Innsbruck no inverno: as melhores atrações e dicas úteis

Innsbruck no inverno tem sido um destino bem procurado, entre turistas de diferentes nacionalidades, por ser um lugar com uma excelente infraestrutura para esquiar e curtir as baixas temperaturas.

O sucesso da capital de Tirol, nos Alpes da Áustria, se deve ao seu baixo preço, em comparação aos Alpes Suíços ou Alpes Franceses, já que não deixa nada a desejar com relação à diversão e paisagens invernais.

Se você está pensando em visitar a cidade no inverno, veja este post, pois darei informações úteis sobre Innsbruck, além de dicas de atrações e hotéis, para curtir o friozinho da melhor forma.

Prédios coloridos e rio na capital do Tyrol
Rio Inn e os Alpes ao fundo, em um dos principais pontos para tirar fotos da cidade

O que saber sobre Innsbruck

Localizada no sul da Áustria, a 162 km de Salzburg e 553 km de Viena, capital do país, Innsbruck tem uma posição privilegiada no mapa.

De um lado estão as magníficas paisagens e experiências proporcionadas pelos Alpes Austríacos, do outro cidades famosas, como Munique, na Alemanha  (a 162 km), Verona, na Itália (a 273 km) e Zurique, na Suíça (a 292 km).  Enfim, um lugar interessante de conhecer e perto de tudo!

Distância de Innsbruck
Distância de Innsbruck para cidades austríacas e outras famosas europeias  /Google Maps

Quando Innsbruck ficou popular  

O turismo de inverno ficou popular em Innsbruck quando a cidade sediou as Olimpíadas de Inverno. E não foi apenas uma vez, não. A primeira foi em 1964 e outra em 1976.

Um pouco sobre a história de Innsbruck

Mesmo que historiadores digam que os vestígios encontrados na região são da Idade da Pedra, os primeiros marcos oficiais são datados de 1187.

Neste documento é relatada uma ponte que atravessava o rio Inn, conexão que, aliás, faz jus ao seu nome: Inn (rio) e Bruck (ponte). Ela era de fundamental importância para o transporte e a comunicação entre o norte e sul da Europa, além de dar o acesso aos Alpes.

Innsbruck virou a capital de Tirol em 1429. No século XV, o imperador Romano-Germânico Maximiliano I mudou a capital imperial para a cidade e ela, então, virou o centro de cultura e política da Europa.

Vista panorâmica de Innsbruck
O rio Inn cortando Innsbruck

Das Guerras Napoleônicas em diante…

Durante as Guerras Napoleônicas, toda Tirol foi cedida à Bavária, que era aliada da França.

A cidade só voltou para o domínio da Áustria, novamente, quando um exército de camponeses da região, liderado por Andreas Hofer (um patriota austríaco), se uniu para lutar contra as forças opostas.

Além de Innsbruck ser o centro de administração do povo, logo depois houve o Congresso de Viena (em 1814), onde a reconquista foi confirmada.

Centro de Innsbruck
O centro de Innsbruck lembra bastante cidades alemãs

Durante a Segunda Guerra Mundial, a Alemanha Nazi, novamente, dominou Innsbruck. Neste período, assim como outras capitais europeias, a cidade foi destruída por bombardeios e, consequentemente, ganhou um campo de concentração, conhecido como Innsbruck-Reichenau.

A paz só foi restabelecida após a Guerra e, com a Áustria novamente no comando, Innsbruck tornou-se um centro econômico e cultural do país, atraindo muitos universitários e turistas ao longo do ano.

Outras informações úteis

Tamanho e população de Innsbruck

Innsbruck é uma cidade bem pequena, com apenas 104,9 km² de extensão. Nela vivem cerca de 315 mil habitantes.

Como é Innsbruck no inverno

Innsbruck é uma cidade naturalmente mais fria, pois está a 574 metros acima do nível do mar. O inverno começa por volta do dia 20 de dezembro e vai até meados de março.

No verão, apesar de ser mais calor, não recomendo ir, pois costuma chover com frequência. Sem contar que a cidade é desenhada para aproveitar no inverno, então, vá neste período mesmo.

Teleférico em Innsbruck
Teleférico subindo os Alpes no verão

No inverno, a temperatura varia entre 12°C e – 3º C e sentimos bastante a umidade (47%), devido à região dos Alpes.

Logo, use roupas bem quentes e impermeáveis, porque a sensação de temperatura é sempre uns 3 °C menor, no centro de Innsbruck. Ah, costuma nevar no inverno também.

Nos Alpes, a sensação térmica pode ser até 10°C menor, assim como a temperatura, que pode cair bem, de acordo com a altura do Alpe. O mais alto de todos é o Nockspitze, e ele está a 2403 metros acima do nível do mar.

Como é a temperatura de Innsbruck
Variação de temperatura em Innsbruck  /NOAA

Fuso horário

A diferença para o Horário de Brasília é de + 5 horas, podendo sofrer alterações quando entra o horário de verão na Europa.

Moeda

Só aceitam Euro.

Língua

Na cidade falam alemão, que é a língua oficial do país. Mas, em lugares turísticos, como nas estações de esqui, falam inglês também.

Não se preocupe com a língua, pois os austríacos da cidade são muito recepitivos e se oferecem para ajudar, mesmo quando não falam inglês.

Planejando a viagem à capital do Tirol

Quantos dias ficar em Innsbruck no inverno

Recomendo 3 dias!

Como roteiro, a sugestão seria:

  • Primeiro dia: esquiar sem pressa em uma das estações de esqui de Innsbruck.
  • Segundo dia: conhecer as atrações turísticas de Innsbruck, tanto as do centro histórico, quanto as mais afastadas.
  • Terceiro dia: conhecer o Mundo da Swarovski, que é como um parque temático para os austríacos.

Você sabia que o seguro viagem é obrigatório na Áustria? 

Evite problemas com as autoridades e viaje com tranquilidade. Escolha agora a melhor opção de seguro viagem para você e garanta um excelente desconto com o cupom ARESDOMUNDO.

Seguro Viagem: Europa
GTA 75 EUROMAX GTA 75 EUROMAX Assistência médica USD 75.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 27/dia*
Intermac EUROPROMO 40 (Exceto EUA) Intermac EUROPROMO 40 (Exceto EUA) Assistência médica EUR 40.000 Bagagem extraviada EUR 500 (SUPLEMENTAR) R$ 20/dia*
TA 100 MUNDO (exceto EUA) TA 100 MUNDO (exceto EUA) Assistência médica USD 100.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 25/dia*

Como ir para Innsbruck

Dá para ir a Innsbruck de avião, carro ou trem, mas, das 3 opções, a minha preferida é de carro, porque a estrada, além de excelente, é maravilhosa! Dá vontade de parar em vários lugares para tirar fotos.

Alpes da Áustria no inverno
Alpes Austríacos no inverno, vistos da estação de esqui Nordkette

De avião

Se você for de avião de outro canto da Europa, procure pelo Aeroporto de Innsbruck (INN), quando for marcar a sua passagem.

O aeroporto é o maior de toda a região de Tirol e fica a apenas 4 km do centro. As companhias aéreas locais são: Welcome Air, Tyrolean Jet Services e Austrian Arrows.

Onde procurar voos

No caso, procure voos diretos nas empresas low cost da cidade que você está, para não pagar caro na passagem.

Se você quiser sair do Brasil para Innsbruck, compre, primeiramente, a sua passagem para a Europa, pois não há voos diretos do país. Recomendaria fazer uma escala em Viena ou em Munique, pois já fica pertinho daí.

O voo regular de São Paulo para Viena custa entre R$ 3200 e 4500, dependendo da época do ano e da companhia aérea. Para Munique, pode ser até 20% mais barato.

Aeroporto de Innsbruck
Aeroporto de Innsbruck com os Alpes ao fundo

Para ir do aeroporto de Innsbruck até o seu hotel, reserve um transfer, pois o valor do veículo para até 3 pessoas custa apenas 33 euros e o carro vai te deixar na porta do hotel.

