7 empresas que abrem as portas ao lifestyle de luxo

Lifestyle de luxo é algo que cada vez mais pessoas se interessam. Afinal, quem não gosta de produtos e serviços de alta qualidade, do extremo conforto e do estilo que as marcas de alto padrão imprimem às nossas formas?

+ “Top 5” da Louis Vuitton para viajantes

O luxo, apesar de relativo, pode ser adquirido de duas formas: a compra, o método secular tradicional que todos conhecem; e o aluguel que, alguns anos atrás, passou a ser visto no ramo como “fashion”, “sustentável” e bastante adequado aos novos perfis de consumo.

A experiência que é boa para o usuário, também gera efeito positivo do outro lado – o que chamamos de economia colaborativa. Afinal, são consumidores proprietários dos bens que geram receita por meio do aluguel dos seus pertences, na maioria dos casos.

Mulher com vestido luxuoso posando para foto
Lifestyle de luxo

As empresas, há algum tempo compreendem a oportunidade de negócio, como citei uma vez sobre a Baccarat, que aluga os seus fabulosos lustres de cristais para eventos. Elas se reinventam na sua forma de lucrar e colocam à disposição para o empréstimo diversos itens, por uma pequena contribuição (perto do que aquele bem pode realmente custar).

Abaixo listei 7 negócios que estão se destacando em seus ramos. Além de algumas trabalharem exclusivamente com lifestyle para o dia a dia e eventos especiais, outras criam experiências marcantes de viagem, para quem reconhece e atribui valor à classe.

Não viaje com pertences de luxo sem seguro viagem! 

Proteja a sua saúde e os seus pertences de valor em qualquer viagem. Assim você pode viajar com tranquilidade, diante de qualquer problema.

Escolha agora a melhor opção de seguro viagem e garanta até 10% de desconto com o cupom ARESDOMUNDO.

QUERO FAZER UMA COTAÇÃO RÁPIDA

Flont

Ao invés de comprar uma joia exuberante para usar em algumas poucas ocasiões, a empresa Flont, oferece a preciosidade das pedras como serviço. Com ela é possível alugar por 3 dias um anel da Cartier, ou uma pulseira da Gucci em um piscar de olhos. São mais de 40 marcas disponíveis e os preços variados.

Nem a empresa nem o formato de negócio estão presentes no Brasil ainda, mas a tendência é que venham em breve.

banner com mulher com jóias
Divulgação de marcas de jóias no site da Flont (crédito: imagem de divulgação)

Dress & Go

Se não há problema em alugar a joia, porque não alugar a roupa de festa também? Na Dress & Go, presente no Brasil, é possível alugar um vestido da Iódice por menos de R$ 400,00.

A empresa trabalha com designers famosos e somente peças em ótimo estado fazem parte do seu portfólio.

O que mais gosto na empresa é que eles também oferecem a possibilidade de alugar o acessório junto com o vestido. Na hora mesmo, já dá para encontrar a pashmina, bolsa de festa e os brincos para combinar.

Vestidos diferentes para alugar no site da Dress & Go
Modelos de vestidos para alugar na Dress & Go (crédito: imagem de divulgação)

BagMe

Que jogue a primeira Prada aqui em casa quem não acha que a bolsa é um dos acessórios mais importantes no armário feminino.

A BagMe revoluciona no aluguel de bolsas, com diárias a partir de R$ 79,00 para uma Speedy 30 da Louis Vuitton. Há uma infinidade de modelos de luxo expostos na vitrine virtual da BagMe e a empresa também trabalha com a venda de diferentes modelos de segunda mão. Vi uma Gucci Tote GG Monograma por R$ 490,00, por exemplo.

Modelos de bolsas de luxo sendo alugadas por preços populares
Tipos de bolsas que podem ser alugadas na BagMe (crédito: imagem de divulgação)

Grabr

Se comprar algo usado não te agrada, mas também não quer comprar no Brasil devido aos preços elevados, uma sugestão é pedir para algum viajante trazer o seu acessório de luxo, ou qualquer outra coisa que precise do exterior.

A Grabr aluga um espaço na mala do viajante para o interessado fazer a sua compra no exterior, entregar no hotel do viajante e ele, então, trazer o seu produto na mala para você aqui no Brasil. Quem viaja pode fazer dinheiro e, quem compra do Brasil, pode economizar também.

CLIQUE AQUI PARA GANHAR $10 (DÓLARES) NA SUA COMPRA PELA GRABR

Se achou interessante a possibilidade, veja esse artigo sobre o local ideal para fazer as compras, onde falo um pouco sobre custos e tax free.

Foto de cliente que usou a Grabr para trazer produtos do exterior
Banner do site da Grabr, divulgando cliente que usou a ferramenta para trazer produtos do exterior (crédito: imagem de divulgação)

Couchsurfing

Já assistiu o filme “O amor não tira férias”, com os atores Jude Law, Cameron Diaz e Kate Winslet? Nele, duas mulheres de países diferentes trocam de residências para vivenciar experiências culturais distintas.

A proposta da Couchsurfing é mais ou menos a mesma. O viajante pode se hospedar na casa de um nativo, ou receber hóspedes de outros países.

Na plataforma, também são formados grupos para atividades turísticas e pode ser bem bacana para quem é mais descolado e tem facilidade com relacionamento.

Proposta de hospedagem em casa de desconhecidos
Conexão entre pessoas no Couchsurfing (crédito: imagem de divulgação)

Você conhece a outlet das passagens aéreas?

O buscador de passagens aéreas da Skyscaner compara o preço entre várias companhias do mundo inteiro e sempre apresenta ótimas ofertas, inclusive preços de outlet.

A empresa conta com mais de 80 milhões de usuários por mês e ainda aponta a data mais barata para viajar, caso você tenha um destino específico, mas não sabe quando ir.

BUSCAR AGORA MESMO AS MINHAS PASSAGENS AÉREAS

Porsche Passport

A Porsche iniciou um programa bem interessante, chamado Porsche Passport, onde os apaixonados pela marca, ou por carros podem usufruir de diferentes veículos, seja para as atividades do dia a dia e durante as férias, onde os modelos mais velozes são preferidos.

Com uma mensalidade que varia de 2 a 3 mil dólares, o acesso é garantido e toda a experiência de serviço é equiparada ao do produto final, ou seja, conforto e sofisticação que vão além às emoções.

Banner com modelos de Porsche no site da Porsche Passport
Proposta de aluguel de carros pela Porsche Passport (crédito: imagem de divulgação)

Av Yachts

Da mesma forma, você não precisa comprar um yacht para passear em um. A Av Yachts permite que se alugue o seu yacht para vivenciar incríveis temporadas em alto mar.

Dentre os destinos, onde a marca se faz presente, está o Caribe Francês, Cuba e sul da Flórida (ali para os lados de Miami e Key West).

Neste serviço, em especial, não espere pagar uma bagatela. Estamos falando de yachts de altíssimo padrão, que têm altos custos de manutenção e de funcionamento.

Banner do site da da Av Yachts com pessoas se divertindo em yacht luxuoso
Proposta da Av Yachts de viajar para lugares pitorescos (crédito: imagem de divulgação)

Sobre este tema tão interessante que envolve a economia colaborativa em produtos e serviços de luxo, convidei a Malu Albertotti, CEO da Instituto do Luxo, para mais detalhes sobre o crescente modelo de negócio:

Foto da Malu Albertotti“Já foi o tempo em que o consumidor que queria ter a sensação de experimentar um produto de luxo precisava desembolsar um alto valor para possuí-lo. Hoje, com o crescimento da economia compartilhada – impulsionada principalmente por uma geração que não tem no seu DNA a necessidade de possuir o bem, mas apenas de viver experiências por um período determinado – experimentar a sensação de exclusividade e qualidade trazidas por produtos e serviços de luxo ficou muito mais fácil.

A mudança de uma economia de produto para a economia da experiência reflete as motivações, prioridades e valores dos novos consumidores. Esses consumidores são genuinamente preocupados com valores como sustentabilidade, ética e consumo consciente e esses propósitos permeiam suas atitudes e decisões. O modelo de negócios de compartilhamento e aluguel transmite todos esses valores e sustenta suas escolhas de consumo.

Segundo um estudo da PricewaterhouseCooper, a economia compartilhada deve crescer de US$ 15 bilhões em 2016 para US$ 335 bilhões até 2025. Mesmo ano em que estima-se que 55% dos consumidores de Luxo serão das gerações Y e Z.

O conceito de compartilhamento choca com alguns dos principais valores de grandes marcas de luxo. Porém, diante de uma realidade contundente e de uma tendência de crescimento inegável, a questão não é mais “se” as marcas vão se adaptar a esse novo modelo de negócio, mas “quando e como” farão isso sem perder os seus valores de tradição, diferenciação e exclusividade.”

Também recomendamos

A visita ao incrível mundo da Swarovski na Áustria

O local em que as celebridades e socialites paulistas compram vestidos em São Paulo

Os 10 perfumes mais vendidos da França

Van Cleef & Arpels, as joias sempre presentes no Red Carpet

A sociedade secreta dos afortunados que têm paixão pela boa vida

Deixe o seu comentário