O que fazer em Washington D.C., quando ir e onde ficar

O quê fazer em Washington D.C.? Qual a melhor época para visitá-la? Quantos dias ficar na capital dos Estados Unidos? Onde se hospedar?

Se essas são algumas das suas dúvidas, pode começar a arrumar as suas malas, pois darei dicas importantes neste post-guia sobre a cidade, próxima de Nova York e que certamente se tornará um dos seus destinos preferido nos Estados Unidos.

O que fazer e Washington D.C. - Casa Branca
Casa Branca, sede da presidência dos Estados Unidos

O que saber sobre Washington D.C.

Com cerca de 700 mil habitantes, a capital dos Estados Unidos está longe de ser uma das cidades mais habitadas do país, posto que pertence a Nova York, com aproximadamente 8,4 milhões de pessoas.

Washington D.C. tem uma área de 177 km² e também é bastante conhecida por ser constantemente retratada em sucessos do cinema, como Independence Day, 2012 e Traffic, além da série House of Cards.

Por ser a capital do país, nela mora o Presidente Donald Trump, na Casa Branca, que é a residência oficial e local de trabalho do governante.

Onde fica Washington D.C.

Diferente do que muitos pensam, Washington D.C. não fica no estado que leva o mesmo nome. D.C significa Distrito de Columbia, onde a cidade está localizada.

As duas cidades coexistem e são comandadas por um único governo, único caso dos Estados Unidos, por sinal.

A distância de Washington D.C. para outras cidades do país

Baltimore – 62 km.
Nova York – 365 km.
Filadélfia – 224 km.
Atlantic City – 306 km.
Boston – 704 km.

Mapa do caminhos entre Washington D.C. e Nova York
Mapa do caminhos entre Washington D.C. e Nova York (crédito Google Maps)

Outras informações úteis da cidade

Moeda

Dólar americano.

Língua

Inglês americano.

Fuso horário

Normalmente, a diferença de Washington D.C. para o Horário de Brasília é de – 2 duas horas, mas pode mudar de acordo com o horário de verão.

Documentos necessários

O cidadão brasileiro precisa de um visto para entrar nos Estados Unidos e um passaporte com validade de, no mínimo, 6 meses.

O visto costuma ter validade de 10 anos e custa cerca de 160 dólares. Ele precisa ser feito em um Consulado dos Estados Unidos.

Não há a obrigação de ter um seguro viagem, mas é sempre bom viajar com um, já que o custo de uma consulta ou emergência médica é bastante cara nos Estados Unidos.

Você sabia que um simples curativo pode custar mais de 2.000 dólares nos Estados Unidos?

Segundo a The New York Times, um curativo simples pode custar até 2.229,11 dólares em Nova York. Já na Flórida, uma amiga teve uma pedra no rim e precisou pagar US$ 17 mil dólares!

Não corra o risco de desembolsar uma fortuna e nem coloque a sua saúde em risco. Escolha agora a melhor opção de seguro viagem para você e garanta um excelente desconto com o cupom ARESDOMUNDO.

Seguro Viagem: EUA
GTA 145 GLOBAL GTA 145 GLOBAL Assistência médica USD 145.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 43/dia*
TA 100 AM. NORTE TA 100 AM. NORTE Assistência médica USD 100.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 42/dia*

Planejando a viagem para Washington D.C.

Como Washington D.C. é repleta de atividades ao ar livre, é melhor conhecê-la quando a temperatura está amena, já que, durante o inverno, faz muito frio e chega a nevar.

Por isso, recomendo ir para lá entre os meses de abril e outubro.

Lincoln Memorial em Washington D.C.
Visita ao Lincoln Memorial, um dos principais cartões postais da cidade

Temperatura

A temperatura média anual da capital dos Estados Unidos é de 18ºC, sendo que o mês mais quente é o de julho. Neste período, a média máxima é de 32ºC e a mínima de 20ºC.

Janeiro é o mês mais frio do ano. Nesta época, a média máxima fica na casa dos 6ºC e a mínima em -4ºC.

Quantos dias ficar em Washington D.C.

Por ser uma cidade repleta de atividades culturais, eu recomendo ficar, pelo menos, 3 dias.

Porém, muitas pessoas também fazem um bate e volta, a partir de Nova York, para conhecer um pouco da capital do país e os seus monumentos.

Arquitetura tradicional de prédios de Washington D.C.
Arquitetura tradicional de prédios de Washington D.C.

Como chegar a Washington D.C.

É possível chegar a Washington D.C. de avião, carro, ônibus e trem.

