Categorias: América do Sul Balneário Camboriú Destinos Itajaí Santa Catarina

Balneário Camboriú e Itajaí em qualquer época do ano

Conhecida como a nova capital catarinense do turismo, brasileiros e outros povos sul-americanos lotam as ótimas praias de Balneário Camboriú durante a alta temporada. Está certo que no período entre Natal e Réveillon, o movimento é muito maior, afinal o número de habitantes vai de 100 mil para até 1 milhão pessoas, mas mesmo assim os receptivos moradores afirmam ter espaço para todos durante o período com a bonita queima de fogos.

As nove praias de Balneário Camboriú são lindas e limpas, sem exageros. Dá até para ver os siris andando de ladinho entre um buraco e outro na areia. Algumas delas são extensas, como a do Estaleiro e a Praia Central. Aliás, preparem bem as pernas ao caminhar por lá, pois a superfície é tão fofa, que qualquer pequena distância vira uma maratona de tanto que afundamos e fazemos força para andar (risos).

Já se o perfil for mais familiar, a Praia de Laranjeiras é mais afastada e garante uma maior tranquilidade. Lá tem um comércio cheio de lojinhas de artesãos e vê-los integrados à paisagem é tão natural, quanto escutar o barulho do mar.

Até para os naturistas tem um cantinho especial. A praia do Pinho foi a primeira praia oficial de nudismo no Brasil e garante a privacidade necessária para o ato. Enfim, seja qual for o seu interesse, haverá uma faixa de areia e águas límpidas para te receber bem.

Na parte urbana, prédios gigantescos ilustram o passeio pela popular Avenida Atlântica. Os comerciantes orgulhosos apontam o edifício em que o Neymar e outras celebridades compraram as suas residências para veraneio. Os chilenos até brincam com a altura dos prédios e dizem que é para conseguirmos avistar o Chile. Já outros destacam as preferências da Sheryl Stone, que já afirmou publicamente amar as terras catarinenses e passar grande parte do ano longe do Tio Sam.

Aventura e Entretenimento

Um dos lugares que mais gostei de ir em Balneário Camboriú foi o Parque Unipraias. Ele fica dentro da Mata Atlântica e uma excelente opção para chegar nele é de teleférico. O transporte pode ser pego na Praia das Laranjeiras e lá de cima dá para ver toda a cidade e os diferentes tons do mar.

O mirante do parque é um lugar excelente para fazer uma pausa entre uma trilha e outra. Quem aprecia atividades com adrenalina tende a se divertir bastante por lá, já que tem arvorismo, corrida de carrinhos elétricos pela floresta e uma deliciosa tirolesa de 750 metros em meio à Mata Atlântica. Eu testei esta última por sinal e confesso que gostei bastante!

Eu sou essa de braços abertos (risos)

O adeus ao sol e o agito da noite

Quando o sol começa a sumir no horizonte, inicia-se outro espetáculo. Os lugares mais altos da cidade ficam tomados por câmeras fotográficas e casais apaixonados. Um visitante pergunta: Todo dia este cenário? Sim! Responde um vendedor de frutas com afinco, sem disfarçar a sua felicidade e o sucesso do seu ponto de venda.

O adeus ao sol e o olá à lua inaugura o agito noturno. Os restaurantes da avenida principal disputam clientes de forma amistosa com as suas especialidades gastronômicas e a descontração do ambiente. As ruas do centro também cheias de baladas e restaurantes ganham um brilho especial até altas horas.

Famosa entre os surfistas e solteiros

É difícil distinguir onde termina Balneário e onde começa Itajaí, pois são apenas 10 km que separam as duas cidades.

No passado a paisagem de Itajaí era composta apenas por casas praianas simples, pois a região foi colonizada por pescadores portugueses, a pedido de João VI, que bem observava o potencial na região. Com o tempo, ela foi comercialmente evoluindo, tornou-se um importante porto do Brasil, chamou a atenção da alta sociedade e a rotina de hábitos comuns foi abrindo espaço para as residências de luxo com vistas deslumbrantes. Hoje em dia, grandes festas acontecem onde o mar toca, principalmente na praia Brava que é bem frequentada por jovens e surfistas.

Seja qual for a época do ano, Balneário Camboriú e Itajaí oferecem opções diferentes de entretenimento e por isso agradam a perfis tão distintos. Claro que nas estações mais frias do ano, a brisa do mar vai soprar mais gelada e talvez o sol nem esquente o suficiente para dourar levemente a pele. Porém, a atmosfera das cidades e o calor humano catarinense sempre serão um convite para estar perto da natureza e vivenciar momentos especiais.

😉

Comente! via Facebook