Bacalhau em Lisboa: 5 lugares para não se arrepender

“Você vai comer bacalhau em Lisboa?” Essa é uma das típicas perguntas que escuto, quando digo para amigos e familiares que vou viajar à capital portuguesa.

Compreensível o questionamento, já que o peixe é uma das principais iguarias do país e é muito apreciado pelos brasileiros, sendo, inclusive, uma refeição bastante procurada em datas festivas, como Natal, Réveillon e Páscoa.

Em Portugal, por exemplo, existem muitas opções de lugares para degustar um bom bacalhau. É possível encontrá-lo em restaurantes luxuosos, tabernas de bairros e até em pequenos bares. Afinal, é algo que faz parte do cotidiano português, com as mais variadas formas de preparo.

Bacalhau em Lisboa prato de bacalhau
Em Lisboa existe uma grande variedade de tipos de pratos de bacalhau

Pensando nisso, separei 5 opções de estabelecimentos famosos para você experimentar o típico bacalhau português, em uma ida a Lisboa.

Vale destacar que, em todos, os pratos são bem servidos e os alimentos são frescos, preparados na hora.

Já reservou o seu jantar com show de fado em Lisboa?

Não perca tempo! Reserve agora mesmo a experiência em um lugar de confiança, que irá lhe garantir uma excelente experiência em Lisboa.

O jantar com o show de fado inclui entrada, prato principal, sobremesa e vinho, além de um tour noturno pelos principais pontos turísticos iluminados de Lisboa.

QUERO VER O MENU E SABER MAIS SOBRE O TOUR E SHOW DE FADO

Onde comer bacalhau em Lisboa 

Mercado da Ribeira

Por que ir: o Mercado da Ribeira, também conhecido como Time Out Market, é um local que precisa estar no itinerário de todos que vão a Lisboa, pois é bastante tradicional da cidade – desde 1600 para ser preciso.

Desde então, ele passou por muitas transformações por conta do grande terremoto de 1755 e de um incêndio 1983.

É muito procurado pelos portugueses para comprar alimentos, assim como também para fazer refeições. Nele estão 30 espaços gastronômicos.

O que experimentar: Bacalhau à Braz, do chef Miguel de Castro e Silva (feito com cebola, ovos mexidos, batata-palha e, por cima, uma clara de ovo).

Preço: € 8,90 (cerca de R$ 41 reais). Bastante barato, perto de outros lugares que conheci em Lisboa.

Atrações da região: o Cais do Sodré já foi uma área de prostíbulos e onde muitos navios eram construídos, mas hoje é muito famoso em Lisboa pelas atrações noturnas.

Nele há muitos restaurantes, bares e boates. É muito procurado pelos locais e turistas que visitam a capital portuguesa.

Endereço: Av. 24 de Julho, 50.

Mercado da Ribeira em Lisboa
O Mercado da Ribeira é uma das melhores opções para comer bacalhau em Lisboa (divulgação)

Casa do Alentejo

Por que ir: a Casa do Alentejo está é um palacete do século XVII, que se transformou em um clube, com rica programação cultural, em 1923.

Ela conserva algumas características da sua construção (como a arquitetura árabe), mas passou por modificações com o passar dos anos, para receber com mais conforto os visitantes.

Nela, há uma grande imersão à cultura portuguesa, com diversas atividades e dois espaços para a alimentar: um restaurante e uma taberna.

O que comer: salada de bacalhau com grão de bico cozido (é preparado com cebola e salsa).

Preço: €4 (cerca de 18 reais). Também com um excelente custo-benefício.

Atrações da região: localizada no centro histórico de Lisboa, a Casa do Alentejo está em uma região com importantes pontos turísticos da cidade, como o Miradouro São Pedro de Alcântara, o Elevador da Glória e o Castelo de São Jorge. Vale a pena visitá-la, pois é de fácil acesso.

Endereço: rua das Portas de Santo Antão, 58.

bacalhau em lisboa casa do alentejo
A Casa do Alentejo é um clube com um muitas atividades culturais (divulgação)

Que tal fazer um tour guiado pelos principais bairros gastronômicos de Lisboa, para degustar pratos típicos portugueses, além do famoso café e vinho?

O tour inclui:

  • Degustação de bolinho de bacalhau, sardinhas e frutos do mar
  • Experiência com café no popular Martinho da Arcada
  • Visitação à Pastelaria São Roque
  • Degustação dos melhores vinhos locais e da tradicional Ginjinha (licor de cereja)

 

QUERO SABER MAIS SOBRE O TOUR

Príncipe do Calhariz

Por que ir: o Príncipe do Calhariz é um restaurante com mais de 100 anos de história, na cidade de Lisboa.