De avião

Para quem está no Brasil, apenas a United Airlines vai para a capital dos Estados Unidos, em um voo direto, a partir do Aeroporto de Guaralhos, em São Paulo.

Quem desejar viajar por outra companhia será necessário fazer uma escala em cidades, como Nova York, Atlanta, Miami, Orlando, Detroit ou Houston.

A viagem direta dura cerca de 9 horas e o avião desembarca no Washington Dulles International Airport (IAD).

O preço médio da passagem custa R$ 2531, mas fique atento, pois há excelentes promoções ao longo do ano, na Viajanet.

Aeroportos de Washington

Além do Washington Dulles International, a capital ainda tem outros 2 aeroportos, que são mais usados para voos nacionais e companhias low coast locais. Eles são:

  • Ronald Reagan National Airport (DCA)
  • Baltimore/Washington International Thurgood Marshall Airport (BWI).
Aeroporto de Dulles
Fachada do Aeroporto de Dulles
Como ir do Washington Dulles International para o hotel

A distância do Washington Dulles International Airport para o centro da capital americana é de 42 km.

O seu principal acesso é feito pela 16-mile Airport Access Highway. Mesma que a distância não seja curta, não é difícil chegar ou sair dele.

  • Transfer particular: na minha opinião, esta é a melhor opção de transporte para deixar o aeroporto.

Um motorista que fala potuguês, espanhol ou inglês estará à disposição logo após o desembarque. Preço: a partir de 118 dólares, em um carro para até 3 pessoas.

Ele te deixará bem na porta do destino escolhido, mas em um tempo maior que o particular, já que o transporte é compartilhado e outros passageiros podem ser deixados antes de você. Preço: a partir de 23,62 dólares por pessoa.

  • Aluguel de carro: como a cidade é bem sinalizada e com avenidas largas, muitas pessoas alugam um carro já na saída do aeroporto. O preço, porém, varia de acordo com o número de dias da locação e o modelo escolhido.
  • Táxi: esta opção está disponível 24 horas por dia, no Aeroporto Washington Dulles. O valor, porém, dependerá da distância percorrida até o destino escolhido.
  • Ônibus: é possível deixar o aeroporto de ônibus para o centro, porém, esta não é a opção mais confortável, principalmente se estiver com malas.

Além do tempo de viagem ser o maior, em alguns casos, será necessário trocar de transporte até chegar o local desejado.

De carro

Como normalmente Washington D.C. não é o ponto de partida de uma viagem para os Estados Unidos, muitas pessoas procuram um transporte para chegar até a cidade.

Neste caso, alugar um carro é uma ótima opção, já que as estradas são bem sinalizadas e bem asfaltadas. Eu fiz o trajeto, a partir de Nova York, e posso dizer que foi uma viagem bastante tranquila

Carros em rua de washington
A cidade de Washington é uma boa opção para quem gosta de dirigir

Este trajeto dura cerca de 4 horas e é feito pela via I-95 S.

Porém, uma sugestão é comprar um chip internacional de celular para ter acesso à internet e a um GPS online durante todo o percurso.

De ônibus

Outra alternativa procurada por algumas pessoas é a viagem de ônibus.

A partir de Nova York há uma excursão de 1 dia, que contempla a visita aos principais pontos turísticos da capital, com o acompanhamento de um guia local.

De Trem

Outra opção, principalmente para quem está em Nova York, é ir para a capital de trem.

A viagem mais rápida, com este meio de transporte, entre as duas cidades, dura 2 horas e 55 minutos.

Caso este seja o seu desejo, existe uma boa opção de tour, a partir da Big Apple, que contempla:

  • Passagem de ida e volta de trem
  • Passeio no ônibus hop-on hop-off em Washington D.C
  • Almoço, com acesso prioritário, no Hard Rock Café

Preço: 374,99 dólares por pessoa.

Onde se hospedar

Grande parte dos turistas, preferem se hospedar na região de National Mall, que fica perto da Casa Branca, Capitólio e o Lincoln Memorial.

Obelisco de Washington D.C.
O Obelisco é uma das principais atrações da região do National Mall

Eu quando estive por lá também escolhi ficar nesta região, bem próximo ao Capitólio e ao Jardim Botânico.

Nesta região é possível conhecer a pé muitos pontos turísticos da cidade, além de ter acesso ao metrô, por exemplo.

Sugestões de hotéis

The Jefferson Hotel: contruído em homenagem ao terceiro presidente dos Estados Unidos, este hotel boutique tem como parte da sua elegante decoração itens históricos, assinados por Thomas Jefferson.

