20 coisas que vão mudar depois do coronavírus

A verdade é que a vida ficou muito estranha depois do coronavírus, né?

Tentando não me queixar das mudanças todas, comecei a listar tudo de positivo que o coronavírus trouxe ou vai deixar de “legado” aos meros habitantes da Terra. 

Acredito que esta lista pode te motivar neste momento difícil ou até mesmo encarar as mudanças por uma perspectiva positiva.

20 coisas que o coronavírus vai trazer de bom às nossas vidas

1- O planeta, sem os seres humanos atuando de forma ativa, está ganhando uma chance de se regenerar. Os rios, mares e o ar estão mais limpos.

E, possivelmente, a camada de ozônio está melhorando. Outro dia li uma matéria que até golfinhos estavam circulando pelos canais de Veneza. Achei incrível!

Veneza
As águas de Veneza estão mais limpas

2- Os bancos e órgãos do governo estão abrindo canais online para as pessoas resolverem as suas vidas, sem sair de casa.

Acredito que essa burocracia toda que tínhamos para qualquer processo no Brasil, por exemplo, está melhorando para, quem sabe, após coronavírus. Menos tempo perdido das nossas vidas a longo prazo.

3- Outro dia li, em um jornal, que o brasileiro toma banho todos os dias (algo que muitas nações não fazem), mas que não tem o hábito de lavar as mãos.

Quem sabe com esses meses de treinamento trazidos pelo coronavírus, o hábito não ganha força e mais qualidade entre a população. Isso pode minimizar (e muito) o alastro de outras possíveis doenças.

4- Falando em hábito de lavar as mãos, quem sabe também os brasileiros não passem a usar máscara quando estiverem doentes para sair às ruas. Os japoneses estão nos ensinando muito sobre esta etiqueta.

5- Aqui em casa já era uma prática tirar os sapatos na porta de casa, antes de entrar (ou colocá-los apenas ao sair).

De verdade, os sapatos são as coisas mais nojentas que a gente carrega no nosso dia a dia.

Tem de tudo no chão que a gente pisa, desde fezes de animais e pessoas, até bactérias perigosas e vestígios de drogas.

Esse hábito eu aprendi com alguns amigos europeus, da época em que residia na Itália e espero que não saia de moda por aqui.

6- Estamos dando mais valor às profissões que batalham por nós, enquanto estamos em casa. Lixeiros, porteiros, motoboys, caminhoneiros, caixas de supermercado, etc.

Em muitos países não há está linha de percepção e todas as profissões são respeitadas pelos outros, mas no Brasil não era assim.

Agora o brasileiro parece estar “acordando” e reconhecendo a importância de todas as funções para a sociedade. Espero que seja um real legado do coronavírus isso.

Caminhão na estrada
Valorização de profissionais que estão garantindo a nossa sobrevivência durante a quarentena

7- Estamos unidos, mesmo que pela internet. Podemos não ter contato físico com os nossos familiares e amigos, mas a internet está unindo as pessoas, mais do que nunca.

Esses dias andei conversando, por meio de vídeo, com amigos que não falava há muito tempo (nem pela internet, telefone ou fisicamente).

Pensei na hora: “mas por que antes eu não fazia isso mesmo? A internet já existia antes do coronavírus”.

8- As pessoas estão estudando mais! E tem tanto curso interessante sendo disponibilizado, para diferentes áreas, por instituições de respeito, como USP, FGV e até Harvard. E a grande maioria não tem custo algum (apenas se você quiser o certificado).

Se você tem mais tempo livre dentro de casa ou perdeu o emprego, estude. Não há desculpa para você galgar um novo patamar profissional.

9- Mais tempo livre. As empresas estão entendendo que nem sempre é necessário fazer uma reunião presencial para resolver alguma coisa.

Pela internet é possível dar andamento em muitos assuntos.

As pessoas economizam tempo, ficam menos estressada com o trânsito e as empresas minimizam custos e ganham funcionários mais dispostos.

10- Melhoria da nossa alimentação, de uma forma geral.

Por ficarmos exclusivamente dentro de casa, estamos mais atentos ao que comemos para evitar doenças cardiovasculares, diabetes e outras do tipo.

Não sei para você, mas aqui em casa, andei fazendo umas contagens de calorias e cortando uns doces, até porque não posso sair para comprar toda hora.

Alimentação dentro de casa
Mais atenção com os alimentos consumidos em casa

11- Estamos reforçando os laços com as pequenas empresas.

Eu ganhei um respeito absoluto por uma farmacinha na esquina da minha casa, porque eles vieram trazer os meus remédios de uso controlado, apresentando a receita na porta.

Grandes farmácias não estão fazendo isso. Se precisa de remédio controlado tem que ir no balcão para apresentar a receita.

A farmacinha ficou tão agradecida pela compra que fizemos, que passamos o contato deles para vários moradores do prédio.