Este mesmo transporte, se reservado com antecedência, pode garantir o retorno do hotel ao aeroporto posteriormente também.

De carro

Como disse anteriormente, esta é a minha opção favorita. Se for a sua também, alugue um carro com antecedênciapara garantir o melhor preço na cidade da Europa que você estiver ou desembarcar.

Se você for para Innsbruck de Munique ou de Salzburg, pegue as estradas A 8 e A 12. Já de Verona, na Itália, pegue a E 45 e de Zurique ou Viena, a A1.

Lembre que você pode usar o Google Maps para fazer esta viagem, pois funciona bem. Recomendo comprar um chip de celular para usar à vontade na Europa, para fazer todo o percurso com mais tranquilidade.

Caso não queira fazer o percurso de carro, mas queira viajar de carro até a cidade, você também pode contratar um transfer privativo do Aeroporto de Munique, ou para o Aeroporto de Munique, posteriormente.

Pode ser uma boa opção para casais com bagagem, ou grupo de amigos de até 4 pessoas. Custo: 427 euros por carro com motorista.

De trem

É possível ir de trem para Innsbruck, de várias cidades da Europa. De Viena, saem trens a cada 1 hora e 30 minutos. Contudo, a viagem dura um pouco mais de 4 horas e a passagem custa a partir de 73 euros.

Tendo interesse em ir de trem, desça na estação Innsbruck Hauptbahnhof, que fica no centro da cidade.

Onde se hospedar em Innsbruck

Para dias contados de viagem, recomendo apenas um hotel em Innsbruck:

Best Western Goldner, que fica no coração de Innsbruck, a apenas 100 metros do telhado de ouro. Absolutamente perto de tudo. E ele é bastante confortável também.

Best Western de Innsbruck
Best Western de Innsbruck é confortável e tem excelente localização (divulgação)

Se você quiser algo mais rústico, também há pousadas incríveis na cidade. Apenas recomendo mais tempo de viagem, pois uma boa localização é algo que pode impactar no seu roteiro em Innsbruck no inverno.

Veja no mapa virtual abaixo todos os estabelecimentos para hospedagem mostrados por localização e preço. Assim fica mais fácil escolher!

Booking.com

Principais atrações de Innsbruck no inverno

Antes de descrever as principais atrações turísticas da cidade, para conhecer em até 3 dias de viagem, recomendo fortemente que você adquira o Innsbruck Card, pois ele permite o uso do transporte público de forma ilimitada e também garante a entrada gratuita em 22 atrações turísticas, incluindo:

  • Teleférico à estação de esqui de Nordkette
  • Transfer de ida e volta ao Mundo da Swarovski
  • Vista panorâmica da Torre da Cidade
  • Museu do Telhado de Ouro
  • Entrada no estádio Bergisel, usado para competições olímpicas.

O ingresso custa apenas 49 euros por pessoa e realmente vale muito a pena! Eu usei muito!

Alpes Austríacos

Além dos três Alpes Nordkette (2334 m), Patscherkofel (2246 m) e Nockspitze (2403 m) darem ainda mais beleza à Innsbruck e a qualquer foto tirada na cidade, eles são frequentados por praticantes de esqui no inverno e por interessados em montanhismo no verão.

Início do passeio para Nordkette
Base do passeio para Nordkette

Como eu tinha apenas 3 dias em Innsbruck, optei por conhecer Nordkette, já que era o mais próximo do centro e, de lá, poderia ter uma vista panorâmica da cidade.

Com o Innsbruck Card, sem custo adicional, peguei o ônibus do centro até os pés da montanha.

De lá, peguei o teleférico para chegar na estação de esqui. O percurso todo, desde que peguei o transporte até a estação de esqui, demorou 40 minutos.

Vista panorâmica de Innsbruck
Vista de Innsbruck antes de pegar o teleférico

O dia estava bem nublado e, por isso, à medida que o teleférico subia, perdia mais ainda a visibilidade.

Vista panorâmica de Innsbruck no inverno do teleférico
Vista de Innsbruck no inverno, tida do teleférico que vai para a estação de esqui de Nordkette
Chegando em Nordkette

Em Nordkette há poucas pistas de esqui e a maioria delas é para quem já tem uma certa experiência na neve.

