Compartilhe esta página

Museus de Paris: os 7 principais e ingressos

Os museus de Paris estão entre os melhores e mais famosos do mundo

A “Cidade Luz” tem mais de 100 museus, de diferentes temáticas.

Desde uns voltados para a arte, como o Louvre, como outros dedicados ao design ou ao luxo, como o da Louis Vuitton.

Inclusive, se você quiser dedicar bastante do seu tempo na cidade visitando museus, vale até a pena comprar o Museu Card, para 2, 4 ou 6 dias, porque este bilhete que dá acesso a mais de 60 museus sem custo algum.

Além disso, há até hotéis mais voltados para quem gosta de arte, design e etc.

Mas esse assunto deixo para quando você desenhar um roteiro personalizado de viagem conosco.

Neste post, irei falar dos principais museu de Paris, seus diferenciais, endereços, horário e a melhor para forma de garantir o seu ingresso de forma antecipada.

museus de paris
A minha experiência no Museu do Louvre

Quais são os principais museus de Paris

1) Museu do Louvre

Dentro todos os museus de Paris, o Louvre é, sem dúvida, o principal e também um dos cartões-postais da capital da França.

O museu fica dentro do Palácio do Louvre, que tem uma área de 72.735 metros quadrados, e foi erguido entre os séculos XII e XIII, durante o reinado de Filipe II.

Com o passar dos anos, o edifício ganhou novas funções, transformando-se em museu apenas no dia 10 de agosto de 1793.

Na época, o espaço contava apenas com 537 obras de arte.

A ampliação do acervo veio com o “auxílio” do Imperador Napoleão Bonaparte, que chegou a dar nome ao museu.

Depois de algumas transformações, o Palácio alcançou a sua forma retangular atual, em 1874.

O saguão subterrâneo e a pirâmide, que fica em sua entrada, foram inaugurados no fim da década de 80.

Hoje o Louvre é de propriedade do governo francês.

foto do museu do louvre em paris
A famosa Pirâmide do Museu do Louvre em Paris

Principais atrações

Embora tenha mais de 600 mil obras em seu acervo, a principal atração do Louvre é, sem dúvida, a Mona Lisa, de Leonardo da Vince, uma das 38 mil expostas ao público.

É normal entrar no museu e ver as pessoas procurando pela sala desta histórica pintura.

O local onde a obra se encontra, inclusive, está sempre lotada, sendo difícil de chegar perto do famoso quadro.

Mona Lisa no Louvre
Sala da Mona Lisa, no Louvre, sempre está cheia de visitantes
Outros destaques

Além da Mona Lisa, outras obras e coleções que se destacam no Louvre são:

  • Coleção das Antiguidades Egípcias
  • Vênus de Milo, símbolo da arte clássica
  • Quadro A Balsa de Medusa
  • Escultura Vitória de Samotrácia
  • Quadro A Coroação de Napoleão
  • Pintura Navio dos Loucos
  • Quadro A Grande Odalisca
  • A Barca de Dante

Entre outras pinturas, esculturas e antiguidades.

principais obras do louvre de paris
Tipo de antiguidade encontrada no acervo egípcio do Louvre

Ingressos

As entradas para o Louvre podem ser compradas de forma on-line, com o horário de entrada agendado.

O que recomendo fortemente, para evitar filas e grande perda de tempo.

Valor: 17 euros + 3 euros de taxa de reserva.

Horário de funcionamento

Segunda, quarta, quinta, sábado e domingo, das 9h às 18h.

De sexta, das 9h às 21h45.

Às terças o museu não abre.

Endereço

Rue de Rivoli, 75001 Paris, França.

  Já reservou o seu hotel em Paris?

Encontre a melhor hospedagem para você, e conte com o suporte de uma empresa séria, sempre pronta para o atendimento, diante de qualquer necessidade.

Use o mapa interativo abaixo, pois nele estão presentes todos os estabelecimentos disponíveis para dormir na cidade e fica fácil de comparar suas localizações e preços.

Reserve agora mesmo!

Booking.com

2) Museu D’Orsay

Um dos museus de Paris mais charmosos é o D’Orsay, localizado às margens do Rio Sena.

O espaço foi erguido em uma antiga estação ferroviária, a Gare du Quai d’Orsay, sendo inaugurado em 1898, a tempo da Exposição de 1900.

ingressos Museu d'orsay
Relógio do Museu d’orsay

Anos depois, mais precisamente em 1939, a estação perdeu a importância para a cidade, até ser fechada em 1973.

Em 1977, o governo da França decidiu transformar o espaço em um museu, através de uma grande obra de modernização e adequação.

