Restaurantes italianos em São Paulo: 5 excelentes dicas

Está com vontade de ir a um bom restaurante na cidade de São Paulo? Comer uma boa pasta, tomar um bom vinho e vivenciar um pouco da cultura italiana?

Se sim, não deixe de ler este post, pois vou mostrar 5 excelentes restaurantes que fui recentemente e têm boa fama na cidade.

restaurantes italianos em são paulo: pratos de macarrão feitos com queijo parmesão
Os pratos feitos dentro do queijo parmesão são os preferidos do público no La Nonna di Lucca

Restaurantes italianos em São Paulo (SP)

Os restaurantes italianos em São Paulo são “uma marca”, um verdadeiro patrimônio da cidade e uma parada obrigatória para moradores e visitantes.

A “pasta da nona” já está enraizada na cultura local e se tornou uma bandeira da capital financeira do Brasil.

O hábito veio dos imigrantes

O hábito de comer comida italiana foi trazido pelos imigrantes, no séculos XIX. Por isso, atualmente, São Paulo tem um grande número de estabelecimentos, com pratos de diferentes regiões da Itália.

Na Terra da Garoa é possível comer uma boa macarronada em uma cantina, uma lasanha em uma trattoria ou aquele gnocci especial em um ristorante sofisticado.

Por conta das inúmeras possibilidades, separei cinco estabelecimentos bem conceituados para que você possa experimentar o melhor da culinária italiana, na capital.

Os pratos são bem servidos e, em alguns casos, dão até para duas pessoas!

Onde comer uma boa pasta em São Paulo 

Lellis Trattoria Campinas

Por que ir: inaugurado em 1981, o Lellis é uma das referências de São Paulo, quando se pensa em uma boa comida italiana.

O restaurante tem um ambiente bastante aconchegante e familiar, com pratos saborosos, que são capazes de agradar até os mais exigentes.

Ele abre tanto para o almoço, quanto para o jantar e reservas podem ser feitas por telefone.

Além disso, possui uma adega climatizada, que tem capacidade para até 7 mil garrafas de vinho, entre mais de 230 rótulos nacionais e importados.

Grande variedade de vinhos no Lellis
O Lellis tem espaço para mais de 7 mil garrafas de vinho
restaurantes italianos em são paulo: painel de caricaturas de personalidades no Lellis Campinas
Painel com as personalidades que já visitaram o restaurante

O que experimentar: gnocchi à moda do Lellis (tomate, alho, orégano, azeite, manteiga, manjericão, bacon, catupiry e parmesão gratinado).

Preço: cerca de R$ 148,00 (porção para duas pessoas).

gnocchi a moda Lellis
O gnocchi à moda Lellis é um dos pratos preferidos que de quem vai ao restaurante

Atrações da região: o Jardim Paulista está em uma região com diversos pontos turísticos de São Paulo, como o Parque do Ibirapuera, a Avenida Paulista, o MASP e o Museu de Imagem e Som.

Além das atrações culturais, a região tem um comércio de rua famoso, como o da rua Oscar Freire, bares e uma grande variedade de restaurantes.

Endereço: Alameda Campinas, 1849 – Jardim Paulista.

Que tal fazer um tour guiado gratuito pelos lugares emblemáticos do centro de São Paulo?

No passeio de 2 horas e 30 minutos, está incluído:

  • Passagem pelo Teatro Municipal
  • Ida ao Farol Santander, para uma vista deslumbrante da capital paulista
  • Passeio pelo Pateo do Colegio, onde surgiu a cidade de São Paulo
  • Visitação ao Centro Cultural do Banco do Brasil
  • Entre outros pontos…

Basta reservar o passeio no link abaixo. Não há custo algum! 🙂

TOUR GRATUITO NO CENTRO DE SÃO PAULO

Como é São Paulo
Vista de São Paulo do Farol Santander, no centro da cidade

La Nonna di Lucca

Por que ir: o restaurante La Nonna di Luca é um estabelecimento bastante descontraído e que promove uma interação interessante entre os chefs e os clientes, durante o preparo dos pratos, em peças gigantes de queijo parmesão.