Apesar de ter visto algumas crianças, achei difícil até de caminhar por lá, pois a neve não estava macia ou “batida”. Era gelo mesmo, muito escorregadio.

Tive que descer com “a bunda arrastando no chão”, em algumas partes. Aliás, faça um seguro viagem para se precaver diante de possíveis acidentes. Uma queda pode machucar bastante!

Use o cupom ARESDOMUNDO, que você terá um desconto de até 10% em qualquer tipo de seguro viagem!

Pista de esqui e teleférico em Nordkette
Uma das pistas de ski de Nordkette, que eu avistei do teleférico
Turista na estação de ski de Nordkette
Na estação de ski de Nordkette

Para voltar ao centro de Innsbruck, usei o funicular (Hungerburg), o transporte que também poderia usufruir na ida à Nordkette. Tudo muito organizado e rápido. Um belo passeio, por sinal.

Atrações no centro de Innsbruck

Arco do Triunfo (ou Triumphpforte, em alemão)

Comece o passeio pelo Arco do Triunfo austríaco. Ao contrário de muitos monumentos pelo mundo, a sua construção, no século XVIII, não comemora vitórias em guerras ou em batalhas.

Ele foi um presente da Imperatriz Maria Teresa para o seu filho Carlos III, que iria se casar com a espanhola Maria Ludovica.

Contudo, o seu marido faleceu no período. Então, de um lado está representada a alegria da autoridade e do outro a sua tristeza.

Arco do Triunfo e outras construções de Innsbruck
Arco do Triunfo austríaco

Maria-Theresien-Straße

Esta é a rua principal de Innsbruck. Ela é larga, não passam carros e há bastante opção de restaurantes e lojas.

Centro histórico de Innsbruck
Rua principal de Innsbruck na Páscoa

Nesta rua está a coluna de St. Anna (ou Annasäule), de 13 metros de altura e com uma grande importância histórica para a cidade, pois foi construída logo depois que as forças tirolesas dominaram as suas terras novamente contra os bávaros. Ela foi abençoada no dia de Santa Anna, por isso, tem este nome.

Onde comer e fazer compras

Eu aproveitei a minha passagem pela praça para almoçar no Hard Rock Café, pois é um excelente restaurante de comida internacional e ele fica quase em frente à coluna.

Continuando o passeio, fui à loja da marca austríaca de cristais Swarovski e, apesar de ser muito bonita, não fiquei muito tempo nela, pois no dia seguinte iria ao Swarovski Crystal World (que definitivamente valeu a pena esperar).

Torre da cidade (Stadtturm)

Ainda na rua principal, segui para a Torre da cidade (ou Stadtturn). Ela não é tão alta, apenas 31 metros, mas serviu como ponto de observação e prisão em tempos medievais.

Subi até o seu topo para ter uma visão diferente de Innsbruck, no inverno, e fiquei encantada com a paisagem. Consegui ver o desenho do rio Inn certinho, o Alpe de Nordkette, entre outros pontos da cidade.

Topo e relógio da Torre da cidade
Topo da Torre da cidade (Stadtturn)
Vista panorâmica de Innsbruck no inverno
Vista de Innsbruck no inverno, do topo da Torre (Stadtturn)

Heibling Haus

No final da rua, bem próximo ao Stadtturm, está um lindíssimo prédio decorado, em vários estilos arquitetônicos, o Heibling Haus.

Bastante gente fica parada ali para observar os seus detalhes, porque é um prédio com arquitetura diferente e todo enfeitado. Bonito mesmo!

Arquitetura do Heibling Haus em Innsbruck
Heibling Haus

Telhado de ouro (Goldenes Dachl)

Outro símbolo de Innsbruck e talvez um dos mais importantes é o telhado de ouro (ou Goldenes Dachl), de um antigo palácio localizado no início da rua Herzog-Friedrich.

Foi construído no século XVI, com 2,657 ladrilhos (de cobre com ouro), para comemorar o casamento entre o Imperador Maximiliano I e Bianca Maria Sforza.

