Por que tomamos choque em pessoas e objetos? Como evitar?

Por que tomamos choque em pessoas, animais e objetos?

Você já deve ter feito essa pergunta quando tomou algum choque em algo ou alguém, não?

Pois é. Eu também sempre tive esse tipo de dúvida e, por ter tomado tanto choque na minha última viagem, resolvi investigar melhor o assunto.

Os choques podem ser tomados quando a umidade relativa do ar diminui.

Pode acontecer em dias quentes e secos de verão, ou no frio, o que é bem mais frequente para a maioria das pessoas.

Em teoria, o que acontece é que estamos o tempo todo gerando energia dentro do nosso corpo e a umidade do ar permite que ela flua livremente.

Sem as partículas de água no ar, acumulamos tudo na gente e, quando tem algum objeto ou alguém que permite fazer essa energia sair, tomamos os sustos e os dolorosos choques.

Tomar choque na porta
Maçanetas e objetos metálicos são ótimos lugares para tomar choques

Por que no frio tomamos mais choque?

No frio, além de estarmos sempre em ambientes aquecidos artificialmente com calefação, o que diminui a umidade do ar, também usamos um monte de tecidos que criam mais atritos em contato com outros materiais, gerando muita estática.

A e o veludo, por exemplo, são ótimos materiais para quem quer sentir a dorzinha do choque (risos).

O poliéster e aqueles casacos deliciosos de nylon são também ótimos geradores dos tais atritos.

Mulher vestida com tecidos que aumentam a chance de tomar choque
Mistura de tecidos que aumentam a chance de tomar um choque

Até mesmo sapatos com sola de borracha, não conseguem escapar da estática.

Eles são isolantes, mas fazem com que a energia se acumule no corpo, enquanto estão em contato com a lã, nylon ou o poliéster, por exemplo.

Se encostar em uma maçaneta de porta, na esteira da academia ou em um carro, por exemplo, pode ter certeza que sentirá a eletricidade saindo das suas mãos.

Podemos sentir os choques também ao abrir compartimentos eletrônicos, como computadores ou produtos sensíveis.

É importante informar, neste caso, que qualquer pequena descarga elétrica pode causar danos sérios nos equipamentos.

Chamar um técnico que obtém equipamentos específicos para evitar este tipo de acidente seria o mais indicado.

Esses choques são perigosos?

Apesar de cada pessoa sentir os choques de forma e intensidade diferentes, os mesmos não ocasionam danos à saúde, porque a corrente é muito baixa, quando comparada, por exemplo, a um real contato com cabo elétrico, tomadas ou algo do tipo.

E o que fazer para evitá-los?

Dentro de casa, recomendo ter um umidificador de ar para evitar pequenos atritos.

Aliás, é excelente ter um produto como este durante o inverno, principalmente se estiver em um local seco.

Outras alternativas seriam: comprar um spray anti shock, caso você use muitos tecidos diferentes no dia a dia. O spray elimina essa energia acumulada em você.

Então, se você acha que aquela porta que precisa encostar, ou o carrinho de supermercado vai te dar um choque, basta espirrar o spray antes.

Também usar luvas de couro. Eu costumo usar bastante no frio, principalmente quando viajo.

Desde que passei a usá-las, eu simplesmente parei de tomar choques em lojas, maçanetas de portas, cabides metálicos, carrinhos de supermercado e até no meu marido.

Luvas de couro
Luvas de couro são excelentes para o frio e ainda podem te ajudar a não tomar choque em pessoas e objetos

Ah, para carro, ter um chaveiro eliminador de estática pode ajudar muito!

Você, provavelmente, nunca mais precisará fechar a porta do carro com o cotovelo ou com a batidinha no quadril.

Outras soluções que minimizam o efeito estático

Estas soluções ajudam a minimizar o desconforto com a estática, mas não a eliminar de vez.

Para reduzir a estática dos cabelos, por exemplo, use xampus bem hidratantes e os óleos reparadores de pontas.

Indico os produtos para cabelo mais hidratantes da Leo Stafford e da Keune.

São os que mais funcionam para a estática, no meu caso.

Não esqueça também de finalizar os cabelos com um jato de ar frio do secador.

Ajuda muito!

Com essas pequenas ajudas e sugestões acima, espero que os seus problemas com os choques sejam eliminados de vez!

Se você ainda tiver dúvidas sobre como evitar os choques, veja este vídeo que fiz no AMTV! Pode ajudar bastante.

Aproveite para nos seguir no Youtube também 🙂

Tomo choque em pessoas e objetos
video porque tomamos choque em pessoas e objetos

Outras dicas sobre como se cuidar no frio

Como os choques são mais frequentes no frio, recomendo dar uma lida no post machucados que o frio extremo me causou.

No inverno do Canadá, por não usar roupas adequadas para as temperaturas abaixo de zero, tive problemas sérios com a minha pele (feridas imensas começaram a aparecer).

Neste post acima, explico melhor o que aconteceu comigo e as recomendações médicas para temperaturas frias. 

Também recomendo

Como fazer um spa day em casa por menos de R$100

Viajar menstruada: perigos, cuidados e alternativas

Como limpar o rosto em viagens: dicas de produtos

Cabelos em viagens: 7 dicas e produtos

Outono em Nova York: peças para uma mala perfeita

compartilhe:
Deixe o seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários

  1. Eu levo choques até mesmo ao encostar no meu bloco de notas e no meu fichário (sempre na região do meu pulso). Teve uma vez (eu nunca esqueci) que estava eu e minha amiga numa escada rolante, encostamos nossas mãos uma na outra sem perceber, mas assim que elas se chocaram, levamos um choque (como explicado em seu texto), mas foi um choque tão forte que a o meu pulso ficou avermelhado e no momento do choque, eu ouvi um estalo baixo, perguntei para minha amigo se ela ouviu o estalo e ela respondeu que sim (ambos levaram o choque). Voltando sobre o meu fichário e bloco de notas, eu sempre levo choques neles e, se eu manter o meu pulso neles, irei receber choques até eu retirar o meu pulso do objeto.

    • OBS: não quero evitar, eu gosto disso. Me faz sentir interessante sobre as coisas em meu redor e sobre eu mesmo.

      • Que interessante. Você é realmente elétrica, rs. Eu tomo muito choque na porta de carros e em pessoas, mas o tempo precisa estar bem seco para isso. Não gosto de tomar choques, não. Além de doer, levo cada susto.

  2. Leonardo D'Luka Carvalho Leite

    olá meu nome eh Leonardo D’Luka, LDL igual a você e eu tbm sinto o vc sentiu nessa sua viagem kkkkkk, será coincidencia ou nao, hahaha seila mas tmj

  3. Priscila

    Eu já estou cansada de levar choque no celular(detalhe:quando não está carregando)e em porta de carro tbm kkk.Tirando os dias que passo a mão no cabelo e fica todo arrepiado.

  4. Josenir Nascimento

    Eu dei choque no meu marido kkkkk quando nos beijamos só que nessa época eu estava usando aparelho dentário, mais essa vez foi diferente fui no mercado e tomei dois choques rsrsrs primeiro eu peguei na porta do freezer , o funcionário duvidou que eu estava enganada pegou no freezer e nada fez eu pegar novamente dai outro choque só agora vim pesquisar sobre esse fenômeno kkkkkkk acho que vou virar super choque kkkkkkkk muito interessante isso não vejo um problema pq raramente acontece comigo. Bjs para os energizados.

    • Olá Josenir! Haha… Também tomo bastante choque no freezer, mas nada se supera aos carros. Tente usar uma destas técnicas, pois podem te ajudar. Bom final de ano. 🙂

  5. LUIS EDUARDO BRITTO FIALHO

    Grato Leda, pelos esclarecimentos!!
    Estou a vinte dias levando choque em maçanetas, rs.

  6. JessicaOC

    Oi esses dias atras estava levando choque em muitas coisas, uns mais fraquinhos e outros um pouquinho mais fortes, levo principalmente na janela de onde trabalho pois amo olhar pela janela, na esteira da academia e ate mesmo na minha avó kkkkkk é engraçado e muito doido isso, pensei que nao fosse normal ate ver esse post kkkk

    • É super normal! Somos todos “chocantes”, rs. Tente molhar as mãos com mais frequência, pois o clima seco faz com que a gente tome mais choque. Boa sorte com as correntes elétricas por aí. 🙂

  7. Anthony

    Texto bem elaborado. Estou tomando choque a torto e à direito hoje, e é exatamente o q diz na materia. Estou com galocha de borracha, um monte de roupa, e dentro de uma sala com aquecedor. E neve caindo lá fora.

    • Nem me fala. Tem dias que acordo assim também. Tente seguir algumas dicas do artigo, que ajuda bastante. Mas o aquecedor ajuda a ressecar a sua pele e aumentar possíveis atritos, atenção com ele aí. 😉

  8. Fernanda

    Nossa interessante rescentemente comecei a trabalhar numa firma d roupas sou costureira e a dois dias venho levando esses famosos curto aq onde moro o calor ja esta atingindo os 42 graus muito quente msm e la dentro da firma e um horror d quente parece ate uma salna na parte da manha trabalho normal o ruim e na parte das 3:00 em diante nao posso relar na na maquina q levo um tranco nao sei como posso resolver isso vc falou do calsado com sola de borracha uso sapatilha vou passar a usar tenis pq o solado e d borrachado o duro q e so comigo ninguem mais sente esses choques la oq eu faço para nao me dar mais isso…..

    • Olá, Fernanda. Estando em lugar quente, acredito que seja melhor você umedecer as mãos com mais frequência e sempre que possível, usar um hidratante. Outra sugestão seria usar um umidificador de ambiente, porque o atrito acontece bastante em ambientes com secura no ar. As botas com solado de couro tendem a ajudar, mas o ambiente continuará seco.

  9. Felipe

    Eu morava no Brasil e me mudei pra Suécia esse mês e ainda não acostumei com esses choques repentinos. Realmente a umidade do ar aqui é bem baixa, tudo fica mais ressecado no inverno, alem é claro da influência da calefação como você mesmo disse. Adorei seu texto me esclareceu bastante coisa. Só queria saber se existe alguma alternativa pra descarregar toda essa energia. Ouvi falar que encostar em árvores resolve mas acho que é mito kkkkk.

    • Olá, Felipe. Imagino como tem sofrido com os choques por aí. A teoria da árvore parece ser boa, embora nunca tenha escutado nada a respeito, rs. O problema é que tem dias que em questão de 1 ou 2 horas já tomamos outro choque de novo, porque mesmo que a gente descarregue a energia (sendo tomando choque ou com outra coisa, como poderia ser com a árvore, por exemplo), o nosso corpo rapidamente volta a concentrar a energia de novo, porque o ar continua seco e estamos com roupas favoráveis para o inverno (mas desfavoráveis para o choque), que estão lá, em atrito, trabalhando para você acumular uma nova carga no corpo.
      Na Suécia, você deve usar casacos de nylon e cachecol de lã, certo? Só de falar essas duas palavras, a gente já aumenta a energia dentro da gente, rs.
      De todas as soluções, a que melhor funcionou para mim foi a luva de couro, me ajudou muito mesmo. Dá para abrir portas, fazer compras no supermercado, sair do carro, encostar em outras pessoas, sem os estalos assustadores e doloridos do choque. E dentro de ambientes com calefação, usa algo para tirar a secura das mãos, como um spray com água ou álcool em gel. Ex. Vai no Starbucks tomar um café e o balcão é de metal, prepare as mãos antes de encostar nele. Boa sorte por aí e espero ter te ajudado! 🙂

  10. Rosimeri soares

    Gente,to tomar choque direto,ando ate assustada,ja nao sei mas o k fzr.

  11. Rosimeri soares

    Gente,to tomar choque direto,ando ate assustada,ja nao sei mas o k fzr.Sera por causa da neve,moro em um pais,e agora ta cair nebe,e estamos no inverno,muita neve la fora,e dentro de casa a temperatura esta normal.

    • Olá, Rosimeri. Bem possível. A temperatura baixa + ar seco faz esses atritos aumentarem. Se na sua casa tiver calefação, o ar fica mais seco também.
      Boa sorte com os choques aí, risos.

  12. Fabiana Ramos

    Tomo choque em qualquer lugar (até mesmo ao encostar numa pessoa) como me explicam isso, alguns até fica doendo.

    • Verdade, alguns doem bastante. É bom dar uma olhada em produtos para diminuírem a sua estática. 😉

  13. Roberta Ellen Montanini

    Sempre tomo choque no armário do meu trabalho que é de aço, na máquina de escrever, na tv de casa e em vários outros lugares. Dá cada susto, meu Deus rs! Adorei o artigo.

    • Oi Roberta, tudo bem?

      Verdade! A gente toma muito susto, né? rsrs.
      Tente usar algum desses produtos que recomendei, que pode te ajudar. 😉

      • Nildya Macar

        Tomo choque a bastante tempo,mas nós últimos dias estou tomando demais,não sabia e nunca imaginei que fosse electricidade estatística,tentei pesquisar pra perceber se estou ficando louca ou é algo normal,mas já percebi que realmente acontece com muita gente,pra além de levar tomar nos carros,até em locais que não entendo,na cama por exemplo,estava a fazer a cama e tomei choque em três momentos diferentes.mas agradeço pela informação,vou tomar e seguir com a recomendação

      • Oi, Nildya. É muito ruim tomar choque, né? Mas siga as recomendações acima que você resolverá da melhor forma 😉

  14. Eduardo

    Como fazer para aumentar a intensidade da corrente? Alguma ideia?