O melhor horário para visitar o La Nonna di Lucca é de noite.

Chef prepara macarrão dentro de um queijo parmesão
Massa preparada dentro queijo parmesão é uma atração do restaurante

O que experimentar: parmegiana ao Formaggio (filé empanado com pão italiano e frito, molhos pomodoro e pesto e amêndoas. Preparado no parmesão curado e flambado ao conhaque).

Preço: cerca de R$ 125,00 (serve duas pessoas).

Molho de tomate misturado ao queijo parmesão
Molho de tomate também é misturado ao queijo parmesão durante o preparo

Atrações da região: Moema é um bairro tranquilo e bastante arborizado, com uma entrada para o Parque do Ibirapuera.

Nele estão algumas das melhores opções de restaurantes e bares, em São Paulo.

Endereço: R. Gaivota, 689 – Moema, São Paulo.

Bravo Bistrô

Por que ir: o Bravo Bistrô tem uma decoração bastante intimista, capaz de deixar todos os clientes confortáveis.

Com luz baixa, ele aproveita para colocar velas nas mesas, criando uma atmosfera bastante aconchegante. Tudo rústico, mas de muito bom gosto.

O cardápio tem inspiração franco-italiana, com pratos tradicionais e algumas novidades, que fazem do bistrô um estabelecimento bastante singular.

O Bravo Bistrô funciona tanto na hora do almoço, como na hora do jantar.

O que experimentar: Pasta Bourré (Torteloni artesanal recheado de Mozzarela de búfala e limão siciliano ao molho pomodoro, finalizados com pesto de manjericão, pistaches laminados e queijo Gran farmaggio).

Preço: cerca de R$ 69,00

Torteloni artesanal servido com molho de tomate do Bravo Bistrô
A Pasta Bourré é um dos pratos que faz mais sucesso no Bravo Bistrô
queijo burrata azeite e manjericão
A burrata faz parte do cardápio de entradas do Bravo Bistrô

Atrações da região:Mooca é um dos bairros mais tradicionais de São Paulo, com forte influência italiana. Muitos imigrantes que chegaram à cidade foram para lá, no século XIX.

Atualmente, é uma região com muitas atividades culturais, como o Museu da Imigração e o Teatro Arthur Azevedo, além da presença muitos restaurantes italianos.

Endereço: R. dos Campineiros, 501 – Mooca, São Paulo

Cantina Roperto

Por que ir: inaugurada em 1942, a Cantina Roperto é um dos restaurantes italianos mais tradicionais e legais de São Paulo.

Localizado no Bixiga, uma região com forte influência italiana, o estabelecimento tem as suas receitas passadas de geração em geração, desde a chegada da família Roperto ao Brasil, vinda do sul da Itália.

O estabelecimento tem cancioneiros, que passam de mesa em mesa, todas as noites. O mesmo se repete aos sábados, na hora do almoço.

O que experimentar: gnocchi tradicional ao sugo

Preço: cerca de R$ 83,00 (um valor bem barato, pelo tamanho da porção)

gnocchi ao sugo do Roperto, um dos restaurantes italianos em São Paulo
O prato de gnocchi ao sugo serve para duas pessoas (divulgação)
massa artesanal do Roperto, um dos restaurantes italianos em São Paulo
A receita do capeletti do Roperto vem do sul da Itália (divulgação)

Atrações da região: o Bixiga está localizado na área central de São Paulo, que recebeu muitos imigrantes no século XIX.

Com forte influência italiana, ele tem muitas cantinas, mas também é bastante conhecido pela boêmia. Muitas atividades ao ar livre são feitas por lá.

Endereço: Rua Treze de Maio, 634, Bixiga.

Pecorino

Por que ir: restaurante bastante procurado pelos paulistanos e visitantes, principalmente aos domingos, o Pecorino tem um ambiente bastante agradável, com uma boa variedade de entradas, pratos saborosos e carta com variadas opções de vinhos.

O estabelecimento abre tanto para o almoço, quanto para o jantar também.

O que experimentar: Risotto Al Vino Rosso (risoto com vinho tinto, linguiça toscana e radicchio).

Preço: cerca de R$ 41,00

risotto al vino rosso do pecorino
O Risotto al Vino Rosso é um dos pratos prediletos dos clientes do Pecorino (divulgação)
salão de refeições do Pecorino
Salão do Pecorino lembra um típico restaurante na Itália

Atrações da região: assim como o Lellis Trattoria Campinas, a Pecorino também está localizado no Jardim Paulista e a presença dos dois reforça a quantidade e qualidade dos restaurantes do bairro.

Vale a pena conhecê-lo, após passear pelo Parque do Ibirapuera ou pela Avenida Paulista.

Endereço: Alameda Joaquim Eugênio de Lima, 1706 – Jardim Paulista

Precisa de hotel em São Paulo?

Garanta a sua hospedagem, em São Paulo, por meio do melhor buscador de hotéis, casas de temporada e apartamentos.

Conte com o suporte de uma empresa séria e sempre pronta para o atendimento, diante de qualquer necessidade.

Booking.com

Relação dos restaurantes italianos com a cidade de São Paulo

A história dos restaurantes italianos com São Paulo começou com a chegada dos imigrantes à cidade, que teve o ápice entre 1880 e 1930.

Nesta época, grande parte dos italianos foi para a hospedaria dos Imigrantes, no Brás. Mas muitos também foram para a Mooca, Bixiga e a Bela Vista.

Por conta desta influência, o restaurante mais antigo da cidade é italiano e foi fundado em 1881.

O Carlino Ristorante nasceu no centro, no Largo Paissandu, mas já passou por diversos lugares. Hoje, ele está na rua Epitácio Pessoa, na Vila Buarque.

O que antes era um ponto de encontro para italianos e descendentes, como uma forma de perpetuar a cultura de seus antepassados, foi abrindo espaço para todos, até se tornar algo integrado à cidade e seus costumes.

Também recomendo em São Paulo

Outlet Premium São Paulo: vale a pena fazer compras?

Castelos no Brasil para se hospedar e conhecer

Onde comer chocolate em São Paulo

Natal em São Paulo: 5 coisas legais para fazer

Onde ficar no Aeroporto de Guarulhos: salas vips e hotéis

Confraria Colonial: descanso ou travel office perto de SP

Maison Alexandrine: como é o atelier das celebridades em São Paulo

Onde comer no Bairro da Liberdade

compartilhe:
Deixe o seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários

  1. Rafael

    Excelentes dicas! Eu gosto muito da Lellis, tanto pela decoração quanto pelos pratos FARTOS. Recomendo.

    • Antonio

      Infelizmente não existem cantinas boas e baratas ,simplesmente acabaram. A premissa era de um lugar onde se comia com fartura e preços razoáveis (individual ou em família). Cantinas que não existem mais: Orvieto, D’Amico Piolin (existe timidamente), Balila, IL Cacciatore (esplêndida comida norte da Itália, preços altos). Pagar hoje um prato de massa (por 3 dígitos), o casal, onde a base é farinha e água, não tem cabimento.

      • Bom dia, Antônio. Como vai?

        3 das 5 sugestões de restaurantes que dei acima oferecem porções fartas e com ingredientes de primeira por menos de 3 dígitos.
        Concordo que os preços estão cada vez mais estão elevados e os pratos menores, mas também acredito que seja um pouco do reflexo do que vemos nos supermercados e inflação dos alimentos.

        Já fui no Il Cacciatore, no Bixiga, né? Acho que fechou mesmo. Uma pena.

        Bom fds!