Compras no exterior: Estados Unidos ou Europa

Não é só nos EUA que podemos fazer boas compras e economizar. Costumo dizer que marcas americanas devem ser compradas nos EUA e as marcas europeias, na Europa. E a minha afirmação realmente é válida, principalmente, se estiver querendo algo mais caro, como um artigo de luxo, por exemplo.

Digo isto, pois muita gente vai aos EUA fazer as suas compras, achando que os preços são os mais baixos do mundo, mas, às vezes, algumas lojas são bem mais baratas na Europa do que nos EUA, tanto pelo preço praticado pela loja, como pelo recebimento do tax free (imposto local que turistas podem receber de volta).

Quanto custaria o mesmo produto em países diferentes

Escolhi uma bolsa da Louis Vuitton para dar o exemplo, ok?

Bolsa rosa Louis Vuitton modelo Twist XX
Bolsa Louis Vuitton (crédito: site oficial Louis Vuitton)

Na Espanha, esta bolsa está custando hoje (dia em que estou fazendo o artigo) 2580 euros. Este valor convertido para o real pelo conversor de moeda do G1 dá R$ 10.282.

Nos EUA, esta mesma bolsa está custando 3550 dólares. Este valor convertido para o real pelo conversor de moeda do G1 dá R$ 12.402.

No Brasil, para tirar a sua dúvida. Está custando R$ 15.700. E o que seria “interessante” aqui é que há a possibilidade de parcelamento, que em países, com os EUA ou Espanha não existe. Mas o valor da compra seria bem mais alto também, então não acho que seja um benefício real.

Além do preço na Espanha ser inferior ao do Brasil e ao dos Estados Unidos, lá você teria a possibilidade de receber de volta mais 374 euros referente ao tax free após a compra, conforme cálculo feito pela calculadora do Tax Free da Global Blue.

Já nos EUA, dependeria muito do estado em que você comprou o produto, porque os impostos são bem diferentes de um lugar para o outro. Além disso, não são muitos estados que incentivam a restituição do imposto. Mas também tem as maravilhosas e raras exceções, como o Texas, por exemplo, em que é possível receber até 65% do valor de volta.

Bom, estes exemplos servem unicamente para alertar sobre este erro comum que as pessoas cometem ao generalizar os Estados Unidos como o melhor país para se fazer compras. A ideia também não é polemizar e considerar a Europa como o melhor destino. O objetivo mesmo é que você sempre pesquise onde é realmente melhor gastar seu dinheiro.

O quê falta para a sua viagem?

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *