Categorias: Gastronomia Lifestyle

Casa dos Ovos Moles: doces portugueses e receitas centenárias

A pastelaria tradicional portuguesa tem cerca de 500 anos de história e possui um público fiel de adorares por todo o mundo. Estando em Lisboa e sendo também fã dos maravilhosos doces de ovos, busquei um lugar que pudesse traduzir estes sabores autênticos em cultura e uma receita especial.

Hoje, em Ares do Mundo, vocês saberão da história nos mínimos detalhes e aprenderão, com uma chef portuguesa, a receita de três deliciosos doces de Portugal. Confira!

A história dos doces de ovos

A doçaria portuguesa foi criada nas cozinhas dos conventos, de norte a sul do país, e há mais de 500 anos segue religiosamente a tradição em vários estabelecimentos, como na Casa dos Ovos Moles, local em que adocei o meu coração e o paladar.

As freiras dos conventos recebiam ovos como pagamento de foros de terra. Com as claras aquecidas, elas engomavam as roupas, mas sobravam as gemas, e o quê poderiam fazer com elas? Resolveram então colocar açúcar para auxiliar na preservação e descobriram que, além desta mistura ser saborosa, poderia também ser comercializada para aumentar os seus fundos.

Rapidamente, entre os diversos povoados, ganhou a fama como “Ovos Moles”. Cada região portuguesa adicionou então um toque de personalidade à mistura. Especiarias como amêndoas, figos, nozes e laranjas passaram a fazer parte das receitas. Novos doces assim surgiram para encantar reis, inspirar os poetas e viajar entre diferentes continentes para levar um pedacinho de Portugal.

Um pouco sobre a Casa dos Ovos Moles

De geração para geração, as receitas chegaram intactas nas mãos dos proprietários da famosa Casa dos Ovos Moles, em Lisboa. Com o intuito de passar a diante a cultura autêntica da pastelaria portuguesa, abriram duas lojas onde vendem os ovos moles de Aveiro, o pão de ló de ovar, o pastel de nata, o pão de rala, pastel de santa clara, as trouxinhas de ovos, o pudim de abade de priscos, o queijinho do céu, entre outras glórias da doceria local.

Ao visitar a casa é inevitável não pedir um cafezinho, um chá, um vinho do Porto ou um licor para acompanhar a sobremesa. Além disso, faz parte do delicioso ritual degustar de tudo nas louças centenárias Bordallo Pinheiro. Entre um passeio e outro, o conjunto de sabores ao estilo português reforçou ainda mais a minha satisfação de estar em Portugal.

A receita especial

Ao visitar a casa, a simpática equipe me convidou para participar do showcooking. Neste dia, a Casa dos Ovos Moles iria preparar Fios de Ovos, Garganta de Freira e Palha de Abrantes.

Fios de Ovos

Ingredientes:

  • 2 kg açúcar
  • 1 litro d´água
  • 60 gemas
  • Sujar a calda: 1 gema + 20 ml d´água

Como preparar:

1. Separar as gemas das claras.
2. Passar as gemas pelo passador duas vezes.
3. Colocar as gemas no regador de fios de ovos.
4. Levar ao fogo o açúcar e a água até atingir o ponto 109º.
5. Quando a calda atingir o ponto baixar a temperatura.
6. Sujar a calda para que crie uma espuma. Quando essa espuma subir ate a superfície, verter as gemas para se formar os fios.
7. Com o regador, despejar em movimentos circulares sempre para o mesmo lado, de forma que crie um novelo.
8. Quando observar que a calda não tem mais capacidade de produzir os fios, pare.
9. Com a ajuda de duas escumadeiras retirar o novelo de fios de ovos, e colocar em um
recipiente com água e gelo alguns segundos para que pare o processo de cozimento.
10. Colocar em um recipiente propício para escorrer.
11. Repetir o processo até terminar as gemas.
12. No final, colocar os fios em um recipiente com a própria calda de açúcar fria da cozedura
dos fios de ovos.
13. Regar para conservar.

Gargantas de freira

Ingredientes:

  • Fios de ovos
  • Folhas de obreia/ hóstia

Como Preparar:

1. Cortar a folha de obreia em retângulos.
2. Com os fios de ovos, fazer charutinhos com o comprimento dos retângulos de obreia.
3. Pincelar a ponta da folha com um pouco das claras ou água.

Palha de Abrantes

Ingredientes:

  • Folhas de obreia ou caixinhas de papel plissado
  • 250g de doce de ovos

Como Preparar:

1. Cortar em círculos a folha de obreia.
2. Colocar uma pequena porção de doce ovos no centro do circulo de obreia ou papel
plissado, cobrir com fios ovos.
3. Levar ao grill para tostar ou utilizar um maçarico.

Caso tenha dúvidas sobre como fazer algum dos docinhos, clique AQUI e assista ao vídeo.

Esperamos que tenha gostado!

PS* Ah, você também pode ter uma experiência como esta! A Casa dos Ovos Moles está abrindo o showcooking para ensinar as receitas centenárias aos seus clientes, amantes da culinária e viajantes. Para reservar a sua vaga, clique AQUI.

😉

Comente! via Facebook