The Jefferson hotel em Washington D.C.
Elegante área interna do The Jefferson hotel (divulgação)

Além de ter academia de ginástica e todo os requisitos para uma estadia inesquecível, ele fica próximo de diversos pontos turísticos da cidade, como Casa Branca e Washington Monument.

As refeições podem ser feitas no Plume, local perfeito para apreciar pratos sazonais, acompanhados por uma boa variedade de vinhos.

Preço: a partir de 450 doláres para duas pessoas, com o café da manhã incluído.

InterContinental Washington D.C.:este moderno hotel está localizado ao longo do cais de The Wharf, onde ficam bares, restaurantes e lojas.

Hotel InterContinental Washington DC
Hotel InterContinental visto do cais de The Wharf (divulgação)

Sobre o estabelecimento, ele conta com quartos modernos e conforáveis, 3 opções para se alimentar ou tomar um bom drink, como o famoso Kith and Kin, além de academia de ginástica, business center e uma piscina na cobertura, com uma bonita vista da cidade.

Preço: a partir de 215 dólares para duas pessoas, com o café da manhã incluído.

Hamilton Hotel: este hotel foi contruído em 1922, com detalhes em art déco. Ele está a cerca de 600 metros da Casa Branca, em uma localização privilegiado.

Hamilton Hotel em Wahington DC
Área interna do Hamilton Hotel (divulgação)

Os quartos são bastante confortáveis e, para as mulheres que se hospedam sem homens, existe um andar exclusivo para elas, onde é necessário ter um cartão para entrar no local.

O hotel tem um lounge, uma cafeteria Starbucks e um restaurante, com mesas ao ar livre. Além disso, ainda tem academia de ginástica, centro comercial e salas de conferência.

Preço: a partir de 99 dólares para duas pessoas, com o café da manhã incluído.

Caso você queria analisar outras opções de hospedagem, consulte no mapa virtual abaixo, pois será possível encontrar todas as acomodações disponíveis na cidade, com excelentes preços.

Booking.com

O que fazer em Washington D.C

1) Capital dos três poderes

Capital do país, Washington D.C. também é a casa dos três poderes dos Estados Unidos, o executivo, legislativo e o judiciário.

Na cidade estão a Casa Branca, residência oficial e local de trabalho do Presidente, o Capitólio, onde deputadores e senadores ficam, e a Suprema Corte, o único tribunal exigido pela constituição americana.

Casa Branca

Sobre a residência do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, o governo local coloca regras restritas para a visitação de estrangeiros.

É preciso consultar o site da instituição para saber se haverá algum tipo de liberação ao local quando você estiver na cidade, caso seja do seu interesse uma visitação.

Fachada da Casa Branca
Fachada da Casa Branca

O Consulado Brasileiro também deixa claro que não intermedia a visitação de turistas brasileiros à Casa Branca.

Por outro lado, o Centro de Visitação, que é um pequeno museu interativo, com informações sobre a construção, está aberto ao público.

Capitólio e Suprema Corte

Para conhecer o Capitólio, sede do Congresso e Senado, é necessário fazer uma reserva no site oficial da instituição, com bastante antecedênia, ou comprar um ingresso, que dá direito também a conhecer a Biblioteca local e Suprema Corte, com o auxílio de um guia.

O preço desta atração, que também inclui o transporte de ida e volta para o hotel e garrafas d’água, é de cerca de 137,50 dólares.

Vista aérea de Washington
Vista aérea do Capitólio

2) Pentágono

Sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, o Pentágono está localizado em um grande prédio de escritórios, com 600 mil m², de 7 andares, sendo 5 pisos acima do solo e dois pisos subterrâneos.

Ele é aberto ao público para tours, mas o passeio precisa ser agendado com pelo menos duas semanas de antecedência, no site da instituição.

O que fazer em Washington: Pentágono
Vista aérea do Pentágono

3) Monumentos imperdíveis

Quem for a Washington não pode deixar de visitar os monumentos da cidade.

No National Hall, esplanada que concentra grande parte das atrações, estão o Lincoln Memorial, Washington Monument, Franklin Delano Roosevelt Memorial, Vietnam Veterans Memorial, entre outros.

Estátua de presidente no Lincoln Memorial
Estátua de presidente no Lincoln Memorial

Fora da esplanada é possível visitar o The Pentagon 9/11 Memorial, Arlington National Cemetery e US Marine Corps War Memorial (Iwo Jima).

*Não há custo para visitar os memoriais.

