Tribo de Núbia, no Egito: como é a visita, vale a pena?

Já conheceu o Templo de Abu Simbel e agora está pensando em conhecer Núbia, nas margens do rio Nilo?

Se sim, veja este post, que vou explicar tudo sobre Núbia, desde a sua história curiosa, se vale a pena fazer o passeio, se é seguro e até mesmo o que comprar no local.

O que saber sobre Núbia

Um pouco sobre a história e a localização

Núbia é uma região partilhada pelo Egito e Sudão, situada no vale do rio Nilo.

Onde fica Nubia, no Egito
Onde mais ou menos fica Núbia no mapa do Egito e Sudão (Google Maps)

Localmente é conhecida como a civilização mais antiga da África, e os primeiros núbios existentes eram filhos de colonos sul-egípcios com escravas nilóticas.

Isso no III milênio a.C, “tempo para dedéu atrás”, quando a I dinastia se apoderou de parte da tribo, para abastecer os faraós com ouro e pedras preciosas.

Neste momento que a tribo Núbia passa a ter valor para o Egito e é considerada como parte importante do país.

Núbia conseguiu conservar-se independente das inúmeras dominações, até o século XIX, quando o Reino Unido ocupou a região.

Quando os estados africanos conseguiram a sua independência, os núbios se reergueram e acharam melhor ficar entre o Egito e Sudão porque, se outra dominação acontecesse no Egito, eles teriam certa agilidade e proteção, com a mudança rápida para o Sudão.

Você sabia que a melhor forma de conhecer os principais pontos turísticos do Egito é por meio de um cruzeiro?

Os maravilhosos templos do Egito, geralmente, beiram as margens do Nilo por questões históricas dos antigos faraós que lideraram estas construções.

Um cruzeiro 5 estrelas no Egito pode custar bem pouco!

A partir de 283 dólares por pessoas e com café da manhã, almoço e jantar incluido.

O que mais pode estar incluído no pacote ao contratar um cruzeiro:

  • Ingressos aos pontos turísticos
  • Transfer do aeroporto/hotel ao cruzeiro
  • Guia em português
  • Wifi
  • Transfer final do cruzeiro ao aeroporto de Luxor

QUERO SABER MAIS SOBRE CRUZEIROS NO EGITO

foto cruzeiro no Nilo
Cruzeiro no Nilo

Como é visitar Núbia

Absolutamente precioso.

Só pelo “peso da história”, já valeria a pena passar algumas horas no local.

A comunidade é muito pobre, as crianças andam com os pés descalços, em meio à muita areia e nos pedem canetas, como algo de muito valor para elas.

povoado de núbia, no Egito
Povoado de Nubia, “perdido no meio do deserto”

Algumas até trabalham, apoiando seus familiares com o sustento familiar.

Me recordo de ter visto crianças, com cerca de 7 anos, ajudando turistas a descerem de camelos, em troca de alguns trocados.

Os adultos trabalham como artesãos, vendem temperos, chás e souvenirs e apoiam turistas, que chegam em pequenos grupos para conhecer a comunidade.

tribo no egito
Artesãos de Núbia, que basicamente vivem da renda trazida pelo turismo

Perigo ao visitar Núbia

Assim como mencionei no post de curiosidades sobre o Egito, a gente não sente nenhum tipo de ameaça relacionada a roubo, furto ou sequestro.

Aliás, na tribo Núbia, me senti muito mais confortável caminhando, por exemplo, do que no Cairo, porque as pessoas não ficam nos encarando como um “E.T.” e nem pedem dinheiro.

Só é uma comunidade muito pobre mesmo.

foto nubia egito
“Carrefour improvisado” em Núbia

Conhecendo a casa de um núbio

Adoro conhecer a casa das pessoas, em países diferentes, porque a gente consegue se aprofundar naquela cultura de uma forma muito diferente.

Tive o prazer de entrar na casa de uma família local, uma casinha simples, com chão de areia, paredes baixas e teto sem forro.

visitando os nubios
Entrando na casa dos núbios

Me apresentaram cada aposento da casa.

cozinha no egito
Cozinha sem luz e sem eletrodomésticos

Um quarto onde dormia todo mundo da família, de 5 pessoas, uma sala ampla, com sofás interligando às paredes de ponta a ponta, uma cozinha prática, sem eletrodomésticos, e um banheiro com latrina (buraco no chão, sem vaso sanitário).

quarto no egito
Quarto do Egito

Na sala, me ofereceram um chá e me explicaram que todas as noites passam uma vassoura que deixa listras na areia.

Se quando acordam a areia não está listrada, é porque algum bicho passou por lá e precisam averiguar se não traz risco para a família.