Na época, o feito representou poder, mas o Imperador, de fato, gostava desta parte da residência, já que poderia observar o movimento da rua.

Muitas batalhas, torneios e apresentações teatrais aconteceram em frente à residência e, por sorte, não foi atingido durante os bombardeios da Segunda Guerra Mundial.

Telhado de ouro no centro de Innsbruck
Telhado de ouro (Goldenes Dachl)

Igreja Imperial (ou Hofkirche)

Se você se interessou pelo telhado de ouro, recomendo uma visita à Igreja Imperial (ou Hofkirche).

Muitos dos pertences de Maximiliano I estão lá, inclusive a tumba e as suas 28 figuras de bronze em tamanho real.

Interior da Igreja Imperial
Pertences e tumba de Maximiliano na Igreja Imperial

Marktplatz

Marktplatz é o cartão postal de Innsbruckno inverno. Lá estão as casas coloridas, com as montanhas cheias de neve ao fundo e em frente ao rio Inn.

Na verdade, para o nativo, o foco do local é o Markhalle, mercado que vende alimentos austríacos.

Ele fica bem nesta calçada, em frente às casas coloridas. Poder ser interessante uma passadinha lá também, para matar a fome no meio do passeio.

Rio Inn e prédios coloridos de Innsbruck no inverno
Paisagem na área do Markhalle, o cartão-postal de Innsbruck no inverno

Descontos em tours, ingressos sem filas, city pass e transfers no local!

Consulte as opções de tours especiais, ingressos, city pass e transferes no local. O atendimento da empresa é excelente e toda a confirmação dos passeios acontece rapidamente por email.

QUERO VER AS OPÇÕES DE PASSEIOS, TOURS, ETC.

Fora do centro de Innsbruck

Bergisel Ski Jump

O Bergisel Ski Jump é um complexo de saltos de esqui, em Innsbruck. Como tem uma estrutura bem robusta e completa, é reconhecido pela FIS como um dos lugares mais importantes para a prática do esporte.

Prestigiadas competições, como o Torneio Four Hills e as Olimpíadas de Inverno aconteceram no local.

Olimpíadas e pista de ski em Innsbruck
Interior do Bergisel Ski Jump

Castelo de Ambras (Schloss Ambras)

A antiga residência real fica no alto de Innsbruck. Neste local é possível conhecer os hábitos da família real, a coleção de armaduras usadas em batalha de Fernando II, o Salão Espanhol, todo decorado em estilo renascentista, e caminhar pelos jardins com pavões soltos ao redor do castelo.

O Castelo fica a cerca de 20 minutos de carro do centro. É melhor garantir o ticket do castelo com antecedência.

Mundo de Cristais Swarovski (Swarovski Crystal World)

Não vou me estender muito sobre o Swarovski Crystal World, porque escrevi um post inteirinho somente sobre esta visita, mas me arrependeria se não tivesse ido.

O museu é fantástico, o jardim é lindo e interativo e o lugar é deslumbrante.

Mundo de Cristais Swarovski na Aústria
Mundo de Cristais Swarovski

Dicas adicionais para curtir Innsbruck no inverno

  • Durma cedo e acorde cedo. Sendo uma cidade que tem como objetivo a prática de esportes, não estranhe se o comércio fechar às 18 horas num sábado. As pessoas vão para bares ou para casa. Entre no clima!
  • Em dias de verão, procure os Jardins imperiais e o Parque Hofgarten. No primeiro, costuma ter concertos ao ar livre. Já o segundo, dizem que é bem bonito e existe há mais de 5 séculos. Era frequentado por autoridades no passado.
  • Recomendo com afinco a compra do Innsbruck Card. Usei o passe em muitas atividades e a economia toda chegou a somar 70 euros em 3 dias.

Gostou das dicas em Innsbruck? O que você pretende visitar na cidade? Deixe o seu comentário! 🙂 

Também recomendamos

O meu chip internacional de celular: internet de qualidade e chamadas ilimitadas

Como economizar até 40% em passagens aéreas no exterior

Tour por Salzburgo

O quê falta para a sua viagem?

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *