Madame Tussauds, London Dungeon e Museu de Sherlock Holmes

Fugindo das obras de arte, as dicas são: Museu de Cera Madame Tussauds,  o London Dungeon, uma espécie de museu do terror, que mostra curiosidade mórbidas da cidade e tem como atrações o Jack “O Estripador” e uma reprodução de um grande incêndio na capital do Reino Unido, e o Museu de Sherlock Holmes, um dos grandes personagens de ficção da história de Londres. Ele, inclusive, fica na Baker Street, local onde o detetive morava. Na saída da estação, que leva o nome da rua, tem uma estátua do personagem.

Se quiser visitar vários museus e muitas das atrações que já foram mencionadas acima, o London Pass é a melhor opção, pois garante entrada em várias lugares com uma grande economia e é adaptável ao número de dias que estará em Londres.

Notting Hill

Bairro de Notting Hill, que ganhou notoriedade por ser “palco” do filme ˜Um Lugar Chamado Notting Hill”, com Hugh Grant e Julia Roberts, também vale ser visitado. É possível ir de metrô para a aprazível região, que aos sábados recebe o Portobello Road Market (mercado de rua Portobello), bastante conhecido pelos ingleses.

Rua de casas em Notting Hill
Caminhada por Notting Hill

Tour dos Beatles

Na pegada musical, não seria possível deixar de falar dos Beatles, que é um símbolo da Inglaterra. Apesar da banda ser de Liverpool, os fãs têm muito a fazer na capital do país. Existe, inclusive, uma loja e um tour, que ajudam a contar a história da banda.

Não deixe de conhecer Abbey Road, o famoso estúdio dos Beatles. Além da visita às suas dependências e deixar uma mensagem no muro, é possível fazer a clássica foto atravessando, como no álbum que leva o nome da rua.

Movimento em rua de Londres
Atravessando a rua dos Beatles

Há muitas opções de tours diários para quem quer saber mais sobre o mundo dos Beatles.

Tour do Harry Potter

Os aficionados pelos livros ou filmes de Harry Potter também vão vibrar com a passagem por Londres. A Warner Bros tem um tour por onde foram gravados os filmes. O passeio dura cerca de três horas, mas você pode ficar mais se desejar para conhecer com calma os bastidores das filmagens e as roupas dos personagens.

Um dica importante é comprar os ingressos com antecedência pela internet, já que não existe venda no local. Os estúdios ficam em Leavesden e a estação de trem mais próxima é a Watford Junction, onde há um shuttle, que custa £2,50 (ida e volta).

Compras em Londres

Todos os turistas que vão a Londres, quando pensam em compras, tem destino certo. O paraíso dos consumidores está divido em quatro partes: Oxford Street, Regent Street, Piccadilly Circus e Carnaby Street.

Oxford Street e Regent Street

A Oxford Street é uma das mais movimentas ruas da capital inglesa, com mais de 300 lojas. Atualmente é a rua comercial mais movimentada da cidade. Ela tem cerca de 2,5 km e o seu nome vem da rodovia que liga Londres a Oxford. Nelas estão marcas como H&M, Primark, Zara e Mango.

A Regent Street é também bem popular. Construída entre 1811 e 1825, ela tem marcas como a inglesa Burberry, Apple, Armani, Michaek Kors, entre outras. Se for a esta rua, não deixe de conhecer a Hamleys, a mais velha e uma das maiores lojas de brinquedo do mundo. Fundado em 1760, o “paraíso” para todas as idades tem sete andares. Aliás, vários estabelecimentos permitem aos turistas receber de volta o imposto sobre as compras.

Carnaby Street e Piccadilly Circus 

Localizada no bairro do Soho, a Carnaby Street passou a ganhar movimento a partir dos anos 60, quando a cidade se tornou um grande centro de moda e música no mundo. Perto da Oxford Circus, ela ainda é cheia de lojas e restaurantes e bastante aconchegante para os turistas e londrinos.

Movimento em rua comercial de Londres
Passeio pela Carnaby Street

A Piccadilly Circus é uma famosa praça da cidade. Não tem como ir a Londres e não conferir os telões que lá estão ou a estátua de Eros (deus do amor e do erotismo, segundo a mitologia grega). Na região estão vários bares, teatros, como Criterion Theater, e muitas lojas.