A inauguração do Museu D’Orsay aconteceu em 1 de Dezembro de 1986.

foto do Museu d'orsay
Área interna do Museu d’orsay

Principais atrações

Sendo um museu com um dos maiores acervos de arte impressionistas e pós-impressionistas, não seria justo apontar apenas uma obra como a principal.

Por conta disso, separei alguns dos destaques do museu:

  • Auto-retrato, de Vincent Van Gogh
  • Baile du Moulin de la Galette, de Pierre-Auguste Renoir
  • Londres, Casa do Parlamento, de Claude Monet
  • Olympia, de Edouard Manet
  • Crepúsculo, de Pierre Bonnard
  • Um enterro em Ornans, de Gustave Courbet
  • Os jogadores, de Paul Cézanne

Ingressos

As entradas para o Museu D’Orsay podem ser compradas de forma on-line, com o dia para a visitação definido.

Valor: 16 euros.

Horário de funcionamento

Quarta, quinta, sexta, sábado e domingo, das 9h30 às 18h.

Às terças, das 10h às 17h.

Segunda o museu não abre.

Endereço

1 Rue de la Légion d’Honneur, 75007 Paris, França.

3) Museu de l’Orangerie

O Museu de l’Orangerie ou Museu de Laranjeiras está sediado em um Palácio do ano de 1852, vizinho ao Jardim des Tuileries.

O espaço teve diversas utilidades, até passar a fazer parte da administração do Museu de Belas Artes, no século XIX, quando se começou a pensar em transformá-lo em um museu.

A história do espaço, porém, começou a mudar em 1918, quando Claude Monet manifestou o seu desejo de doar os painéis “Nymphéas” ao governo francês.

A doação foi assinada em 1922 e os painéis foram ao l’Orangerie.

Contudo, por problemas de saúde e algumas divergências de Monet, a inauguração aconteceu apenas em 1927.

Atualmente, o espaço é uma das principais galerias de arte impressionista e pós-impressionista de Paris.

Principal atração

Embora conte com obras de Picasso, Renoar, Cázanne, Matisse, Dazzi, e Modigliani, a principal atração do espaço são os painéis “Nymphéas”, de Monet.

A atração é formada por aproximadamente 250 pinturas a óleo, que mostram o jardim de flores de Monet, na região de Giverny.

Monet Giverny
Pintura a óleo de Monet, mostrando o jardim de Giverny

Ingressos

É possível comprar os ingressos, com antecedência, para o Museu de l’Orangerie, com o dia marcado e com o horário flexível.

Valor: 12,50 euros

Horário de funcionamento

Segunda, quarta, quinta, sexta, sábado e domingo, das 9h às 18h

Às terças o museu não abre.

Endereço

Jardin Tuileries, 75001 Paris, França

 

4) Museu Rodin

O Museu Rodin foi inaugurado em 1919, no antigo Hotel Biron.

Esta é uma mansão em estilo rococó, do século XVIII, que foi oficina e casa do escultor Auguste Rodin, a partir de 1908.

Museu de Rodin em Paris
O Museu de Rodin fica no antigo Hotel Biron

Rodin doou a sua coleção para o governo francês, além pinturas de Renoir e Van Gogh.

Antes, porém, ele fez o estado garantir que transformaria a sua casa em um museu.

A coleção de Rodin contém 6.600 esculturas, 8 mil fotografias, 8 mil desenhos e 7 mil objetos de arte.

Algumas das suas obras de arte estão expostas no famoso jardim do museu.

Principais atrações

Entre as principais atrações de Rodin expostas no museu, vale a pena destacar:

  • O Pensador
  • Portões do Inferno
  • O Beijo
principais obras do museu de rodin em paris
O Pensador é uma das principais atrações do Museu de Rodin em Paris

Ingressos

Compre as entradas de forma antecipada, para evitar as filas do local.

Valor: 14 euros.

Horário de funcionamento

Terça, quarta, quinta, sexta, sábado e domingo, das 10h às 18h30

Às segundas o museu não abre.

Endereço

77 Rue de Varenne, 75007 Paris, França

5) Museu Picasso

O Museu Picasso de Paris fica nas instalações do antigo Hotel Salé, que foi erguido entre 1656 e 1659.

Ele transformou-se no Museu Picasso no ano de 1985, antes, porém, além de hotel, foi a sede Escola Central de Artes e Manufaturas de Paris e Embaixada de Venezuela.

O espaço expõe 150 esculturas, cerca de 200 pinturas, quadros, desenhos, entre outras obras de arte do artista, além de artigos de Matisse, Miró, Derain, Cézanne, Rousseau e Degas.

Principais atrações

A exposição mostra diversas fases do artista espanhol, onde se destacam as emblemáticas pinturas:

  • As senhoritas de Avignon
  • Guernica

Ingressos

As entradas para o Museu do Picasso podem ser compradas de forma antecipada e com acesso prioritário.

Valor: 14 euros.

Horário de funcionamento

Terça, quarta, quinta e sexta, das 10h30 às 18h.

Sábado e domingo, das 9h30 às 18h

Às segundas o museu não abre.

Endereço

5 Rue de Thorigny, 75003 Paris, França.

6) Centro Pompidou

O Centro Georges Pompidou foi inaugurado em 1977.

Ele tem uma das principais coleções de arte moderna contemporânea do mundo, chegando a ser comparado ao MoMa de Nova York ou ao Tate Modern de Londres.

O edifício do Centro Pompidou tem seis andares com 7.500 m2 cada um.

Contudo, vale destacar que o quarto e o quinto andar mantêm exposições permanentes do Museu Nacional de Arte Moderna.

Centro Pompidou
Design moderno do Centro Pompidou

Principais atrações

Dentro do Centro Pompidou é possível encontrar obras de artistas, como: Picasso, Matisse, Miró, Dalí, entre outros.

Entre as pinturas mais famosas, podemos destacar:

  • La Blouse roumaine, de Matisse
  • Bleu II, de Miró
  • The Frame, de Frida Kahlo 

Ingressos

As entradas para o Centro também estão disponíveis para a compra antecipada.

Valor: 15 euros.

Horário de funcionamento

Segunda, quarta, sexta, sábado e domingo, das 11h às 21h.

Quintas, das 11h às 23h.

Às terças o museu não abre.

Endereço

Place Georges-Pompidou, 75004 Paris, França.

7) Museu de l’Armée des Invalides

Museu de l’Armée des Invalides ou Museu do Exército é um dos principais espaços dedicados à história das forças armadas.

Assim como outros museus de Paris, também está em um antigo hotel, no caso o
Hôtel des Invalides, ou Palácio Nacional dos Inválidos, erguido a pedido de Luís XIV, em 1670.

Museu do Exército de Paris
Museu do Exército de Paris visto de longe

O espaço cultural, porém, foi criado apenas em 1905, através da junção ado Museu de Artilharia, com o antigo Museu do Exército.

As exposições estão organizadas de forma cronológica, sendo possível conhecer armas e armaduras de todas as partes do mundo.

Há um extenso material fotográfico também.

Os espaços de maior destaque contam as histórias das batalhas de Luís XIV, da Revolução Francesa, além das duas Guerras Mundiais.

Principal atração

Embora tenha um rico acervo militar, a maior parte das pessoas que vão ao museu tem como objetivo visitar o túmulo do Imperador Napoleão Bonaparte.

Ele fica sob uma grande cúpula, perto de outros importantes combatentes da França.

Ingressos

Compre as entradas para o Museu de l’Armée des Invalides de forma antecipada, para evitar filas, assim como recomendado nos outros museus.

Horário de funcionamento

Segunda, quarta, quinta, sexta, sábado e domingo, das 10h às 18h.

Às terças, das 10h às 21h.

Endereço

129 Rue de Grenelle, 75007 Paris, França.

Lista com outros museus de Paris

Veja abaixo a lista com outros interessantes museus de Paris:

  • Petit Palais
  • Carnavalet
  • Museu da Arte Moderna da cidade de Paris
  • Fundação Louis Vuitton
  • Quai Branly
  • Montmartre
  • Guimet
  • Du Parfum
  • Cluny
  • História Natural
  • Grévin
  • De Artes e Ofícios
  • Paris Sewer Museum

Gostou das sugestões de museus em Paris? Quais você pretende visitar?

Caso tenha ficado com alguma dúvida, deixe a sua mensagem que logo respondemos 🙂 

Também recomendo em Paris

Fragonard em Paris: visita guiada ao museu do perfume e compras

Cruzeiro no Sena: Tipos e vale a pena

Galeríes Lafayette: benefícios exclusivos, transfer e mais

Operle Parfumerie Paris: 25% off nos produtos + tax free

11 passeios românticos em Paris que são imperdíveis

Arredores de Paris: 7 passeios imperdíveis de 1 dia

Hotel com vista para a Torre Eiffel: dicas e localização

5 lugares perfeitos para tirar foto com a Torre Eiffel

compartilhe:
Deixe o seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários

  1. Luiz Fernandes

    Ótimas sugestões, Paris é uma cidade que nunca sai de moda!