O que fazer no Cairo em 1, 2, 3 dias: como ir, como se comportar, dicas

Cairo, com quase 20 milhões de habitantes, é a capital do Egito e a maior cidade da África e do mundo árabe. Mesmo cheia de extremos e de trânsito caótico (com muita buzina!), a cidade que beira o rio Nilo abriga vestígios, mesquitas e monumento de uma das mais preciosas antigas civilizações do mundo. Se você se interessa em conhecer este destino, mas tem dúvidas básicas desde o que fazer, até a segurança e o acesso ao luxo sem grandes investimentos, este post é para você.

+ 2 dias em Luxor: o que fazer, como chegar e como se virar

Cairo
Cidade do Cairo

Com tantas preciosidades arquitetônicas e culturais para serem descobertas e tendo a fama de “barata” aos apreciadores de turismo de luxo, o significado da palavra Cairo (conquistador) me pareceu fazer bastante sentido diante do convite da Dunas Travel, uma das maiores operadoras de turismo aos brasileiros no Egito.

Desde os tempos de escola, o universo das Pirâmides de Gizé (uma das 7 Maravilhas do Mundo Antigo, bem próximas de Cairo), das múmias, a história da Cleópatra e das civilizações que por ali passaram, sempre me seduziram muito. Seria realmente impossível não conhecer este lugar.

O que saber sobre o Cairo e o Egito

Um pouco sobre o Cairo

Ela foi fundada em 969, por Jauar, o Siciliano, mas naquele tempo Fostate era a capital do país. Depois de passar por várias invasões, como a dos mamelucos, otomanos, os franceses de Napoleão Bonaparte e até dos britânicos, Cairo conquistou a sua independência e virou a capital soberana do Egito em 1922.

Segundo o Banco Mundial e o Borgen Project, mais de 40% dos egípcios vive abaixo da linha da pobreza, devido às situações de conflito dentro do país, instabilidade política e alto índice de desemprego. As crianças são as que mais sofrem, pois não conseguem ter uma dieta equilibrada para se desenvolverem e trabalham desde cedo (já que seus pais não têm dinheiro para colocá-las em escolas de qualidade).

O número de favelas é grande e, como o sustento não nasce da terra (já que a maior parte do país é deserto), o Egito é um país fortemente dependente do turismo.

Cairo vista de cima
Sobrevoando o Cairo, a cidade que fica no meio do deserto

Em 2015, foi anunciado que, ao leste de Cairo, será construída uma cidade planejada que servirá como a nova capital financeira e administrativa do Egito. Pelo que soubemos durante a viagem, as obras estão em andamento e a economia pode ganhar um “respiro” em breve.

Que língua é falada no Egito

O egípcio (na forma de copta) foi falado no país até o final do século XVI. Hoje, a língua nacional do Egito moderno é o árabe egípcio. O copta somente é usado de forma litúrgica na igreja copta.

Para nós, brasileiros, a língua é muito difícil de compreender. Apenas recomendo que você aprenda algumas palavras básicas em árabe egípcio, para parecer mais educado com eles. Veja abaixo as que eu consegui aprender:

– Cairo (se pronuncia como se lê “cairo”)

– obrigado (se pronuncia “chucram”)

– tchau (se pronuncia “maibói”)

– desculpe (se pronuncia “lemoaze”)

– inglês (se pronuncia “inglisi”)

– desconto (se pronuncia “tarrif”)

Como ir para o Cairo com mais conforto

Saindo do Brasil, as melhores opções de companhias aéreas são: Emirates e a Ethiopian Airlines. No meu caso, fui de Emirates, pois aproveitei a parada em Dubai, para conhecer a cidade.

A viagem leva cerca de 18 horas até o Cairo International Airport. Já considerando o tempo médio de conexão em outro país, pois não há voos diretos para a cidade.

Entrada do principal aeroporto do Cairo
Frente do Cairo International Airport

As passagens, em classe econômica, para o Cairo costumam custar entre R$ 3700 e R$ 5000 reais e é a parte mais cara da viagem. O resto, realmente, é muito barato. Veja no final de post, mais informações sobre os custos de uma viagem ao Egito.

Para encontrar os melhores preços de passagens aéreas, consulte a ViajaNet ou a Parceiros Promo, aliás, abaixo você encontrará uma seleção com as passagens aéreas mais baratas ao Cairo.

Menores preços de passagens aéreas para o Cairo
Passagens aéreas saindo de

 

No Cairo, ainda considere ter um transfer para o seu hotel, pois as histórias de taxistas trocando os preços das corridas são frequentes na cidade.

Se você fizer a viagem ao Cairo por meio de uma agência, geralmente, o transfer faz parte do pacote. Somente certifique-se da inclusão, durante a contratação.

Qual a melhor época para visitar o Egito

Viaje para o Egito entre Novembro e Março, pois as temperaturas ficam em torno dos 23°C, durante o dia. Vale lembrar que de noite costuma ser bastante frio no Egito, e as temperaturas chegam com frequência aos 10°C, devido ao deserto.

Entre Abril a Agosto, as temperaturas são muito altas e, no pico do verão, os termômetros registram 40°C durante o dia.

Além disso, é necessário ficar atento às tempestades de areia (conhecidas como jamsin), pois são habituais nos meses mais quentes. No caso, ande sempre com um lenço para proteger os olhos e narinas.

Evite ir para o Egito no Ramadã

Outro ponto de atenção que recomendo na escolha da data é analisar quando será o ramadã, pois é um evento religioso popular no país, que pode interferir bastante na rotina como um todo. Não há uma data certa para acontecer, por isso, é preciso ficar de olho no calendário mesmo.

Fuso horário 

A diferença de horário do Cairo para o Brasil (horário de Brasília) é de + 5 horas. Ou seja, se em São Paulo são 13 horas, no Cairo será 18 horas.

Lembrando que domingo é um dia útil para o cairota e, sexta e sábado, fim de semana.

Onde se hospedar no Cairo – o luxo pagando pouco!

Por motivos de segurança, higiene e também por custo-benefício, recomendo que você se hospede em um hotel 5 estrelas na cidade.

O custo médio da diária de um hotel de luxo na cidade é de R$ 357 por noite. Uma bagatela quando a gente considera o preço da estadia em Dubai (que pode ultrapassar 100 mil reais) ou até mesmo Paris (onde uma noite pode custar facilmente R$ 1000,00).

Como opção de hospedagem, você tem 2 alternativas: ficar bem perto das pirâmides, em Gizé, a cerca de 15 km do Cairo. Ou ficar no centro da cidade, o que eu particularmente recomendo, já que tem bastante coisa para ver por lá e fica mais fácil de se locomover diariamente.

Se ficar na área das pirâmides, recomendo o 5 estrelas Mena House Hotel, pois dá para ver dos quartos as maravilhas do Egito Antigo.

Já se ficar no centro, recomendo o Conrad Cairo Hotel & Cassino, que foi onde me hospedei. A comida era excelente e o quarto bem confortável!

Conrad Cairo
Suíte espaçosa e com bom nível de conforto no Conrad Cairo
Comida egípcia no Conrad Cairo
Comida egípcia bem preparada, servida no principal restaurante do hotel Conrad Cairo

Roteiro de 1, 2, 3 ou 4 dias no Cairo

Este roteiro abaixo foi desenhado pensando no seu tempo de permanência no Cairo. Nele, estão listadas as principais atrações, por ordem de prioridade. Ou seja, se você tiver apenas 1 dia no Cairo, siga as recomendações do dia 1 e assim por diante.

O mais recomendando é sempre contar com uma agência de ponta, especializada no destino, para lidar com possíveis desafios na “cairótica” cidade, mas, se você preferir fazer por conta o seu próprio roteiro, também é possível.

Roteiro de até 4 dias no Cairo
Roteiro completo com o que fazer no Cairo em até 4 dias

Como são as principais atrações do Cairo e arredores (Mênfis, Giza e Saqqara)

Vídeo Cairo
As principais atrações do Cairo e arredores em 3 dias

Entendendo as distâncias na capital do Egito

Também é importante compreender as distâncias entre os principais turísticos. Veja o mapa abaixo, onde consideramos o Mercado Khan El Kalilli como ponto de partida para o nosso roteiro no Cairo.

Distâncias entre as atrações no Cairo (a pé):
Principais atrações do Cairo
Mapa do Cairo com as principais atrações

Entre o Mercado Khan El Kalilli e o Museu do Cairo – 3.3km; já do Museu do Cairo à Mesquita de Muhammad Ali (ou a Mesquita de Alabastro) – 8.6km; da Mesquista de Alabastro para Citadel, 2.6km ou apenas 3.6km para o Mercado Khan El Kalilli. E da Citadel para o bairro de Copta, apenas 6.7km.

Museu do Cairo
Fachada do Museu do Cairo
O quê é a maldição da múmia
A maldição de Tutankamon e a maldição da múmia no Museu do Cairo
Mesquita de Muhammad Ali (ou a Mesquita de Alabastro)
Mesquita de Muhammad Ali (ou a Mesquita de Alabastro)

Calma, não esqueci a área das Pirâmides, não. Como elas ficam em Gizé (ou Giza), uma cidade aos pés de Cairo, não aparece no circuito turístico dentro de Cairo. Contudo, as Pirâmides também não ficam tão distantes – a apenas 12.1km do bairro de Copta.

Distância de Cairo às Pirâmides
Distância Pirâmides do Egito
Distância de Cairo às Pirâmides – referência “Grande Pirâmide”
A distância entre as Pirâmides e a Esfinge

Da Grande Pirâmide (a maior de todas, Quéops) para  Quéfren são 950 metros; de Quéfren para Miquerinos, 1,3km – o percurso todo entre as pirâmides dá 2,3km e pode ser feito caminhando. A Esfinge fica bem próxima de tudo também, basicamente, entre as Pirâmides. Se você for de Miquerinos para a Esfinge acrescente mais 1,3km.

Esfinge, em Gizé
Esfinge de lado, localizada na cidade de Gizé, a cerca de 15 km do Cairo
Distância entre as Pirâmides
Mapa com a distância entre as Pirâmides e Esfinge

Como se comportar na cidade

O Cairo é uma cidade segura para mulheres?

Mesmo que o Egito seja um dos países muçulmanos mais liberais do mundo, eu não acho que Cairo seja uma cidade segura para mulheres que desejam viajar sozinhas. Em alguns momentos, eu precisei da intervenção do meu guia para afastar alguns egípcios que queriam a todo custo tirar fotos do meu corpo sei lá para o que.

Realmente, em alguns momentos foi bastante incômodo, porque eu estava lá tirando fotos de monumentos incríveis e, atrás de mim, uma dupla de homens egípcios tirando foto da minha traseira.

Recomendo contratar uma agência ou algum guia local do sexo masculino para apoiar diante de qualquer tipo de problema ou incômodo.

Mesmo que a gente ande com roupas largas cobrindo as pernas, seios e ombros, que usemos um lenço para esconder os cabelos, como as mulheres de lá fazem, os egípcios sabem que não somos de lá.

As mulheres nos observam e fazem comentários entre elas quando estamos por perto. Os homens, não. Eles encaram mesmo, falam coisas que fiquei feliz de não entender o idioma e tiram fotos (com você olhando ou não).

Uma alternativa de comportamento

Em algumas poucas situações, quis pegar na mão do meu marido ou pegar no braço dele, apenas para me sentir mais protegida, mas, como os egípcios costumam ser presos diante de qualquer manifestação pública de carinho, evitamos o ato para evitar possíveis problemas.

Contudo, se você for ao país com alguém do mesmo sexo que o seu, pode pegar no braço da pessoa, que é algo comum entre eles.

A questão das fotos

Sei que no Egito é muito comum as pessoas pedirem para tirar foto conosco, mas eu realmente só aceitava com mulheres e crianças. E tirei muitas fotos com crianças. Mais de 50, certamente. Mas, no caso delas, os monitores que nos acompanharam em tours disseram que elas eram do interior e nunca tinham visto pessoas de outros lugares, por isso, eram tão curiosas.

Crianças no Egito
Dezenas de fotos com as crianças egípcias
Crianças egípcias
Sucesso de Ares do Mundo. Mentira, só era mais uma foto com crianças egípcias mesmos

Quanto custa para viajar ao Cairo

O Cairo esta na lista dos “20 lugares com melhor custo-benefício para os brasileiros conhecerem”, segundo a Skyscanner, chegando a ser mais barata até mesmo que São Paulo.

Acredito que o benefício se deva à valorização da nossa moeda, frente à deles (Libra Egípcia – EGP). A cotação de 1 Libra Egípcia custa cerca de R$ 0,25 ou 0,05 cents de dólar americano, na data que estou redigindo este post.

Um excelente almoço no Cairo custa cerca de R$ 20, o transporte público até R$ 0,70 e um bom hotel de luxo, custa em média R$ 2500 para 7 dias.

O que pode custar bastante caro no Cairo são os passeios mais turísticos, pois muitas agências cobram em dólar. Fique atento com isso ao planejar a sua viagem ao Egito.

Que moeda levar na viagem

Leve Libras Egípcias, um pouco de dólar (para possíveis passeios contratados diretamente com agências e hotéis) e euros (para gorjetas, já vou explicar isso a diante).

Evite ao máximo usar cartão de crédito no país, pois existe um problema sério de fraude e estabelecimentos podem copiar as informações do cartão de crédito na hora que se coloca o cartão na máquina, ou dá nas mãos deles, para que os mesmos coloquem na máquina.

Muita atenção com qualquer atitude sua pelas ruas, pois os egípcios esperam ganhar algum dinheiro de você (bem além do que chamamos de “gorjetas”). Seja para tirar uma foto, pedir informação, pegar um táxi (mesmo depois de já ter combinado o preço falando e mostrando o número com os dedos) ou até mesmo ao usar o papel higiênico do banheiro de um restaurante.

Tudo é pago! Então, ande sempre com dinheiro bem trocado com você e dê alguns centavos de Libra Egípcia ou euro, porque, se você simplesmente ignorar, eles podem te ofender verbalmente e até amaldiçoar.

Sem vergonha de pedir desconto – de souvenirs a ouro

Se entrar em qualquer loja, peça desconto “na cara dura”. Barganhar é um verbo comum entre os egípcios e, muitas vezes, os preços só são reduzidos (e até mesmo por menos da metade), se você já está com o pé na porta, para sair da loja. A margem de lucro deles costuma ser grande. Não aceite o primeiro preço e talvez nem o segundo, terceiro, quarto…

Nesta loja de algodão egípcio abaixo, por exemplo, quando cheguei, me cobraram quase o dobro do que poderia pagar por produtos similares no Brasil. Quando disse que ia embora da loja, baixaram o preço para quase 1/4 do primeiro valor apresentado.

Loja de algodão egípcio
Loja de roupas de cama, mesa e banho de algodão egípcio

Nós, como turistas, muitas vezes podemos nos sentir “explorados” com essa atitude dos egípcios. Infelizmente, o país passa por situação de pobreza tão grande que as pessoas são desesperadas para vender qualquer coisa (ou cobram preços irrisórios dos turistas ou colocam preços em coisas que não precisariam ser pagas) – de fato, um cenário muito distante das fortunas faraônicas que fizeram parte da história do Egito.

Para compras do dia a dia, em ruas, muitas vezes usar o euro pode valer a pena. Por 1 ou 2 euros é possível comprar lindos souvenirs e produtos artesanais (já para Libras Egípcias, eles podem fazer uma conversão maluca e pode ficar mais caro para você).

Em uma loja de luminárias árabes
Loja de luminárias árabes no Mercado Khan El Kalilli

Como o egípcio prefere ganhar em euros (e fazem até cara feia para gorjetas em Libra Egípcia), recomendo levar uns 10 ou 20 euros trocados para pequenas compras e situações do dia a dia.

Curiosidades e dicas sobre Cairo

Cidade do Cairo
Vista panorâmica da cidade do Cairo da Citadel
  • É verdade que mulheres são “trocadas” por camelos, frutas, tapetes, ouro e muitas outras coisas. As negociações costumam acontecer em mercados populares e lojas (como aconteceu comigo). A abordagem não costuma ser direta, mas sim à alguém que nos acompanha na viagem. No caso, meu marido recebeu algumas propostas (de me trocar por 4000 camelos ou por uma das 4 mulheres de um senhor, por exemplo) e levamos na esportiva, para não estressar. Basta seu companheiro de viagem dizer “não” e pronto.
  • O trânsito do Cairo consegue ser pelo menos 10x pior que o de São Paulo e não estou brincando, não. Na mesma rua, passam todos os tipos de transporte, cada um sendo conduzido de um jeito, além de pessoas desgovernadas atravessando e lojas “estacionadas” no meio da via (da rua mesmo, não na calçada). Faixas para pedestres e sinais de trânsito são meramente ilustrativos.
  • Os homens se cumprimentam com 3 beijos no rosto e as mulheres, geralmente, sem qualquer contato corporal.
  • Bebida alcoólica é proibida no país e os cassinos somente podem ser frequentados por turistas não egípcios. Os egípcios fumam muito! Tanto o cigarro tradicional, quanto o narguile (ou shisha, como é conhecido por lá).
  • Como chove pouco no Egito, a sujeira é muito nítida. Seja nos prédios, embaixo dos viadutos e em córregos. Elas vão se acumulando junto com pilhas de areia.
Prédios do Cairo
Estilo e cor das construções no Cairo
  • Use Uber no Cairo! Precisei usar 2 vezes e foi excelente a experiência! Além dos motoristas serem educados, os preços cobrados foram bem baixos e nem houve a necessidade de negociar nada, pois o próprio aplicativo aplica o valor justo da corrida.
  • A higiene é um problema sério no Cairo, por isso, tome muito cuidado com o lugar que você escolhe para comer e com a água (que pode estar contaminada). Se possível, tome vacina de Tifo antes de ir para o país para se prevenir de algo mais sério. E recomendo fortemente um seguro viagem!
  • Você nunca passará em tanto detector de metais na sua vida! Os scanners corporais e de pertences estão em hotéis, alguns restaurantes, todos os pontos turísticos e em aeroportos me recordo de ter passado por eles mais de 2 vezes para entrar em um avião. O egípcio tem muito medo de atentados (e histórico de problemas do tipo no passado), por isso, tomam essa medida se segurança.
Detector de metais em hotel
Scanner anti-terrorismo em hotel

Como ir do Cairo para outras cidades

A distância de Cairo a Aswan é de 871km (cerca de 1 hora e 20 minutos, de avião); para Luxor são 641km (1 hora de avião); a Alexandria, a distância é de 218km (2 horas e 30 min de carro). Já do Cairo para Sharm El Sheikh, são 511km (1 hora de avião).

+ Os 7 templos mais bonitos do Egito

Egypt Air
EgyptAir: companhia aérea que usei para ir do Cairo para Luxor e de Aswan para o Cairo (viagem tranquila)

Bom, como disse, o Cairo é uma cidade que, apesar de muitos contrastes, encanta por sua história, mistério e cultura. Ao ir para lá, vá bem informado, mas “de coração aberto”, pois as experiências são bastante intensas e é um destino onde podemos aprender e nos divertir muito. O Egito, como um todo, nos surpreendeu e o que vivemos jamais será esquecido!

Pirâmide e Esfinge
A linda pirâmide Queops e a Esfinge

Se você tiver qualquer dúvida sobre o Cairo, fale com a gente por WhatsApp ou deixe um comentário abaixo 😉

Também recomendamos

Preciso mesmo de seguro viagem?

Uma tempestade de areia atingiu o Líbano quando eu estava lá

O quê falta para a sua viagem?

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *