Categorias: Chile Outras histórias Santiago Sem categoria Também sou do mundo

“O Chile é bonito e uma excelente opção para casais”

Os preparativos para a festa de casamento tiraram o foco da Camila e do Felipe qualquer possibilidade de viagem nos próximos meses. Porém, as férias estavam batendo na porta e dando as caras. Eles então resolveram deixar de lado por uns dias a escolha do bem casado e do vestido de noiva e embarcaram em uma viagem de sete dias para o Chile. Uma semana foi o suficiente para o casal relaxar, tirar o máximo proveito da cultura local e ter vontade de repetir o roteiro.

“Resolvemos fazer essa viagem de última hora. Íamos tirar férias em janeiro e queríamos muito sair do Brasil para conhecer uma cultura diferente. Ao mesmo tempo que queríamos viajar, não queríamos gastar muito também. Nem o vestido para casório escolhi ainda (risos)! Foi então que consideramos a possibilidade de conhecer Santiago, no Chile. Confesso que esta cidade não foi o primeiro destino que pensamos visitar, porque ela costuma ser mais atrativa nos meses frios, já que é conhecida pelas paisagens invernais e pelas famosas estações de esqui. Porém, após algumas indicações e pesquisas na internet, achamos que seria um bom lugar para descansar a cabeça e ver algo novo. E realmente foi ótimo. Nos surpreendemos!

Alugamos um apartamento pelo AirBnB, que foi algo completamente diferente, pois só tínhamos nos hospedado em hotéis em outras viagens. Por 7 dias pudemos vivenciar a cidade como se fôssemos locais, sem aquela sensação de “visitantes” que sentimos em hotéis, sabe?! Íamos ao supermercado e cozinhávamos algumas refeições no apartamento, o que além de tudo, também ajudou muito a economizar para o casório e conhecer os costumes dos chilenos.

A cidade é muito bonita e segura. Tem muitos parques e opções de lazer e cultura. Um dos lugares que mais gostei em Santiago foi o Skycostanera, que é o edifício mais alto da América Latina, com 300 metros de altura e um observatório que possibilita uma vista da cidade em 360 graus. Apesar deste ponto turístico ser localizado no shopping Costanera Center, que tem muitas lojas e restaurantes, o Chile em si não é um destino recomendado para compras, já que os preços são tão altos como no Brasil.

Apesar dos preços, outro grande fator positivo da viagem foi o próprio povo. Os chilenos são muito educados, solícitos e têm até uma certa semelhança com a nossa cultura. Por todo lugar tem bandeiras do Chile, nacionalismo que dá gosto de ver e vivenciar.

Próximo de Santiago, fizemos um passeio ao Embalse El Yeso, que é uma represa localizada na Cordilheira dos Andes. Gostamos muito de ver aquela água azulzinha entre as montanhas e conhecer as termas quentinhas e medicinais de Baños Colina. Lá são formadas piscinas naturais, que são aquecidas pela lava de um vulcão desativado. Incrível mesmo!

Quem sabe depois do casamento voltamos para o Chile. Sete dias passaram voando, sinal que a experiência foi mesmo boa. De qualquer forma, recomendo o Chile para quem quer ter uma experiência de viagem internacional sem gastar muito, viajar muitas horas e ter toda aquela burocracia de vistos, etc. O país é muito bonito e proporciona passeios muito interessantes”.

Por Camila Joaquim, servidora pública de São Paulo.

Comente! via Facebook