Movimento e luzes da Piccadilly Circus
Telões da Piccadilly Circus

Camden Town

Bairro localizado no centro-norte de Londres, Camden Town é uma região bastante alternativa. Além da grande quantidade de pubs, casas noturnas e estúdios de tatuagens, ele também é conhecido pelos mercados, onde é possível encontrar roupas, acessórios, objetos de arte, decoração e antiguidades.

Como ele fica longe das outras atrações da cidade, o ideal é visita-lo de metrô. Os mercados mais conhecidos são: Camden Market, Camden Lock e Camden Village Market.

Camden Town também ficou bastante conhecido nos últimos anos por ser o bairro onde morava a cantora Amy Whinehouse, falecida em 2011. Para quem é fã da cantora, vale visitar o pub The Hawley Arms. Ela era frequentadora do local.

Para quem gosta de pubs, são famosos na região o “The Lock Tavern” e o “The Dublin Castle”. Nada mais inglês do que entrar em um desses bares, pedir uma cerveja e curtir o clima londrino, escutando um bom rock’ n’ roll ou assistindo uma partida de futebol. Aproveite também para conhecer mais sobre a comida inglesa. Peça o tradicional Fish and Chips (peixe e fritas), mas recomendo também experimentar o Bangers and Mash (salsicha e purê de batata).

Mas não se esqueça, o pedido, seguido do pagamento são feitos no balcão. Não é na mesa, como em um restaurante tradicional de Paris, capital francesa que fica a aproximadamente 2 horas e meia de trem (confira o tour de um dia para Paris). Se você pedir apenas uma bebida, ela será servida no mesmo instante. Já a comida será levada depois em um local reservado para refeições.

Londres e a paixão pelo futebol

Assim como os brasileiros, os ingleses também amam o futebol. Muitas nações reivindicam o título de inventores do esporte, mas foi na Inglaterra que ele ganhou notoriedade, regras e passou a ser difundido pelo mundo. A paixão pelo “football” pode ser facilmente percebida em uma caminhada por Londres, que tem mais de 60 times.

Grandes clubes do futebol mundial, como Chelsea, Arsenal, Totenham e West Ham estão na cidade. Visitar os estádios Satmford Brigde, Emirates Stadium, Olímpico ou Wembley pode ser também uma boa sugestão, não só em dias de jogos. Todos têm os seus museus, que contam a história dos times e do esporte no país.

Arquibancada e gramado do estádio de Wembley
Interior do estádio de Wembley

Bate e volta de Londres

Estando em Londres, alugar um carro é uma ótima opção para conhecer diversas cidades da Inglaterra e outros países do Rio Unido. Oxford, por exemplo, fica a 90km, Cambridge a 100km e Bristol a 190km.

Caso você queria alugar um carro na Inglaterra, consulte a Rentcars.

Cardiff, no País de Gales, fica a 242km e Edimburgo, na Escócia a 648 km. Vale destacar que as estradas são ótimas e a paisagem doa campos ingleses são deslumbrantes.

Mapa de Londres para outras cidades
Mapa com a distância entre Londres e Cardiff

Também recomendamos

7 fantásticos castelos para se hospedar na Europa

10 dicas infalíveis para comprar passagens aéreas baratas

Checklist para a sua viagem

  • Hotéis, resorts, pousadas, apartamentos e casas de temporada com a missão cobrir qualquer preço e não cobrar taxa de reserva.
  • Chip internacional de celular com desconto já funcionando antes de sair do Brasil.
  • Passagens aéreas promocionais e dois destinos internacionais pelo preço de um! O melhor buscador de passagens aéreas para brasileiros.
  • Seguro viagem com desconto de até 10% e pagamento em até 12x no cartão. Use o cupom ARESDOMUNDO.
  • Tours, citypasses com desconto, ingressos e transfers para qualquer lugar do mundo.
  • Aluguel de carros no Brasil ou exterior, com preços em reais e pagamento em até 12 vezes.

Deixe o seu comentário