Crocodilo, o animal de estimação

Risco aparentemente, o núbio parece correr todos os dias, pois, nesta casa que visitei, eles tinham 2 crocodilos filhotes, como animal de estimação.

Na verdade, os crocodilos ficavam presos em uma gaiola, no meio da sala. Para me mostrar, amordaçaram a boca dos bichinhos.

crocodilo núbia
Crocodilos presos na gaiola

Até peguei no colo a criatura, mas com aquele receio de um rebote…

crocodilo no Egito
Segurando o “animalzinho de estimação” dos núbios, na sala da família

Pela óptica dos egípcios, o crocodilo é um animal sagrado, porque é o símbolo da vida que o rio Nilo leva às pessoas há tantos anos, num país que é praticamente composto de areia.

O animal é até mumificado ou pendurado quando morre, de tão precioso que é considerado.

crocodilo núbia
Pele do crocodilo na porta de uma residência em Núbia

E durante o cruzeiro no Nilo, a caminho de Assuã, até visitei um museu de mumificação do réptil.

Compras em Núbia

Na tribo vi várias vendinhas de temperos e chás, mas, sinceramente, não comprei nada por medo da imigração em Dubai (onde faria escala) e no Brasil.

o que comprar no egito
Em Núbia há souvenirs com bons preços para comprar

Como esses produtos são vendidos à granel, a gente não tem como saber exatamente a composição, a procedência dos ingredientes e nem mesmo a qualidade

…Isso poderia ser algo complicado de justificar na imigração.

Eu não trouxe nada de alimentos à granel, mas os espanhóis que viajavam comigo compraram bastante.

Cada um analisa seu risco, no caso, né? Resolvi não arriscar.

Em compensação, comprei souvenirs para amigos e familiares. E é um ótimo lugar para comprar alguns produtos típicos do Egito, porque os preços são muito mais baixos que em Luxor ou no Cairo.

Compras no Egito
Souvenirs do povoado

Até mesmo mais barato que no Mercado Khan El Khalili. E não foi preciso negociar tanto, risos.

Outras experiências no vilarejo

Em Núbia também é possível vivenciar experiências clássicas do Egito, como fazer um passeio de camelo e uma tatuagem de henna árabe no braço.

Tatuagem de henna no Egito
Tatuagem de henna feita no próprio povoado

Esperei a viagem toda para fazer o passeio de camelo.

Em Cairo, Luxor e até mesmo em Assuã me recomendaram fazer em Núbia e não me arrependi.

Com o camelo andei nas margens do Nilo, entre o barco e a Núbia e achei muito legal o passeio.

onde andar de camelo
Adorei andar de camelo nas margens do Nilo

Na tribo também vale a pena fazer a famosa tatuagem feminina de henna árabe no braço.

O desenho é lindo e a especialista faz em menos de 15 minutos.

Como é de henna, depois de alguns dias ela saí naturalmente, ou seja, não se preocupe, pois não é permanente.

Como ir até Núbia

Se te convenci pela minha experiência positiva a conhecer Núbia, faça o seguinte para conhecê-la:

Compre esse tour de barco com guia em português, porque na experiência está incluído:

  • Traslado de ida e volta ao seu barco ou hotel em Assuã
  • Passeio de barco à motor ou feluca tradicional
  • Chegada de camelo até a tribo Núbia
  • Tatuagem de henna
  • Bebidas durante todo o passeio

Como a tribo fica num lugar muito remoto e não recomendo dirigir no Egito, esse passeio é a melhor forma.

Guiado, tudo certinho e sem risco de erro.

passeio de feluca egito
Passeio de feluca entre Assuã e os núbios

Aliás, é bem barato também!

Custa cerca de 330 reais e dá para pagar em reais mesmo, ou seja, não precisa se preocupar com as taxas altas dos cartões de crédito para troca de moeda e não há cobrança de IOF sobre a compra (6,38%).

Isso sem contar o pôr do sol inesquecível que assisti! O mais bonito de toda a viagem pelo Egito!

por do sol nilo
O inesquecível pôr do sol no Nilo

Se precisar de ajuda com a sua experiência na tribo Núbia ou quiser compartilhar a sua experiência, escreva no campo de comentários. Logo retornamos! 😊

Também recomendo no Egito

Assédio no Egito: descobri que valia 4000 camelos

Os 7 templos mais bonitos do Egito

Cruzeiro no Nilo: vale a pena? Prós e contras

Guia de Luxor: o que fazer, como chegar e como se virar

O quê falta para a sua viagem?

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se na nossa newsletter e ganhe um incrível e-book sobre turismo de luxo!