O trajeto entre os monumentos parece ser perto, mas pode ser bastante cansativo pela grande quantidade de atrações.

Como não é fácil encontrar vaga para estacionar nestes locais, recomendo o uso de ônibus turístico que, inclusive, poderá te levar a outros locais interessantes de Washington, sem se preocupar.

Memorial da Segunda Guerra Mundial, durante a noite
Memorial da Segunda Guerra Mundial, durante a noite

4) Museus gratuitos

Em Washington é possível visitar pelo menos 20 museus sem gastar um dólar. São eles:

  • Instituto Smithsonian (“O Castelo”)
  • United States Holocaust Memorial Museum
  • African American Civil War Memorial and Museum
  • S. Dillon Ripley Center
  • National Postal Museu
  • Hirshhorn Museum and Sculpture Garden
  • American Art Museum
  • Renwick Gallery
  • African American History and Culture Museum
  • Freer Gallery of Art
  • American History Museum
  • National Gallery of Art
  • Anacostia Community Museum
  • Natural History Museum
  • American Indian Museum
  • National Portrait Gallery
  • Arthur M. Sackler Gallery
  • Freer Gallery of Art
  • National Archives Museum
  • Air and Space Museum
    Museu Aeroespacial Washington, D.C.

      Museu Aeroespacial de Washington, D.C.

5) Jardim Botânico

Em uma cidade repleta de parques e bastante arborizada, vale uma visita ao Jardim Botânico, que é o mais antigo em funcionamento nos Estados Unidos.

O Jardim Botânico fica localizado ao lado do Capitólio e é uma ótima opção de lugar para descansar entre os longos passeios na capital americana.

A entrada é gratuita.

Jardim Botânico de Washington, D.C.
Interior do Jardim Botânico de Washington, D.C.

6) Jogos da NBA, futebol americano, beisebol, futebol e hóquei

Para quem gosta de esportes, Washington é um paraíso.

A capital é casa de vários times, como: RedSkins (futebol americano), DC United, (futebol), Wizards (basquete), Capitals (hóquei), Nationals (beisebol) e Mystics (basquete feminino).

Por isso, em qualquer mês do ano, você encontrará um esporte para assistir na capital do Estados Unidos.

Nationals Park, estádio de baseball do Washington Nationals
Nationals Park, estádio de baseball do Washington Nationals

7) Fora do roteiro tradicional

Para quem deseja sair do circuito tradicional turístico, uma boa dica é visitar o bairro Georgetown. Ele é bastante florido, tem muitos parques e boas opções de lojas de restaurantes.

Em Georgetown, por exemplo, há um tour grastronômico, com duração de 3 horas e meia, que é bem bacana!

Nele, você conhece o bairro, experimentando a gastronomia local e as suas bebidas, que estão incluídos no passeio. Preço: cerca de 69 dólares por pessoa.

Rua de Georgetown
Rua de Georgetown

Na mesma linha está Alexandria, cidade natal de George Washington, localizada a 20 minutos da capital e que pode ser acessada de barco pelo Rio Potomac, de metrô, saindo de qualquer lugar de Washington, ou de carro.

Mount Vernon - Alexandria
Mount Vernon foi a antiga residência de George Washington em Alexandria

O seu centro antigo (Old Town) também está repleto de restaurantes, lojas e museus. A arquitetura dos prédios, com paredes de tijolos, forma um lindo cenário.

Gostou das dicas para conhecer Washington D.C.? Ficou com alguma dúvida? Deixe o seu comentário, que logo retornamos 🙂

Também recomendo nos Estados Unidos

Shows da Broadway: dicas, descontos e ingressos

5 rooftops para curtir a noite em Nova York

Compras em Nova York: outlet e lojas de departamento

7 passeios gratuitos para fazer em Nova York

Como visitar a Estátua da Liberdade, quando ir e tours

Compras nos Estados Unidos: onde é mais barato

Seguro viagem Estados Unidos: porque e onde contratar

Universal Orlando: melhores atrações, transportes e hotéis

5 restaurantes temáticos em Orlando fora de parques

The Gabriel Miami Biscayne: o 5 estrelas dos astros da NBA

As 5 piscinas mais bonitas de Miami

O que fazer em Miami: Top 7 das atrações e hotéis

15 lugares fenomenais para fazer compras na Flórida

5 restaurantes temáticos em Orlando fora de parques

As atrações imperdíveis do Sea World e Discovery Cove

Magic Kingdom: guia gratuito, desconto e dicas

1 ou 2 dias em Key West: o que fazer, como ir e mais

O quê falta para a sua viagem?

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *