Dez passos para mudar de país sem culpa

Muitos amigos e familiares estão se mudando de país para buscar novas oportunidades. Acho que não é uma observação apenas minha quando rolo para baixo a timeline do Facebook. Bastante gente tem ido para Portugal, Estados Unidos e outros países da Oceania. Esta tomada de decisão é sofrida para todo mundo. Não apenas para os familiares e amigos próximos que deixamos no país de origem, quando comunicamos as nossas intenções, mas também para a gente que decide buscar uma perspectiva diferente, se desprenderem dos elos afetivos carinhosos de um povo que tem as mesmas raízes que as nossas e ir […]

Continue lendo

Por que caímos num limbo após voltar de um intercâmbio?

Muita gente que passou uma temporada no exterior (ou residiu em outro país), quando está fora, sente saudades de vários aspectos do Brasil. Mas quando volta, acha que onde estava era melhor e não se sente feliz por ter retornado. É normal ter esta percepção de não pertencimento, apesar de ser um tanto incômoda. O que eu chamo de limbo carrega outros nomes populares, como depressão pós-intercâmbio ou síndrome do regresso e é algo mais comum do que se imagina. Na verdade, o transtorno psicológico começa no início da viagem. Ficamos carentes da nossa casa, dos amigos, da comida e […]

Continue lendo

“A minha mudança para a Nova Zelândia com filhos pequenos”

Confira a entrevista sobre mudança de país que fiz com a Andreia Medeiros. Ela se mudou com o marido e dois filhos pequenos para a Nova Zelândia sem conhecer muito o país. Em entrevista, falamos sobre a saudade da família, a adaptação das crianças, os prazeres e as dificuldades de morar fora. Andreia, o quê fez você mudar para a Nova Zelândia com filhos pequenos? Sempre pensamos em morar fora do Brasil por todas as questões sociais que abalam o nosso cotidiano, como a segurança, educação e respeito ao próximo. Com a crise que se instalou no país, o mercado […]

Continue lendo

“Fui para a Austrália, logo depois que casei, para tentar uma vida melhor”

Sempre tive uma vida ótima no Brasil, não dá para negar. Mas depois que eu casei, comecei a analisar com outros olhos o que o Brasil não poderia me oferecer e resolvi abandonar tudo para buscar aquelas coisas que me faltavam e garantir uma vida melhor para as minhas próximas gerações. O meu amor pela Austrália começou há muito tempo. Meu pai já residia no país e quando era adolescente fiz um ano de intercâmbio para estudar inglês. Sempre ficou aquela lembrança gostosa da vida que tive lá e claro a saudade do meu pai que não via com tanta frequência. […]

Continue lendo