E ainda cobriram o preço da grande rede de farmácias que costumava frequentar, não cobraram frete e entregaram rápido (em menos de 1 hora).

Também andei comprando ovo de páscoa de uma marca de chocolates pequena (muito gostoso, por sinal) e agora só peço comida em mercadinhos locais também.

12- Valorização do trabalho remoto. Gente, de verdade, era um preconceito das empresas para liberarem os funcionários para trabalharem de casa.

Tem muitas pessoas que rendem mais e melhor trabalhando de casa, porque não têm o tempo de deslocamento até o trabalho, o tempo para se arrumar para sair de casa, além das distrações naturais do ambiente de trabalho.

Será que o coronavírus abriu as portas para uma nova era? Ou pelo menos para uma flexibilização da regra?

13- Menos concorrência e mais união em prol de uma causa.

Eu acho lindo quando vejo as empresas todas de telefonia celular e bancos fazendo seus comerciais juntos, pensando nas necessidades humanas de forma conjunta.

Acho que fica nítido também o desprezo geral das pessoas por atitudes erradas de empresas e líderes mundiais.

Há meses estávamos na era do “mi mi mi”, onde todos tinham porque tinham que defender o seu ponto de vista, diante de qualquer assunto.

Agora, porém, o assunto parece estar sendo interpretado, pelo menos por grande parte das pessoas, da mesma forma.

14- Temos tempo para tudo agora.

Essa é a sensação geral de todas as pessoas, mesmo de quem trabalha muito de forma remota.

Estamos com mais tempo para fazer coisas divertidas, como assistir séries, ler livros, entre outras atividades. Invista o seu tempo no que você sempre quis fazer e reclamava antes que não tinha tempo.

15- Reflexão sobre o que realmente importa.

Abraço
Um abraço em quem não podemos ver agora ou um simples passeio na rua

16- Valorização sobre o hábito de guardar dinheiro. Sabe aquele conselho do seu pai, que fica esquecido num lado oculto da sua memória?

Guarde dinheiro, porque um dia você pode precisar. Então, esse é o tipo de momento que, quem tem uma reserva financeira, está casas à diante no tabuleiro do jogo da vida.

Quem guarda dinheiro, certamente, pensa com mais segurança sobre o futuro próximo. Quem não tem dinheiro investido, também pensa, porque não guardou dinheiro e este poderá ser um hábito futuro a ser valorizado.

17- Falando em conselhos de pai, também me recordo de um que sempre escutei em casa. Pense em ter várias portinhas que te façam cair dinheiro na conta.

Não invista todos os seus esforços em uma única portinha porque, se esta falhar com você algum dia, as outras portinhas poderão te apoiar num momento importante.

18- Estamos mais solidários e colaborativos com o próximo. No Linkedin, esses dias, vi um post de uma mulher, dizendo que foi demitida na sua empresa.

No post, ela colocou nome por nome de outras pessoas da mesma empresa que também perderam seus empregos e suas funções.

A atitude dela já foi muito bonita, mas foi incrível ver também, a “chuva” de comentários de outras companhias, dizendo que tinha vaga para fulano, ou para ciclano.

19- Em casa, também estamos fazendo pequenas coisas que nos fazem ser mais colaborativos com os próximos. Só de estarmos em casa, estamos protegendo os idosos e outras pessoas do alastro do coronavírus.

Não estamos comprando materiais hospitalares porque pode faltar nos hospitais. Isso tudo é solidariedade e é um hábito que estamos treinando os olhos da sociedade também para o futuro.

Pela primeira vez na vida, não precisamos sair de casa para ajudar o próximo. Loucura pensar assim, né? 

máscara
Apoio com a não compra de máscaras hospitalares

20- Dar asas para a imaginação.

É em momentos de crise que as pessoas se reinventam e, neste momento de introspecção, podem surgir grandes ideias de negócio, grandes inovações para o seu trabalho ou grandes planejamentos pessoais, como uma viagem para fazer em 2021.

Aliás, falando em viagens, vocês já viram os preços delas para 2021? Para quem está planejando agora, está MUITO barato, mais que na Black Friday de qualquer outro ano.

Separei algumas empresas que andam apresentando excelentes promoções e cupons de desconto para quem anda pensando em viajar no próximo ano. Dá uma olhada, vale a pena!

Certamente, há muitas outras coisas positivas que o coronavírus está trazendo para agora e ao futuro, mas o importante no momento é, de fato, a nossa união, tranquilidade e foco para sairmos logo dessa situação.

Encare este desafio da quarentena como um grande aprendizado. Nosso mundo está mudando e acredito que para melhor.

Namastê.

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários

  1. Avatar
    Carlos Eduardo Pinho Guimarães
    07/04/2020

    Boa reflexão. Em tudo na vida precisamos tirar algo de positivo. Sairemos mais fortes dessa e tomara que a humanidade cresça e evolua.