Ele serve, em média, 250 refeições por dia e, para manter a qualidade dos pratos, o próprio dono do estabelecimento é o responsável pela compra dos peixes e inicia o preparo em sua residência.

O que experimentar: Bacalhau à Canoa – um prato frito que também tem cebola, alho, azeite e vinho branco.

Preço: € 12 (cerca de R$ 55).

Endereço: Calçada do Combro, 28.

Atrações da região: localizado no Bairro Alto, em frente ao elevador da Bica (um dos pontos turísticos mais famosos de Lisboa).

Esta é uma região muito procurada por visitante e lisboetas pela vista exuberante da cidade e pela grande quantidade de bares e restaurantes. O pôr do sol visto de lá é bastante bonito, inclusive!

Reviravolta

Por que ir: nas imediações do Rio Tejo, o Reviravolta é um estabelecimento que caiu no gosto dos portugueses. A casa tem mais de 30 anos e já tem um público cativo. Além disso, o espaço é bastante familiar e os atendentes são muito simpáticos.

O que experimentar: Bacalhau à Reviravolta (bacalhau frito, com azeite de oliva e alho. Os outros ingredientes são: cebola, louro, tomate e vinho branco).

Preço: € 9 ( cerca de R$ 42)

Endereço: rua dos Bacalhoeiros, 16.

Atrações da região: a região do Tejo tem uma orla bastante convidativa para uma caminhada, além de quiosques, restaurantes e hotéis deslumbrantes.

Ao longo de sua extensão estão: a Torre de Belém, a Praça do Comércio, a Ponte Vasco da Gama, entre outros pontos turísticos.

 Lisboa reviravolta
O Reviravolta já tem um público cativo na região do Rio Tejo (divulgação)

Casa da Índia

Por que ir: localizado no Chiado, o restaurante Casa da Índia foi inaugurado em 1960, em um espaço que servia de comércio de especiarias trazidas da Índia, nos séculos XVI e XVII.

O ambiente é bastante informal, mas confortável e um dos preferidos de quem frequenta a região.

O que experimentar: Bacalhau na brasa. O prato é servido com pimentões assados, salada e batatas ao murro.

Preço: € 10 (cerca de R$ 46)

Endereço: rua do Loreto, 1200-24.

Atrações da região: o Chiado é um dos bairros preferidos dos portugueses e turistas.

Nele há uma série de construções históricas, lojas, restaurantes e bares. É considerado o local da “boemia lisboeta”.

Entrada gratuita a mais de 30 atrações de Lisboa, com o Lisboa Card!

Algumas das atrações do Lisboa Card:

  • Torre de Belém
  • Lisboa Story Centre
  • Mosteiro dos Jerônimos
  • Sintra Mitos e Lendas
  • Experiência Pilar 7
  • Museu Nacional do Azulejo
  • Palácio Nacional de Mafra
  • Museu Arqueológico

QUERO SABER MAIS SOBRE O LISBOA CARD

Mais sobre o português e o bacalhau

Apesar de ser um peixe associado aos portugueses, os primeiros registros de fábricas de processamento de bacalhau estão na Islândia e na Noruega, ainda no século IX. E os vikings foram os pioneiros na descoberta da espécie.

Os bascos, que habitavam terras espanholas e francesas, foram os pioneiros na venda do bacalhau.

No ano 1000, com o conhecimento do sal, eles passaram a comercializar o peixe curado, salgado e seco, como encontramos ainda hoje. É a melhor forma de manter o alimento conservado por bastante tempo, por sinal.

Os portugueses conheceram o bacalhau no século XV, durante as grandes navegações. Eles precisavam de alimentos que não estragassem rapidamente, já algumas travessias duravam mais de três meses.

O bacalhau foi encontrado pelos portugueses perto do Polo Norte, em 1497. Cerca de dez anos depois, este tipo de peixe já correspondia a 10% de todo o pescado vendido no país.

Desde então, passou a fazer parte do hábito alimentar dos portugueses. Os habitantes do país tornaram-se um dos maiores consumidores no mundo e o tem como uma verdadeira bandeira.

Bacalhau servido
O bom bacalhau sendo servido

Depois do bacalhau, a sobremesa!

Depois que você se deliciar com o bom bacalhau português, recomendo também experimentar um dos populares doce de ovos, da Casa dos Ovos Moles! É imperdível!

Dá uma olhada nas iguarias que experimentamos (e compartilhamos até as receitas).

Também recomendamos

Enotrip em Portugal: as melhores vinícolas, a partir de Lisboa

Como é o tour de um dia por Sintra, Cascais e Cabo da Roca

Morar em Lisboa: eleita a melhor cidade da Europa

Como fazer o Pastel de Belém mais desejado de Lisboa

O que mudou no Tax Free em Portugal

O quê falta para a sua viagem?

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários